Quarta-feira, 17 Outubro, 2018

JOÃO PAIS FILIPE CD

€ 16,50 CD Lovers & Lollypops


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 3 Outubro, 2018

JUNGLE For Ever LP

€ 23,95 LP (vinil colorido) XL Recordings

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

EM BREVE / SOON

Ao segundo álbum o duo britânico – que ao vivo se apresenta com muitos mais elementos – entrega-se a Los Angeles, não pelo fascínio da cidade, mas pelo lado da falência profissional e moral. A explosão do primeiro álbum acabou e agora assentam em variantes modernas de R&B, lembrando ocasionalmente a plenitude sensual de Rhye ou a cadência racional de James Blake. “For Ever” é um álbum que começa com uma luz que depressa se vai dissipando na correria das expectativas, mantendo sempre um carácter positivo da falência. Esse é todo um conceito rigoroso ao longo dos temas que pega como um digno sucessor do homónimo de 2014.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 3 Outubro, 2018

JEAN COHEN-SOLAL Flûtes Libres LP

€ 23,95 LP (2018 reissue) Souffle Continu

OUVIR ÁLBUM COMPLETO / LISTEN TO FULL ALBUM:
Les Flûtes Libres

Primeiro álbum, editado em 1972, de Jean Cohen-Solal, colaborador ocasional de Bernard Parmegiani mas aqui numa outra trip. Mistura de referências psicadélicas, folk, até de algum prog mais conectado com a Natureza. Atravessando, como era procurado nesses tempos, uma ambiência indiana (em “Raga Du Matin”), Solal sela a conceptualização de um álbum que atinge plena forma na longa meditação que ocupa o lado B: “Quelqu’un”. Aqui ele parece tactear um certo desconhecido, desdobrando a flauta pelo Espaço, modulando cuidadosamente a progressão, conquistando território seguro antes do passo seguinte. Se no lado A o exercício é próximo do rock, em “Quelqu’un” Solal garante para si, e também para quem ouve, uma incrível liberdade de movimentos, baseada na incerteza do que aí vem, mantendo o espírito alerta e cada vez mais receptivo. Óptima experiência.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 3 Outubro, 2018

GRUPO SAN FRANCISKO DE ASSIS Donde Esta El Camino 7″

€ 6,95 7″ Farsa / Discrepant

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2

Onde está o caminho? Pergunta-se na faixa título deste 7” da Farsa, editora paralela ao universo Discrepant. Activos no início do século XXI, o Grupo San Francisko de Assis explorou de forma rica o universo punk-cristão que brotava na Colômbia. Os títulos das faixas apontam directamente para esse lado religioso (“Donde Esta El Kamino” e “Rio de Nasaret”) e as letras correspondem, contudo os instrumentais guardam uma energia punk primordial, explorando as possibilidades de quando géneros abrem portas inesperadas. Há todo um charme irónico – ou não – na forma como as canções se mostram e revelam este caminho inesperado da música rock na Colômbia no início do século. Edição única e limitada a 500 exemplares, a partir dos masters originais e seguindo à risca o artwork original.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 3 Outubro, 2018

MIKE COOPER Tropical Gothic LP

€ 14,95 LP Discrepant

Activo desde finais da década de sessenta e com uma obra musical e visual espantosa, Mike Cooper continua a renovar-se, hoje, quando já vai para lá dos setenta anos. Um viajante pelo mundo real, tem procurado novos sons para reencontrar a sua música e a dos outros, explorando a sua colecção de guitarras da forma mais adequada que encontra. Perante um disco como “Tropical Gothic” é relativamente fácil pensar na sua música actual com a naturalidade das influências da electrónica que outros exploram nas suas viagens: do universo da Touch a Jan Jelinek, passando, claro, pelo trabalho único da Discrepant nesse campo. Os discos que Mike Cooper tem editado na Discrepant são, e não há outra forma de o dizer, essenciais. “New Kiribati” era uma óptima revisitação ao seu trabalho de final dos 1990s, “Reluctant Swimmer” uma viagem infinita da exploração do som da guitarra até ao formato pop (por via de versões de canções de Van Dyke Parks e Fred Neil). Chegamos a “Tropical Gothic” e não há outra forma de ver a sua música senão como folk. Electrónica de lado, field recordings também, o que acontece em “Tropical Gothic” é uma interpretação única de Mike Cooper de como a sua guitarra descobre os sons locais e os reinventa à sua maneira. O folclore vem com a sua própria forma, mas é de folclore / folk que se trata. Música carregada de imagens, momentos, “Tropical Gothic” é um bilhete para uma viagem entre a contemplação, tradição, o terror, o medo (isto não quer dizer que assuste) e a descoberta (quando “Running Nakes” começa a tocar é só sorrisos, caramba!). São os trópicos sem os clichés, o fascínio sem filtros. Isto aos setentas e muitos é obra. Essencial e revelador de um génio que, se se desconhece, urge descobrir. Tudo é raro e transparente no universo de Mike Cooper. Sentimo-nos abençoados pela sua música. Inacreditável como ainda faz música tão jovem, oportuna, original. Só o seu génio se repete.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 3 Outubro, 2018

LONNIE HOLLEY Mith CD / 2LP

€ 14,95 CD Jagjaguwar

€ 31,95 2LP (vinil colorido) Jagjaguwar

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Foi como um furacão que em 2012 e 2013 recebemos a música de Lonnie Holley, na altura já com mais de sessenta anos, e que de rompante editou dois álbuns maravilhosos, “Just Before Music” e “Keeping A Record Of It”. Cinco anos depois, agora com 68 anos, reaparece com novo álbum, o primeiro na Jagjaguwar, continuando a realidade única da sua música, imparável com as palavras e na sua maneira de cantar e compor. “Mith” começa com “I’m A Suspect” e desde cedo entra a toada de todo este álbum, com a repetição de “I’m A Suspect In America”. As palavras de Lonnie Holley nunca tiveram tanto peso como aqui e desenvolvem-se como poemas de raiva encadeados em melodias únicas. O auge acontece nos dezoito minutos de “I Snuck Off The Slave Ship”, pela duração, sim, mas também porque o peso da forma da música – e é mesmo “forma” – de Lonnie Holley se dispõe a estas mini-narrativas, em que tudo se consolida com uma força e violência raras. “Mith” recupera a originalidade dos dois primeiros discos, a pujança criativa de um dos poucos espíritos livres da música actual. Não há ingenuidade ou inocência na música de Lonnie Holley; é uma força da natureza e temos que o aceitar como tal. O mundo só o descobriu aos sessenta anos, o mundo precisava dele. Ao terceiro disco a sua música continua essencial, urgente, refrescante.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 3 Outubro, 2018

LOW Double Negative CD / LP

€ 14,50 CD Sub Pop

€ 19,95 LP (vinil colorido) Sub Pop

Ao longo de anos – apesar de se poder falar em “décadas”, é difícil haver à-vontade para tratar os Low assim – a música dos Low foi feita de gentis construções para chegar a um fim. A palavra-chave aqui é construção, havia toda uma ideia poética de caminho, de uma travessia que, por mais dolorosa – ou triste – que fosse, seguia uma narrativa. Nos dois últimos álbuns, “Ones And Sixes” (2015) e este “Double Negative”, parecem negar tudo o que existiu. A música dos Low regrediu
– isto é um elogio. Se nos primeiros álbuns existia uma sensação de esqueleto bem constituído por guitarra-baixo-bateria, e um dos
melhores elogios que se podia fazer aos Low de então era de que como a sua música apesar de soar a um esqueleto, pelo minimalista, era vestida de belas metáforas. No fundo, as palavras eram as roupas das suas canções. Há diversos álbuns em que os Low se concentram no som, apenas no som (até nos anos 90, com “The Curtain Hits The Cast”), mas nenhum é tão relevante como este “Double Negative”: no fundo, eles querem que o ouvinte se abstraia das canções, dos Low, e procure um caminho nas densas massas de som que criaram. É um álbum fascinante para nos perdermos. Para nos perdermos da noção de canções, de faixas, de entrar a fundo na ideia de uma peça longa do início ao fim. É um disco de portas a bater, constantemente a abrirem-se e a fechar, ausente da ansiedade de outros momentos dos Low: talvez com um vazio mais final. É difícil de esperar – nós sabemos – que a atenção ainda esteja focada em bandas como os Low, em 2018. Mas com discos tão bons como estes é crime passarem despercebidos. Arrebatador.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 25 Setembro, 2018

