FLUR 2001 > 2022



Inocente Indecente

George Silver

Panana Papers

Regular price €18,00

Tax included.

OUVIR / LISTEN:
CLIP1 - CLIP2 - CLIP3 - CLIP4 - CLIP5


A nós comunicam que "O novo disco de George Silver (aka André Neves) é um exercício dialético em torno do impulso e da forma". O que isso significa na origem pode ser interpretado como fluidez, a noção de que neste disco os instrumentos estão à disposição e as ideias prontas a aplicar. A forma são formas ou é a forma em constante mutação, sem programa que não a satisfação da jornada. Exótico e desformatado, o álbum concentra aspectos de vários géneros musicais sem que tente apresentar exemplos individuais de cada género abordado. Antes aproveita o que bate certo para composições híbridas complexas mas acessíveis, descartando ideias fáceis de experimentalismo e até, quase num outro quadrante, de latinidade (como vão perceber durante a escuta). Descarta também o clássico reconhecimento da interdependência humana proferido por John Donne no poema "No Man Is An Island" (século XVII) para afirmar, em vez disso, "As Pessoas São Ilhas", no único momento de "dança" assumido. Os fusíveis queimam mais em "Bom Petisco", punk hardcore abafado, e vai-se avançando de surpresa em surpresa até um final tudo menos deslumbrante que exercita a ideia feita do acordeão em França. Exceptuando este lugar-comum, tudo o resto não tem lugar definido.