WEBSTORE in progress // 2700+ titles in stock. From their minds to ours. "From our minds to yours."



First Taste

Ty Segall

Drag City

Regular price €21,95

Tax included.

LISTEN:
CLIP1 - CLIP2 - CLIP3 - CLIP4 - CLIP5


Em tempos em que a nossa vida é vivida com filtros, quando expusemos as nossas próprias realizações visuais pessoais para uma aplicação, parece contracultura saudar a existência das outras existências sem filtros. Tudo é uma imagem, somos uma imagem, blá blá blá. No campeonato do sem filtro no rock, ninguém na academia do rock popular – aquele que de boa vontade consegue chegar às massas e não se centra em nichos – o tem feito tão bem como Ty Segall. Na época dos filtros, claro. Ele é quem quer e faz como o quer. Os seus discos chegam à velocidade de um post – até estranhamos “First Taste” chegar em meados do ano e não no habitual primeiro trimestre -, ou seja, um – ou mais do que um – por ano, como se não existisse nada para provar ou cumprimentos de regras para listas de Spotify. “First Taste” é a contínua luta de alguém fascinado com o facto do rock ser uma expressão extrovertida, multidimensional e estar em constante revisão: mesmo quando está morto. Por isso, “First Taste” é música de resistência, ainda com resquícios de Marc Bolan e T. Rex, à procura da explosão dos pequenos clubes e da cerveja com sabor a suor e a ar contaminado. Não se sabe – e nunca se saberá – como Ty Segall mantém a sua arte tão activa, viva, e em recorrente revisitação de um passado que já parece meta. Talvez tenha a ver com essa coisa de não ter filtros. De fazer a música que quer, para quem quer. E os seus fãs querem-na. O século XXI explica-se também com a atitude de Ty Segall e com a sua música em constante rota com a cultura e a contracultura. “First Taste” tem o raro dom de nos dizer que somos todos uns palhaços sem ficarmos ofendidos. Rock para quem não é dono do seu destino.