ENVIO GRÁTIS PARA TODO O TERRITÓRIO NACIONAL EM COMPRAS DE VALOR SUPERIOR A 20 EUROS



4 X 12

Anti Group, The

Peripheral Minimal

Regular price €14,50

Tax included.

LISTEN:
CLIP1 - CLIP2 - CLIP3 - CLIP4 - CLIP5


Síntese de um período (sobretudo 1985-89) de experimentação com noções de música / cultura industrial em torno de um colectivo sediado em Sheffield, cidade-bomba para quem segue música electrónica desde o advento dos Cabaret Voltaire em meados de 70s até ao nascimento da editora Warp em final de 80s. Muita substância entre essas duas datas resulta de colaborações múltiplas entre elementos de uma cena familiar, como era o caso de Richard H. kirk e Stephen Mallinder (ambos dos Cabaret Voltaire) e Adi Newton de Clock DVA (e aqui Anti Group). Alguns sons como "New Upheavil" espelham a paleta sónica que Mark Stewart explorava em Bristol, no mesmo período, outros aproximam-se do que os próprios Clock DVA fariam na fase "Buried Dreams", na sua segunda vida. O texto que acompanha esta antologia, escrito por Adi Newton, identifica e reforça as inclinações esotéricas do projecto, um dos chamamentos inevitáveis para quem seguia a música. a Obra Magna alquímica como símbolo de um poder transformat´rio, ritual até, de limpeza, de recomeço, depuração. Os singles "Ha / Zulu" e "Big Sex" ainda mostram uma espécie de funk industrial já estranho na altura, para pista de dança, e ainda gloriosamente estranho nos dias de hoje. A edição, em formato digipak de DVD, inclui a reprodução dos folhetos que acompanhavam as edições originais em vinil.