FLUR 2001 > 2021



Nerissimo

Teho Teardo & Blixa Bargeld

Spècula

Regular price €18,95

Tax included.

LISTEN:
CLIP1 - CLIP2 - CLIP3 - CLIP4 - CLIP5


Segundo álbum deste par fortemente ancorado na música industrial que interessava há 30-35 anos. Como outros exemplos, os ângulos cortantes do som de Teardo e dos Neubauten de Blixa foram sofrendo mutações para algo mais suave, próximo por vezes da música contemporânea, mais cordas, mais poesia, MAS Blixa ainda canta “There’s so much blackness in my repertoire”. Aliás, um álbum intitulado “Nerissimo” não deveria enganar. Blixa continua: “Hope should be a controlled substance”, enquanto as cordas sobem de tom. Cerca de três anos após “Still Smiling” (reparem na diferença de tom entre os títulos de ambos os álbuns), Blixa e Teardo posam com inspiração esotérica e existencialista a partir de um quadro pintado no século XVI por Hans Holbein. Tudo se move com coerência, tudo remete para as ambiências confortáveis na sua melancolia negra. Blixa admite, a certa altura, que canta sobre o que conhece melhor. Aqui trata-se de personalidade e uma estética a ela associada. Em “The Beast”, por momentos, a voz e entoação parecem David Tibet. Ninguém desiludido.