ENVIO GRÁTIS PARA TODO O TERRITÓRIO NACIONAL EM COMPRAS DE VALOR SUPERIOR A 20 EUROS



Big Apple Rappin' - The Early Days Of Hip-Hop Culture In New York City 1979-1982)

V/A

Soul Jazz

Regular price €20,00

Tax included.
Dedica-se mais ou menos ao mesmo período temporal que ocupou a excelente «The Third Unheard» (Stones Throw, 2004), esta dedicada ao Connecticut. Subintitulada The Early Days Of Hip-Hop Culture In NYC 1979-1982, «Big Apple Rappin'» põe-nos a falar de Nova Iorque outra vez. São anos de experiências intensas, bastamente documentadas noutros domínios mas, de alguma forma, faltava a homenagem ao Hip-Hop quando este começou a soar autónomo do Funk que, em grande medida, forneceu os breaks originais. A recente compilação da Celluloid concentra-se numa sonoridade Electro mais crua, enquanto que «Big Apple Rappin'» soa bem mais orgânica, meio Disco, na vizinhança de Sugarhill Gang, com músicos a apoiar os rappers e, nestes exemplos, muito pouco scratch e técnicas de DJ. A música flui mais livre e é inegável a atracção pelo flow contínuo na maioria dos temas e o tom inocente das primeiras manifestações do género (na verdade, a atracção pelas primeiras manifestações de quase qualquer género - oiçam também na Soul Jazz a incrível «Acid: Can You Jack?» sobre a House de Chicago). A proliferação de frases-tipo faz sorrir: "Yes Yes y'all, freak freak y'all", "Put your hands in the air, wave them like you just don't care", "The beat don't stop 'till the break of dawn". Sem as estratégias apuradas de manipulação rítmica que vieram a caracterizar o Hip-Hop anos depois e até aos nossos dias, esta música trazia por cima de um groove simples e eficaz não só a riqueza das mensagens de rua (mais ou menos políticas, mais ou menos dissimuladas) mas também, muito importante, a personalidade dos rappers que falavam de si próprios como action figures na História de todos os dias e, muitas vezes, queriam pura e simplesmente ver as pessoas a dançar. Esse era o terreno propício para as batalhas que Afrika Bambaataa e outros promoviam como forma de confronto benigno entre a juventude inquieta dos bairros periféricos de Nova Iorque.
CD1: 1. Spoonie Gee «Spoonin' Rap» 2. Xanadu «Sure Shot» 3. Brother D & The Collective Effort «How We Gonna Make The Black Nation Rise» 4. General Echo «Rapping Dub Style» 5. T Ski Valley «Catch The Beat» 6. Universal 2 «Dancing Heart» 7. Masterdon Committee «Funkbox Party» 8. Cold Crush Brothers «Weekend»
CD2: 1. Spyder D «Big Apple Rappin'» 2. Mr Q «Dj Style» 3. The Fly Guys «Fly Guys Rap» 4. Solo Sound «Get The Party Jumpin'» 5. The Jamaica Girls «Rock The Beat» 6. Super 3 «Standing On The Top» 7. Tj Swann, Peewee Mel & Barry B «Are You Ready» 8. Nice And Nasty 3 «The Ultimate Rap»