FLUR 2001 > 2021



Musca

Herbert

Accidental

Regular price €16,00

Tax included.

LISTEN:
CLIP1 - CLIP2 - CLIP3 - CLIP4 - CLIP5


Entrados em 2022, já não é surpresa deparar com discos gravados durante a pandemia e respectivos argumentos justificativos. Não é por aí que "Musca" se destaca mas também não se fica indiferente à informação de que todas as vozes são de pessoas com quem Matthew Herbert nunca trabalhou antes nem encontrou face a face. O mesmo com os músicos convidados. Todas as partes geradas em separado, assim, para um encontro de produção virtual. Também isso não é novo, talvez a novidade seja o regresso assumido de Herbert à pop, desde "The Shakes" em 2015. O recurso a sons "não-musicais" continua aparente, como na construção rítmica de "Tell Me A Secret", e parte da inspiração parece provir do longínquo álbum de estreia "100 Lbs" (1996), como se escuta na batida de "Hypnotised". As vozes parecem seguir um padrão sobretudo atmosférico e entoações bastante clássicas, mais evidentes na balada "Unrestorable" e em outros momentos numa ambiência imaginária de genérico de série nórdica. O único instrumental, "The Slip", soa como que adaptado dos métodos 3 Chairs (Theo Parrish, Moodymann, Marcellus Pitmann, Rick Wilhite), batida afundada na equalização e acompanhamento sintético dissonante.