EP-4 Lingua Franca 1 CD / LP WRWTFWW

€ 11,95 (preço de pré-encomenda) CD (2018 reissue) WRWTFWW

€ 24,50 (preço de pré-encomenda) LP (2018 reissue) WRWTFWW

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

EM BREVE / SOON


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 21 Setembro, 2018

THE FIRST INTERNATIONAL SEX OPERA BAND Anita LP

€ 16,50 LP (2017 reissue) Golden Pavilion

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 21 Setembro, 2018

FILIPE FELIZARDO Volume VI: The Sun Rises In Your Tummy And Other Christmas LP

€ 15,50 LP Three:Four Records


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 12 Setembro, 2018

THE NECKS Body CD

€ 14,50 CD ReR Megacorp

Uma das bandas que mais estimamos ao longo da nossa existência, com um historial de trinta anos e vinte álbuns gravados até hoje. A estima acontece com uma garantia: nunca, mas nunca, tivemos receio de um álbum dos The Necks. O anterior “Unfold”, na Ideologic Organ, foi um dos discos que mais ouvimos nos últimos anos e foi um sucesso de vendas por todo o lado. Serviu para – estas coisas ainda acontecem após trinta anos – muita gente conhecer os Necks, perceber que na música deles não há fronteiras, em que o jazz facilmente se transforma em rock / pós-rock ou em electrónica única que desloca barreiras para criar uma sonoridade única. Mas também acontece o contrário: por vezes tudo conflui para a sua direcção peculiar no jazz. “Body” é um álbum que capta esse lado mágico dos The Necks com uma naturalidade aterrorizante. Tema única de quase uma hora, peça que começa no space jazz e viagem para uma potente e virtuosa orquestração rock onde a percussão galopa ao som da dinâmica das guitarras. Sempre com um olho na repetição, na música cósmica via lições dos Neu! e o lado etílico de Sun Ra. Uma brisa rock, jazz, composição. De música. Tem corpo? “Body” é o corpo.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 11 Setembro, 2018

VÍTOR RUA & THE METAPHYSICAL ANGELS When Better Isn’t Quite Good Enough 2CD

€ 16,50 2CD ReR Megacorp

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP4

Sequência do celebrado “Do Androids Dream Of Electric Guitars?”. Mesmo conceito de disco duplo em que Vítor Rua toca sozinho, no primeiro, e com Hernâni Faustino, Luís San Payo, Manuel Guimarães, Nuno Reis e Paulo Galão, no segundo. “When Better…” é a segunda parte de um tríptico anunciado por Rua, praticando o que ele designa como “meta-improvisação” que resulta, de facto, em composições. Aceitando a origem da improvisação moderna nas correntes geradas pela chamada música contemporânea e pelo free jazz, Vítor Rua mostra uma vez mais como parece fácil abordar géneros diferentes, controlando a mão livre para que seja possível estruturar o acaso. Ainda assim, sobre a ideia de estruturação, ele acaba por colocar alguma responsabilidade em Deus: “Probably Composed By God”, a quinta faixa em cada um dos CDs, parece admitir o que muitos músicos reconhecem sem problema. Certos impulsos criativos surgem de além, de algures, de fora, e passam pelo músico. A riqueza dos timbres nas várias guitarras utilizadas por Rua gera suficiente variedade, e essa variedade é, digamos assim, apanhada em movimento pelos instrumentos adicionais que se juntam no segundo CD. Jazz sem o ser.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 11 Setembro, 2018

GIANT SAND Returns To Valley Of Rain CD / LP

€ 12,50 CD Fire Records

€ 19,95 LP (edição colorida) Fire Records


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 11 Setembro, 2018

HARMONY ROCKETS with special guest PETER WALKER Lachesis / Clotho / Atropos CD

€ 12,50 CD Tompkins Square


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 11 Setembro, 2018

MAP 71 Void Axis CD

€ 10,95 CD Fourth Dimension Records

Combo minimalista de voz / bateria / synths, o seu som nada tem de minimalista. A voz de Lisa Jaynbe cruza o ar com palavras de pouca emoção, algures entre Laurie Anderson, Anne Clark e ESG, com a força de um groove DIY que às vezes anuncia um apocalipse (“Nuclear landscapes”), outras vezes uma dança punk (“The Prefab”). Vagueia por synth minimal como em “The Future Edge”, mas em “Minimal “Bridget” ouve-se a bateria de Andy Pyne quase em modo Lightning Bolt desacelerado. Directo do caldeirão de fogo que animou e anima os melhores iconoclastas rock. Que pica!


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 10 Setembro, 2018

ANNA CALVI Hunter CD / LP

€ 15,50 CD Domino

€ 23,95 LP Domino

€ 26,50 LP (vinil colorido) Domino

Terceiro álbum e um longo interregno desde “One Breath”, Anna Calvi regressa num cenário que faz lembrar um pouco o Nick Cave dos 1990s com um disco temático que tem um pouco de “Murder Ballads”, embora a sua origem e discurso seja bem diferente. “Hunter” é uma quase-narração de uma personagem omnipresente – a própria Anna Calvi? – que é um caçador, um predador, para não ser caçado. Nas canções há um uso da sensualidade e da sexualidade como armas e, também, como argumentos para um mundo de #metoo. Em “Hunter” não é a menina dos filmes de David Lynch e Wong Kar Wai que parecia perpetuar nos seus dois primeiros álbuns, é uma força rock com uma nova vida. O tempo passou, sim, e Calvi regressou com mais pertinência do que nunca. Talvez Brian Eno estivesse mesmo certo em relação a ela ser a nova Patti Smith.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 28 Agosto, 2018

TANUKICHAN Sundays CD / LP Company

€ 10,95 CD Company

€ 17,95 LP Company

 

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 16 Agosto, 2018

O TERNO Melhor Do Que Parece LP

€ 28,50 LP Slowboy


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 9 Agosto, 2018

O’SEIS Suicida / Apocalipse 7″

€ 10,95 7″ Mr Bongo

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2

Artigo de arquivo e de importância histórica, finalmente repescado por alguém e editado numa edição em condições. O’Seis são Os Mutantes antes de serem Os Mutantes: Rita Lee, Arnaldo e Sérgio Baptista fazem parte da formação, à qual se junta Raphael Vilardi, Maria Malheiros e Luiz Pastura. Dois temas gravados para um 7” em 1966, de edição muito limitada, que agora foi descoberto e trabalhado pela Mr. Bongo. Dois temas, “Suicida” e “Apocalipse”, rock ácido upbeat que retrata bem o momento, e já apanham o lirismo derramado-surrealista d’Os Mutantes. Histórico e essencial.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 8 Agosto, 2018

TY SEGALL / WHITE FENCE Joy CD / LP / CASSETE

€ 12,95 CD Drag City

€ 17,50 LP Drag City

€ 8,50 CASSETE Drag City

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Éi, aqui estamos mais uma vez. Ty Segall sempre prolífico. Desta vez com White Fence, segundo álbum em conjunto, depois de “Hair” em 2012. Se na carreira em nome próprio Ty Segall se tem situado nos últimos registos em T. Rex, neste álbum faz uma aventura muito bem situado entre referências que são exploradas por Ty e White Fence. Black Sabbath, Pere Ubu, o universo da Elephant 6 (Neutral Milk Hotel, Olivia Tremor Control, Elf Power, etc.) e Ariel Pink encontram-se para um jogo elástico de revisitações, confluindo para o rock e linguagens únicas que ambos os projectos nos estão habituados a dar. “Joy” é Califórnia, mas também Georgia e os últimos Beatles quando eram essencialmente rock nos seus álbuns. E, sem enganar, está tudo afinado para canções pop/rock que entram directamente para o coração, ouvido e qualquer ambiente que precise de “Joy”. Não dá para fartar de Ty Segall. Único, surpreendente e com um jogo de referências que vai sempre à história pessoal de qualquer um de nós.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »