ENVIO GRÁTIS PARA TODO O TERRITÓRIO NACIONAL EM COMPRAS DE VALOR SUPERIOR A 20 EUROS



Shaking The Habitual - Deluxe Edition

Knife, The

Rabid records

Regular price €10,00

Tax included.

LISTEN:
CLIP1 - CLIP2 - CLIP3 - CLIP4 - CLIP5


Parte “Twin Peaks”, parte Sex Pistols, design rosa-choque e um nome como The Knife sugerem, logo à partida, Corte (duh!), mas isso é mais ou menos o que a banda explica sobre o processo que conduziu a este novo álbum (e se calhar a vários anteriores). Foram juntando sons, tentaram desviar-se do que fizeram antes. Abandonaram as máscaras, que agora consideram que se tornaram num objecto para marketing, e “Shaking The Habitual” inspira-se em canções de protesto dos 70s, quando eram crianças. Pode parecer completamente estranho e gratuito, mas estranho mesmo é o álbum. Ambos os irmãos (Karin e Olof) falam de solidariedade, comunidade, independência, rebeldia contra conservadorismo e assumem que são privilegiados porque se podem dar ao luxo de combater a homogeneização do consumo e fazer passar a sua mensagem através das letras. A quarta faixa pode ser o que o mundo pop que se preza dirá dos Knife. Chama-se “Without You My Life Would Be Boring”. Toque escandinavo inquestionável, música concreta, synth pop muito à esquerda, gelo, confronto, ambientes desolados, uma certa inspiração em bandas dos 80s mais inclinadas para uma postura tribal no seu som (The Creatures, por exemplo). Quase nada é dispensável neste disco, e dizemos “quase” só para nos salvaguardarmos um pouco. Consumam o que faz sentido para vocês e a vossa posição genuína no Mundo.