WEBSTORE in progress // 2800+ different items in stock



POUR ME A GROG: The Funaná Revolt in 1990s Cabo Verde

V/A

Ostinato

Regular price €25,95

Tax included.

LISTEN:
CLIP1 - CLIP2 - CLIP3 - CLIP4 - CLIP5


Não mexendo muito nas histórias que se contam sobre a origem do nome (um casal chamado Funa e Naná ou a adaptação do português “fungará”) e da adopção do acordeão (expedição a São Tomé como contam as notas no disco ou introdução do instrumento pelos portugueses?), é possível captar contextos, sentimentos e até situações descritas nas letras, frequentemente ligadas à vida real das pessoas. O facto de ser uma música rápida, e talvez por isso mais insurrecta, levou à desconfiança das autoridades, sempre receosas de desatinos quando as pessoas se juntam e levantam pó do chão. Do meio rural na Ilha de Santiago, o funaná foi encontrando jeito de reentrar na cidade, mesmo enquanto também fugia para o exterior com as pessoas que procuravam vida melhor. Mais tarde, nos 90s, eleições e campanhas eleitorais deram uso político à música, embora seja difícil quanto disso era mero entretenimento em comícios e quanto era vontade de promover a música como expressão nacional. Emoção, História e realidade, nesta segunda compilação da Ostinato dedicada a Cabo Verde, menos sintética e mais próxima das raízes do que a anterior “Synthesize The Soul”. Sobre Ferro Gaita e tudo o resto podem ler nas notas que acompanham o disco.