FLUR: 2001 > 2021



My Woman

Angel Olsen

JagJaguwar

Regular price €15,95

Tax included.

LISTEN:
CLIP1 - CLIP2 - CLIP3 - CLIP4 - CLIP5


“Sister” aparece na segunda metade do álbum – e é uma espécie de single na altura do lançamento deste “My Woman” – e nos seus oito minutos fica a impressão de que há algo ainda mais fenomenal a acontecer neste disco do que inicialmente parece. Há um controlo de tempo e emoções impressionantes nos primeiros minutos de “Sister” e depois Angel Olsen deixa tudo nos últimos dois versos, repetindo-os, e encaminhando a canção para algo próximo dos Fleetwood Mac em “Sara”. Deixa claro que não é Stevie Nicks. É Angel Olsen. Mais depurada do que no anterior “Burn Your Fire For No Witness” e com uma perfeita consciência disso. E isso permite-a explorar livremente as suas canções, sem se prender a algo parecido com uma fórmula: é por isso que há canções tão distintas, como “Intern”, “Shut Up And Kiss Me” ou “Heart Shaped Face”. Aliás, um dos momentos mais interessantes do álbum é a forma como “Heart Shaped Face” corta um bocado com o ritmo da primeira metade e prepara o ouvinte para “Sister”. “Sister” não é a melhor canção, mas é aquela em que tudo fica claro, em que há a certeza de que Angel Olsen não deu um passo maior do que a perna ao querer depurar o seu som. A sua voz é cristalina, a escrita é perfeita na forma como é indirecta (e, sim, aqui é genial a forma como faz igual aos Fleetwood Mac na fase Buckingham/Nicks). Para os convertidos, “My Woman” é um grande momento. Para os que ainda não estavam, façam o favor de aceitarem toda a graciosidade e grandiosidade de Angel Olsen.