FLUR 2001 > 2022



Form Grows Rampant

Threshold Houseboys Choir, The

Musique Pour la Danse

Regular price €14,50

Tax included.

LISTEN:
CLIP1 - CLIP2 - CLIP3 - CLIP4 - CLIP5


Depois da morte de Balance, em 2004, Sleazy migra para Bangkok, local onde Coil já haviam registado algumas experiências - sónicas ou não - mais obscuras (basta ver o videoclip de Love's Secret Domain para elucidar quaisquer dúvidas), qual paraíso turístico, isolacionista e lúdico para o grupo. Sleazy, por amor a Jhon e pela necessidade de se salvaguardar, vê na Tailândia um porto seguro para produzir música nova. The Threshold Houseboys Choir nasce neste contexto: o coro aqui referenciado não é mais do que a aglomeração das muitas vozes captadas por Christopherson durante as suas excursões pela Tailândia: vozes processadas e mergulhadas em efeitos, com mudanças de tom e extensão temporal dos samples, metamorfoseando-os, as vozes atingem uma qualidade alienígena, estranha aos nossos ouvidos, servindo a intenção de Cristopherson em causar-nos desconforto, paralelo às melodias bonitas que emanam do seu computador - muitas em percussões metalizadas, próprias do gamelan ou do piphat, ambas tradições musicais do Sudeste Asiático. Espécie de seguimento do que haviam deixado em "The Ape of Naples", este disco foi originalmente lançado juntamente com um DVD que acompanhava visualmente os temas aqui apresentados. Esta edição de "Form Grows Rampant" não conta com o DVD mas convida à escuta da mistura sinestésica de experiências glitch próprias da época, deliciosas sequencias sintéticas, lisérgicas, coros digitais que têm tanto de fascinante como de alarmante e uma progressão natural das composições que evitam tédio apesar das repetições de motivos. Música que eleva, evitando os clichés típicos de música dita transcendente, aqui Sleazy mostra-nos como o projecto de Coil era virtualmente incansável, uma constante roda artística que só cessou com a súbita morte do artista, em 2010.