ENVIO GRÁTIS PARA TODO O TERRITÓRIO NACIONAL EM COMPRAS DE VALOR SUPERIOR A 20 EUROS



Open

Necks, The

ReR Megacorp

Regular price €12,50

Tax included.

LISTEN:
CLIP1

Quase a rondar a vintena de álbuns, os Necks são uma das bandas que nos dá mais alegria aqui nesta loja. É um daqueles projectos únicos que nos desafiam constantemente e, graças a Deus, não falham um disco. Porque são perfeitos? Não, porque este trio é talentoso e encontrou uma metodologia eficaz para tirar da sua cena o melhor que sabem fazer. Se todos são músicos fantásticos, em trio a história deles cruza-se tal como os feixes nos “Caça Fantasmas”: é aí que tudo acontece, dê por onde der. Pode ser ambientalismo anti-gravitacional, jazz em modo kraut, hipnose circular, agitação bipolar frenética, minimalismo para toda a família, com ruído, silêncio, vibratos, pizzicatos e outros actos. Então, eis “Open”, o tal álbum número quase-vinte. Há mais espaço para Necks em casa? Azar, descubram um espacinho – eles têm ajudado com as suas capas fininhas, elegantes e de bonito design – porque “Open” é também para ter. Depois de quase 30 anos a jogarem este jogo entre eles, Buck, Abrahams e Swanton mostram – em estúdio, e recorrendo a overdubs – como se faz música sem tempo, sem regras impostas, indo atrás das intuições, do bom gosto e da perpetuidade. 70 minutos de puro delírio musical, que parece começar com Alice Coltrane, calmamente, mostrando primeiro o piano nas suas múltiplas possibilidades, para depois entrar a percussão como que reclamando espaço e protagonismo, como se fossem peças ainda distintas. Mas depois há um momento, de clique, onde tudo encaixa, e Abrahams, sempre ele, pianista extraordinário, explode num lirismo que comove. Nesta altura vamos com 20 e tal minutos e… percebem que têm de ouvir, não é? Para quem ainda não entrou em Necks, venham cá e peçam ajuda. Se forem destemidos, comecem pelo início e vão percorrendo a discografia. Não há melhor investimento nestes tempos de crise. Essencial.