FLUR 2001 > 2021



Kitchen Clock

Beau Wanzer

L.A. Club Resource

Regular price €14,50

Tax included.

LISTEN:
CLIP1 - CLIP2 - CLIP3 - CLIP4


Beau Wanzer, de Chicago, estreia-se na L.A. Club Resource de Delroy Edwards, cuja linha editorial sempre preferenciou um som mais sujo, eminentemente analógico, por vezes de baixa fidelidade, mas com compressores bem altos que fazem saltitar as percussões dos temas. No âmago do produtor encontra-se um coração industrial, influenciado por Psychic TV, Current 93 e toda a cultura musical de cassetes nos anos 80 na Europa. "Kitchen Clock" apresenta 4 faixas com a assinatura habitual de Wanzer - batidas por norma mais lentas, com grooves específicos das caixas de ritmos da Roland, sempre com uma atmosfera sintética pesada, estranha, sombria. Ouve-se também regularmente a voz do produtor, envolvida em efeitos e com um subtil pitch-down, que a desfigura, tornando-o num vocalista mutante, radioactivo. Variações de ritmos conferem eclectismo ao disco, porque se em "Stupid Drunk Bro" se ouve uma batida four-on-the-floor, certeira, em "Vegetable Peeler" os BPMs vêem-se aumentados sobre uma batida sincopada, em contratempos, quase de origem africana, não tivesse sido ela inteiramente sujada com distorção. Mestre em conferir funk, groove, a soundscapes industriais, negras, muitas vezes o ar pesado que emana das faixas é equilibrado ou anulado com os títulos das músicas, tongue-in-cheek, atrevidos, sarcásticos - praticamente em todo o maxi há alusões a utensílios de cozinha, como o próprio título indica. Uma espécie de Cronenberg da música industrial, surrealista por natureza, Wanzer já é um selo de consistência nas edições que vão surgindo em seu nome.