Sexta-feira, 7 Junho, 2013

THE WIRE #352 (June 2013) REVISTA

€ 6,50 REVISTA The Wire

Recorrentemente a Wire dedica um especial a um tema que de alguma forma é “paralelo” à música mas que é essencial para a sua subsistência. A última edição dedica 20 páginas à forma como a música mais à margem constrói certos imaginários em volta de linguagem (escrita / verbal / corporal e não só), de como isso é transmitido e, principalmente, como se traduz para algo que não só ouvimos, mas sentimos, adquirimos e apropriamos. É um conjunto de artigos que não procura só formas (ou fórmulas) na história mas trabalha bem, também, em volta do presente. Ficamos melhores pessoas depois de folhear este número. Garantido.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 6 Junho, 2013

PIERRE-ALAIN GIRAUD Everything Everywhere All The Time / The Whale Watching Tour 2DVD

€ 25,50 € 23,50 2DVD (Edição Limitada) Bedroom Community

Na semana passada estávamos a elogiar a editora por causa do novo e óptimo álbum de Valgeir Sigurdsson, e esta semana fechamos o ciclo olhando – literalmente – para a sua música. Em dois DVDs, fechados num saco de vácuo (sim, edição limitada, não se atrasem!), está um documentário de Pierre-Alain Giraud que mostra a vida de Ben Frost, Nico Muhly, Sam Amidon e o próprio Valgeir em digressão na “Whale Watching Tour” – entrevistas, ensaios, gravações em estúdio e a habitual confusão muito particular de muitas semanas a conviverem num autocarro. Parte desta digressão passou por Lisboa, em 2009, no Teatro Maria Matos, por isso podem ainda procurar esse ‘easter egg’ especial. O segundo DVD foca-se no palco, num dos concertos, durante quase 2 horas – Nadia Sirota (viola), Una Sveinbjarnardóttir (violino), Borgar Magnason (contrabaixo) e Helgi Jónsson (trombone e voz) formam o resto do ensemble que brilhou nesta noite no National Theatre da Islândia, mas também em tantas outras salas da Europa. Como complemento, há ainda um concerto de Daníel Bjarnason para ver. A isto junta-se um livro de 16 páginas. Para quem tem alguns dos discos da Bedroom Community, eis um documento imprescindível.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 6 Junho, 2013

BOARDS OF CANADA Tomorrow’s Harvest
CD Ed. LIMITADA / 2LP + mp3

€ 14,95 CD (Edição Limitada) Warp

€ 20,50 2LP + mp3 Warp

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Edição limitada do CD inclui 3 “art cards”.
Não esperem demasiada informação no disco porque de certeza já perceberam como tudo se processa neste mundo Boards Of Canada, um mundo que ganhou regras e leis próprias – mesmo que imperceptíveis – quando este “Tomorrow’s Harvest” começou a ser anunciado após o Record Store Day. O que aconteceu a partir daí foi uma espécie de jogo difuso com peças a serem reveladas misteriosamente no deserto norte-americano e num cruzamento de ruas em Tóquio. Sobre a causa e o efeito do marketing estamos falados – há quem ache inútil e há quem ache tudo isto delicioso -, falta o que interessa: a música. Fiel a todo um espólio sonoro erguido desde a sua concepção, Marcus Eoin e Mike Sandison interrompem um silêncio de 8 anos com um álbum que parece preocupar-se mais com detalhes, criando ambientes mais frágeis e menos óbvios. Claro que há clones perfeitos de malhas que são quase trademark – respect! – do duo escocês – “Cold Earth” e “Nothing Is Real” são, sobretudo, exercícios de memória, o que é, por si, um “esquema boards of canada” -, mas nos intervalos há peças que fogem dos beats para se refugiarem em cenários que parecem querer construir narrativas sem palavras. No fim do álbum fica-se com a impressão que há até demasiadas ideias em “Tomorrow’s Harvest”, mas que faltou o arrojo de assumir o dobro da duração. Para quem não tem treino em Boards Of Canada, este não será um disco para mudar o estatuto; para quem salivou minimamente nos últimos meses com o advento, este é mais um para juntar a uma colecção de discos muito importantes no nosso espólio lá de casa.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 6 Junho, 2013

MOUNT KIMBIE Cold Spring Fault Less Youth CD

€ 13,50 CD Warp

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Incluídos na mesma geração (já se pode dizer isso?) de James Blake, os dois Mount Kimbie entram na Warp com o seu segundo álbum. cantam mais e têm King Krule + instrumentos vivos a acontecer. Um álbum de pop sacada de um padrão bass que já não se sabe bem para que direcções dispara. No mais arriscado “Blood Form” há uma inesperada componente lo-fi no fundo sonoro quando se esperava, no álbum, produção limpa século XXI. OK, séc. XXI também gerou extremo lo-fi, mas aturem-nos: neste álbum não esperávamos. “So Many Times, So Many Ways” soa a indie etéreo vintage, uau, e soa credível! “Lie Near” arrisca também. King Krule aparece 2x em voz principal, no álbum, e a conclusão é que “Cold Spring Fault Less Youth” não tem zona fixa, óptimo, e avança para vários pontos em que seria fácil perder a personalidade.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: Comentários Desligados

Quinta-feira, 6 Junho, 2013

WILLIAM BASINSKI Nocturnes CD

€ 15,50 € 12,50 CD 2062

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

1. Nocturnes (piano preparado e fita áudio de 1979-80)
2. The Trail of Tears (fita áudio e composição de 2009, usada na ópera “The Life and Death of Marina Abramovic” de Robert Wilson)

Foi uma pausa de muito tempo – quatro anos e tal -, desde o anterior e soberbo “92982″, mas muita coisa aconteceu entretanto na vida e carreira de William Basinski. A primeira, e talvez a mais importante de todas, é o reconhecimento que começou finalmente a ter com a sua obra e, mais concretamente, com a sua obra máxima “The Disintegration Loops”. A reedição – entretanto esgotada aqui na Flur, mas prometemos mais para breve – pela Temporary Residence dos “Loops” numa caixa absolutamente imponente fez muita gente questionar-se sobre a importância de uma obra que será, para sempre, uma peça central da nossa criação contemporânea. Depois, Basinski não esteve parado, pois colaborou na última peça de Bob Wilson sobre a vida de Marina Abramovic. É, aliás, parte desse trabalho que este “Nocturnes” apresenta. O outro tema, o primeiro e o principal, “Nocturnes”, são 40 minutos recuperados de uma velha gravação de 1979, quando o artista procurava ainda saciar a sua sede por experiências com fita áudio. Ecoando um piano preparado em que por vezes se sente a falta do ataque às teclas, “Nocturnes” é um fantasma negro, cheio de sombras, que rodopia diante de nós, hipnotizando-nos como sempre faz a música de Basinski. Apetece-nos colocar ao lado de “Variations For Piano & Tape” pelas razões óbvias, mas enquanto a obra de 2006 parece dar-nos a luz e sol, “Nocturnes” evoca-nos a noite e o luar. Essencial, como quase toda a produção do norte-americano.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 5 Junho, 2013

RAY MANG Mangled Again CD

€ 11,95 CD Mangled

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Efectivamente uma novidade para nós, porque quando saiu há 4 anos não conseguimos um exemplar sequer! Segunda colecção de maxis com edits de Ray Mang na sua editora Mangled reunidos em CD para conveniência de todos quantos não têm acesso ao vinil. Um dos instigadores do underground disco-house que vibrava nos 90s com outros nomes como Joey Negro, Idjut Boys, DJ Harvey, é parcialmente responsável pela manutenção da vida activa decorrente do plano Disco original. A procura do efeito “sem-tempo”, a música que vale em qualquer década em que ainda se valorize um som (que são sons) cujo objectivo é deixar as pessoas felizes com a força do groove e mensagens de amor e dança (desamor também vale) para aproximar a vida real da vida sonhada (às vezes praticada, até, no fim-de-semana). Lutem apenas e só contra o cansaço.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 5 Junho, 2013

RUI EDUARDO PAES “A” maiúsculo com círculo à volta LIVRO

€ 10,00 LIVRO Chili Com Carne / Thisco

“Muitas vezes, e não em poucos casos abusivamente, o punk foi/é identificado com o anarquismo. Em outra área, são habituais as analogias da chamada “livre-improvisação” com os princípios libertários, mesmo quando quem toca são músicos com perspectivas políticas e sociais influenciadas por correntes marxistas como o trotzkismo e o maoísmo. Seja como for, há mais conexões entre Música e Anarquia do que aquelas que se supõe. Um contributo para o seu desvelamento, tanto quanto para a desmitificação de algumas ideias feitas, está neste novo livro de Rui Eduardo Paes, o segundo do autor na colecção THISCOvery CCChannel, depois de Bestiário Ilustríssimo.

O novo livro de Rui Eduardo Paes relaciona as músicas de hoje (jazz, improvisação, pop-rock, noise, electrónica experimental, música contemporânea) com as novas tendências do pensamento libertário, descobrindo analogias mas também desmistificando ideias feitas. Daniel Carter, Lê Quan Ninh, John Cage, Fela Kuti, Frank Zappa, Thom York (Radiohead) e Nicolas Collins são algumas das figuras retratadas pela escrita analítica e de dimensão filosófica, mas não raro com humor e alcance provocatório, do ensaísta e editor da revista “online” jazz.pt. Entre os temas percorridos ao longo dos 10 capítulos amplamente ilustrados estão o ocultismo, a espiritualidade, a ciência, a ficção científica, a tecnologia, o amor e o sexo, com referência a autores como Robert Anton Wilson, Hakim Bey, Murray Bookchin, Starhawk e Ursula K. Le Guin.

O livro é ilustrado por vários artistas da Associação Chili Com Carne: Joana Pires, Marcos Farrajota (imagem), André Coelho, Jucifer, Bráulio Amado (acumulando o cargo de Designer do livro), José Feitor, David Campos, Daniel Lopes, André Lemos, João Chambel e Ana Menezes.”

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 3 Junho, 2013

RAINBOW ARABIA F.M. Sushi CD / LP

€ 14,95 € 12,50 CD Time No Place

€ 13,95 LP Time No Place

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Não inteiramente diferente do álbum “Boys And Diamonds” mas numa outra vibe. Enquanto antes a inspiração parecia provir de um período antes do meio dos 80s em que a pop flirtava com sons e posturas exóticas, especialmente com ambientes e visuais tribais (Toto Coelo, Belle Stars e Bananarama podem ser exemplos parciais), em “F.M. Sushi” a estética é mais declaradamente synth-pop. E é aqui que brilha um ouvido bem apurado para canções que raramente referenciam alguém em especial, é mais uma questão de “som de época” do que propriamente adoptar reproduzir ídolos em particular. Um refrão como o de “Lacking Risk” não pode ser ignorado por amantes de pop genuína. Nostalgia nebulosa no Presente, nada a apontar em termos de anacronismo, e os fãs de Knife vintage e Chromatics / Glass Candy vão com certeza encontrar aqui acolhimento familiar. Sem vergonha.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 20 Janeiro, 2006

DEEP FUZZ Body Karate CD

€ 17,95 € 10,50 CD Noid

<a href="http://www.youtube.com/watch?v=WSrK3wKzLQg?hl=en"><img src="http://www.flur.pt/wp-content/plugins/images/play-tub.png" alt="Play" style="border:0px;" /></a>

Ano 2000, Ben Cook (Rong, etc.) em corte magistral de malhas históricas para uma reequalização e reavaliação do Passado Disco. Mais arrojado do que a média, como Idjut Boys o eram, servia-se de filtros, efeitos, partes ao vivo e músculo criativo irreverente para saltar para a modernidade em estilo vintage. Deu para perceber?… Cortes pré-software hiper-fácil, groove bem manobrado para máximo efeito, aqui está um padrão que reconheceriamos mais tarde em Rub N Tug. Atitude Punk em ambiente Disco, gajos de barba numa altura ainda pouco receptiva a essa mistura. Marco histórico no longo percurso de edits, combate no ringue com qualquer produtor que queira estar à altura nesta época que vivemos. Há uma ética rude e, quase de propósito, arranjamos exemplares de armazém MEIO novos, isto é, novos mas com algumas marcas na superfície do CD (sem qualquer influência no som). Sejam Mulheres, sejam Homens.
(Texto escrito em Junho de 2013)

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 12 Janeiro, 2002

THICK AS THIEVES Thick As Thieves CD

€ 16,95 € 12,50 CD Noid

<a href="http://www.youtube.com/watch?v=nWywwIYUUi0?hl=en"><img src="http://www.flur.pt/wp-content/plugins/images/play-tub.png" alt="Play" style="border:0px;" /></a>

Isto é Fogo! Ben Cook e DJ Spun, pessoal da editora Rong e, antes disso, ligado à cena house norte-americana da Costa Oeste, entre outras cenas. Edits Disco com verdadeiro corte Idjut Boys, poder e total pontaria na pista, um álbum propulsivo como poucos (ver também Deep Fuzz “Body Karate”) na cena mais tarde estéril de edits. Aqui ouve-se garra, repetição, efeitos, espírito house combativo, não o som asséptico e genérico mais comum nos anos 10. Doze anos mais tarde, apanhem este álbum que, junto com “Body Karate”, faz a festa, lança os foguetes e, como é?, apanha as canas. A sensação que dá é que se diverte sozinho e não precisa de nós para nada. Nós é que precisamos dele. Restos de armazém ainda selados!

(Texto escrito em Junho de 2013)

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »