Quarta-feira, 7 Novembro, 2018

HARUOMI HOSONO Hosono House CD / LP

€ 16,50 CD (2018 reissue) Light In The Attic

€ 29,95 LP (2018 reissue) Light In The Attic

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Apesar do número de reedições ser bem maior do que dois, apenas “Cochin Moon” e “Hosono House” chegaram à Europa via estas reedições da Light In The Attic: os outros, infelizmente, são exclusivos do mercado norte-americano – nós sabemos que é uma coisa estranha de se dizer em 2018, mas é mesmo isso que aconteceu, não temos forma de arranjar os restantes três álbuns. Dito isto, “Cochin Moon” e “Hosono House” não poderiam estar mais distantes. “Hosono House” é o primeiro álbum a solo de Hosono e é gesto que guarda tanta inocência como fascínio por uma cultura que lhe estava distante. “Hosono House” é um doce alimentado pela pop/folk psicadélica norte-americana dos anos 1960, especialmente aquilo que se fazia na costa oeste. Diz-se “doce” porque vai além da mera curiosidade e bizarria que normalmente se atribuem a estas coisas, isto é, de bandas de outros continentes a replicarem aquilo que lhes soa a exótico e cool vindo do mundo anglo-saxónico. Hosono foge a essa replicação, constrói apenas em volta desse imaginário e da criatividade que absorvia dessa música: encontra a sua “americana” com versos em japonês e a delicadeza da cadência da sua voz. É toda uma nova estrada para a psicadelia dos 1970s.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 12 Outubro, 2018

MOTOHIKO HAMASE Reminiscence CD / LP

€ 11,95 CD (2018 reissue) Studio Mule

€ 20,95 LP (2018 reissue) Studio Mule

OUVIR ÁLBUM COMPLETO / LISTEN TO FULL ALBUM:
Reminiscence

“Reminiscence” segue “Intaglio” ainda no mesmo ano de 1986. Os tons naturais do Extremo Oriente, o som de marimba que AGORA faz lembrar Midori Takada, o baixo de fusão que escolhe os tempos certos para se misturar com a ambiência quase terapêutica, as cordas falsas que seguem o piano. Riqueza melódica e tímbrica capaz de nos manter curiosos todo o tempo, mergulhando num mundo luxuriante de natureza (esta insistência no termo “natural” é pura sensação, é o que esta música evoca). Toque de génio aqui, tal como acontecera com a reedição de “Intaglio”, é o facto de Hamase ter entrado em estúdio com alguns músicos para recriar o original, mantendo a atmosfera exótica mas melhorando o som. Incrível de bonito.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 27 Setembro, 2018

COLORED MUSIC Colored Music CD / LP

€ 12,50 CD (2018 reissue) WRWTFWW

€ 24,95 LP (2018 reissue) WRWTFWW

OUVIR ÁLBUM COMPLETO / LISTEN TO FULL ALBUM:
Colored Music

Como sempre, difícil reduzir um álbum como “Colored Music” a um estilo específico. Em 1981 era certamente pop, um híbrido entre new wave, dub, disco e synth-punk, com passagem por momentos mais paisagísticos. Álbum elegante, facilmente fora de maneirismos de época que encontramos em muitos discos desse período, interpretando de forma discreta essa fusão entre rock e dança (um pouco questionável dizer isto, já que o rock n roll parece ter nascido exactamente como música para dançar). “Anticipation” e “Sanctuary” soam um pouco como algo que poderia ter saído, anos mais tarde, pela Disques Du Crépuscule. Pop esclarecida, se assim lhe quiserem chamar, “Colored Music” é um álbum que não revela especialmente o Oriente (e quando o faz, em “Ei Sei Raku”, acontece de modo tão bizarro que acaba por soar proveniente de um local incerto onde os Residents se encontram.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 16 Agosto, 2018

MIDORI TAKADA Through The Looking Glass CD / LP / 2×12″

€ 12,50 CD (2017 reissue) We Release Whatever The Fuck We Want

€ 21,50 LP (2017 reissue) We Release Whatever The Fuck We Want

esgotado 2×12″ (2018 reissue) We Release Whatever The Fuck We Want

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

“Through The Looking Glass” (1983) é gravado em dois dias já com o foco de Midori Takada em tradições asiáticas e africanas, que ela identificou como parte de culturas não-materialistas. Os quatro movimentos no álbum parecem seguir um relevo de paisagem, oscilando entre a contemplação pacífica da Natureza e, consequentemente, do Eu, e a agitação do movimento expressa através de momentos em que a percussão soa como força motriz da nossa postura no mundo. Midori Takada trabalhou aqui sobretudo sob a influência de ritmos asiáticos, mas a tradição e ancestralidade misturam-se com a modernidade em “Crossing”, onde ela se inspira nos sons que capta em passagens de nível no Japão. Não é difícil imaginar a marcha de um comboio sobre os carris ao escutar o passo sincopado das marimbas. O disco termina com máxima adrenalina em “Catastrophe ?”, assinalando o pleno contraste com o início espreguiçante de “Mr. Henri Rousseau’s Dream”, em que o trabalho do pintor francês é revisto pela música até chegarmos à capa de Yoko Ochida, ela própria assemelhando-se a uma revisão da exótica esotérica que Rousseau produziu na segunda metade do século XIX. Tudo se torna simples quando se ouvem estes quarenta minutos, divididos em quatro peças que parecem navegar para um sentido comum. E se a navegação é feita numa espécie de mar sonoro, sempre mais visível quanto mais se ouve este álbum, então a música de Takada flutua pelas nossas mentes como um sonho bonito que ficou perdido e do qual se está constantemente à procura.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 7 Agosto, 2018

STUDIO MULE feat MIYAKO KODA Shinzo No Tobira 12″

€ 11,95 12″ Studio Mule

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2

Edits da equipa Studio Mule para um clássico de Mariah (Yasuaki Shimizu, etc.), editado em 1983 (e reeditado pela Palto Flats em 2015). Proximidade com o original desta canção pop sentimental, cuja batida se confunde com a linha de baixo, as quebras com Yellow Magic Orchestra, e aqui a voz é actualizada por Miyako Koda (Dip In The Pool). Tanto a versão longa como o dub, este no lado B, cruzam o ar sem esforço, fixando esta elegância pop japonesa em tons até bastante tradicionais.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 21 Julho, 2018

MOTOHIKO HAMASE Intaglio CD / LP

€ 12,50 CD (2018 reissue) Studio Mule

€ 21,50 LP (2018 reissue) Studio Mule

OUVIR ÁLBUM COMPLETO / LISTEN TO FULL ALBUM:
Intaglio

O disco é tido como incursão na new Age japonesa por parte de Motohiko Hamase, que à data deste álbum (1986) já tinha extenso curriculum como músico de estúdio e parte da formação de palco de alguns ensembles de jazz, como baixista. “Intaglio”, sobretudo pela dinâmica abordagem ao baixo, é ainda um disco de jazz mas, como tantos outros músicos fascinados pela autonomia digital que a evolução tecnológica oferecia nos 80s, Hamase tinha agora à sua disposição uma liberdade criativa até aí logisticamente muito complicada de concretizar. Em baixo, sintetizador e computador, o músico exerce a sua visão do jazz sobre paisagens cristalinas de ambiência oriental, com foco no som de marimba e outras percussões que vamos apontando como sinais de alguma música japonesa dos 80s e 90s (Midori Takada, por exemplo) a que temos tido acesso recentemente por via das reedições no mercado. “Intaglio” não cruza apenas dois mundos, cruza também épocas num período já de indefinição sobre onde terminava o Presente e se iniciava o Futuro.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 21 Julho, 2018

V/A Midnight In Tokyo Vol. 2 CD / 2LP

€ 12,50 CD Studio Mule

€ 23,95 2LP Studio Mule

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 10 Julho, 2018

KUNIYUKI TAKAHASHI Early Tape Works (1986-1993) Vol. 2 LP

€ 20,50 LP Music From Memory

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Após um primeiro volume no início deste ano, mais material de arquivo divulgado pela Music From Memory. “Island” acaba, em retrospectiva, por ser um manifesto bastante (nosso) contemporâneo da nova Exotica, esse som que não cessa de penetrar a música actual como necessário para um reajuste estético em tempos – não esquecer – em que viajar fisicamente adquiriu outra facilidade. “Asia” encontra-se bastante mais próximo do coração extremo-oriental de Takahashi, replicando em síntese o que soa a tradição bem mais antiga. Esse passado reproduzido não sai afinal aparente em “Echoes From The Past”, uma faixa lenta (downtempo) com enorme potencial chill no Agora. Pouco mais do que raros breaks de percussão denunciam a época em que foi gravado, junto com uma guitarra ambiental que soa a Michael Rother. São sete faixas de absoluta contemplação, uma visão parcial de metrópoles invadidas por árvores.. Tudo pacífico.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 5 Julho, 2018

MKWAJU ENSEMBLE (MIDORI TAKADA) Ki-Motion CD / LP

€ 12,50 CD (2018 reissue) WRWTFWW

€ 24,50 LP (2018 reissue) WRWTFWW

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Cronologicamente, “Ki-Motion” é anterior aos dois álbuns até agora reeditados de Midori Takada. Este é o seu ensemble em gravações de 1981, buscando em África a inspiração para o minimalismo rítmico que ouvimos. Marimba, vibrafone e outros instrumentos de percussão tecem uma narrativa auto-explicativa que começa e termina na noção de ritmo como espelho da vida. “Angwora Steps” destaca-se das restantes composições pela intensidade do tom e a ambiência gorda de uma espécie de big band de percussão. Por associação, na procura de referências, ouvimos ecos de algumas bandas sonoras com cenários no Oriente (“Merry Christmas Mr. lawrence” de Ryuichi Sakamoto ou “The Killing Fields” de Mike Oldfield, por exemplo), ainda uma vaga memória de Jon Hassell, mas o modo como Midori Takada conduz este salto entre continentes (África – Ásia) é conciso e percorre o seu próprio caminho. Menos ambiental que “Through The Looking Glass” e “Lunar Cruise”, “Ki-Motion” procura reflectir a dinâmica natural da energia vital Ki que, de acordo com a tradição oriental, percorre todas as coisas. Muito especial.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 19 Junho, 2018

RYO FUKUI Mellow Dream LP

€ 12,50 CD (2018 reissue) We Release Jazz

€ 27,50 LP (2018 reissue) We Release Jazz

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 19 Junho, 2018

RYO FUKUI Scenery LP

€ 12,50 CD (2018 reissue) We Release Jazz

€ 27,50 LP (2018 reissue) We Release Jazz

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 19 Abril, 2018

V/A Spiritual Jazz Vol. 8: Japan (Parts 1 & 2) 2CD / 2LP / 2LP

€ 14,50 2CD Jazzman

€ 24,95 2LP (part 1) Jazzman

€ 24,95 2LP (part 2) Jazzman

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Mitsuaki Kanno – “Kumo No Ito”
Tadao Hayashi – “My Favorite Things”
Minoru Muraoka – “Positive & Negative”
Takeo Moriyama – “East Plants”
Koichi Matsukaze – “Under Construction”
Sadao Watanebe & Charlie Mariano – “Ragam Sinthubairavi”
Shungo Sawada – “Footprint”
New Direction For The Arts – “Sun In The East”
Four Units – “Scarborough Fair”
Tohru Aizawa – “Sacrament”
Keitaro Miho – “Kikazaru”
Tee & Company – “Spanish Flower”
Takeo Moriyama – “Watarase”
Kiyoshi Sugimoto – “Babylonia Wind”
Toshiko Akiyoshi – “Kisarazu Zinku”
Yoshio Ikeda – “Whispering Weeds”

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 22 Fevereiro, 2018

JOE HISAISHI Kissho Tennyo LP

€ 23,50 LP + Poster (2018 reissue) Lag

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Muito antes de Joe Hisaishi se ter tornado famoso pelas magníficas bandas-sonoras para Hasao Miyazaki e os magníficos “Totoro”, “Princess Mononoke” ou “Spirited Away” ou para muitos dos filmes de Takeshi Kitano, o John Williams do Japão criou este “Kisshõ Tennyo”, a sua banda-sonora, uma viagem pela ansiedade da era digital e pela efervescência dos videojogos. Datado de 1984, “Kissho Tennyo” tem muitos dos elementos que temos vindo a descobrir da música japonesa dessa década, tanto pelo lado virtual dos videojogos como pela espiritualidade-ambiental devedora de Brian Eno ou o new age que ressaltou dos Yelow Magic Orchestra. O que salta logo neste trabalho de Hisaishi é o lado minimal-contemporâneo dos ritmos, tons que lembram um Terry Riley em ácidos com Vangelis e o método repetitivo de um Steve Reich misturado com um certos expressionismo high-tech. Uma pérola da música electrónica dos 1980s, um Morricone aos saltos pelo futuro das cores brilhantes dos 1980s na anime. O futuro japonês era tão bom.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 5 Janeiro, 2018

HIROSHI YOSHIMURA Pier & Loft LP

€ 24,95 LP (2017 reissue) 17853

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

À semelhança de “Music For Nine Post Cards”, “Pier & Loft” só foi editado em território japonês, em cassete. Esta é a sua primeira edição em vinil, mais de três décadas após a sua edição original (1983). Se em “Music For Nine Post Cards” há uma tangente com o trabalho ambiental de Brian Eno – e aquele com curadoria de Eno -, em “Pier & Loft” o percurso de música ambiente mantém-se mas com uma toada muito mais cinematográfica em modo Vangelis-Blade-Runner. A escala escapa-se ao barroco, mas o teor sintético, a elevação dos sons e a construção das sobreposições fazem lembrar certos momentos do grego. Tal como em “Nine Post Cards” há um certo romantismo nos temas, umas espécie de execução apaixonada, estática, livre de qualquer vontade de altos e baixos. E a precisão fantástica de Hiroshi Yoshimura torna eterno cada segundo de “Pier & Loft”. É uma das definições mais bonitas de elegância.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 13 Dezembro, 2017

GEINOH YAMASHIROGUMI Akira: Symphonic Suite 2LP

€ 41,50 2LP Milan

[audio:http://www.flur.pt/mp3/399858-2-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/399858-2-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/399858-2-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/399858-2-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/399858-2-5.mp3]

Talvez nenhum outro filme de animação tenha uma banda-sonora tão importante como a de “Akira”, a cargo de Geinoh Yamashirogumi. O filme foi construído em volta da banda-sonora e para quem conhece a obra isso só pode ser demasiado evidente. Não é só uma questão de fluência, mas o universo de Akira em filme não poderia existir sem estes sons. Para quem está familiarizado com uma e com outra, as coisas completam-se, as imagens surgem com os sons e ao ouvir os sons as imagens surgem. É música que ocupa o espaço, que faz fluir imagens e que soa cada vez melhor do que os tempos passam. A existência de uma reedição oficial, e de qualidade, em vinil desta obra-prima é um mistério que acabou em 2017. Existe e está aqui. Já falámos de Geinoh Yamashirogumi noutro momento, mas o conjunto liderado pelo genial Shoji Yamashiro nunca realizou algo tão preponderante e universal como em “Akira”. É mágico, alucinante desde os primeiros sons de “Kaneda”, hipnótico em todo o seu caminho (o cume é atingido em “Tetsuo”) e um sonho em metamorfose (“Dolly’s Polyphony”, um dos temas mais curtos, é arrepiante e uma pesadelo em movimento). Se nunca ouviram, do que é que estão à espera? Se isto não está em vossas casas, do que é que estão à espera?!

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 6 Dezembro, 2017

JUN FUKAMACHI Nicole (86 Spring And Summer Collection – Instrumental Images) CD / LP

€ 12,50 CD (2017 reissue) We Release Whatever The Fuck We Want

€ 22,50 LP (2017 reissue) We Release Whatever The Fuck We Want

Bem presente, temos insistido nos universos de música funcional que muito têm ocupado editoras sobretudo dedicadas a reedições, como é o caso da WRWTFWW. Fukamachi compôs a música neste disco para a marca de roupa Nicole, fundada em Tóquio ainda na década de 60. Ficando por imaginar o efeito real na passerelle, em 1986, restam as sensações destes sons sem lugar definido, muito familiares e simultaneamente alienígenas, definindo um Oriente vago, como se estivesse a ser descrito a alguém que o desenhasse. Electrónica, música contemporânea e forte afinidade com música de arquivo (library). Oiçam “Shining Through” e terão dificuldade em resistir ao optimismo que a música promove. Em “Early Summer”, qualquer coisa nas cordas recorda a banda sonora de Ryuichi sakamoto para “Merry Christmas Mr. Lawrence”. Assim seguimos tranquilos. Para colocar junto a “Music For Commercials” de Yasuaki Shimizu.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 18 Outubro, 2017

YASUAKI SHIMIZU Music For Commercials CD

€ 13,95 CD (2017 reissue) Crammed Discs

[audio:http://www.flur.pt/mp3/MTM12-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MTM12-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MTM12-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MTM12-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MTM12-5.mp3]

“Music For Commercials” é o que o nome indica, mas está desligado da componente library/exótica em que estes discos normalmente encaixam. É electrónica pura, efervescente, pulsante e magnética. Condensada em blocos de 1, 2 minutos, ricos e cheios de texturas que facilmente lembram os Animal Collective no seu auge, só que imaginado em finais dos anos oitenta (o original saiu em 1987).


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 16 Outubro, 2017

MIDORI TAKADA & MASAHIKO SATOH Lunar Cruise CD / LP

€ 16,50 € 12,50 CD (2017 reissue) WRWTFWW

€ 22,50 LP (2017 reissue) WRWTFWW

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

“Lunar Cruise”, com o pianista Masahiko Satoh, é uma aventura gloriosa que quase ofusca a viagem de “Through The Looking Glass”. A percussão de Midori Takada ocupa grande parte da dimensão da música e é feroz e elíptica até causar tonturas. “Lunar Cruise” Foi editado originalmente em 1990, apenas em CD, espécie de culminar de uma longa digressão que levou Takada e Satoh a vários continentes. Ouvimos os naturais ecos asiáticos e africanos, neste álbum que já incorpora, também, a tecnologia digital evoluída na década de 80 ao serviço da música. Pontualmente mais chegado a um padrão minimalista do que “Through The looking Glass” alguma vez foi, sete anos antes, “Lunar Cruise” divide-se, no entanto, em pequenas e variadas excursões que tanto evocam Steve Reich como os tambores de Kodo como, ainda, escapam para um universo mais próximo do jazz, com Haruomi Hosono no baixo e Kazutoki Umezu em sopros. Exotismo autêntico reinterpretado por músicos japoneses que não deixam, por seu lado, de ser exóticos do nosso lado do mundo.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 15 Julho, 2017

KENJI KAWAI Ghost In The Shell OST LP / LP + 7″

€ 22,50 LP We Release Whatever The Fuck We Want

€ 38,50 LP + 7″ We Release Whatever The Fuck We Want

Em ano de remake da animação japonesa “Ghost In The Shell”, a enorme We Release Whatever The Fuck We Want, reedita em vinil uma das bandas-sonoras mais importantes da década de 1990. É importante, mesmo que nunca a tenham ouvido ou ouvido falar sequer nela. O trabalho de Kenji Kawai serve na perfeição o filme. Se não viram o original, a sério, do que estão à espera? É um dos trabalhos mainstream mais importantes sobre identidade dessa década. E talvez hoje aquele universo realizado em 1995 ainda faça mais sentido. “Ghost in The Shell” não seria o mesmo sem o som de Kawai, a banda-sonora conta uma narrativa dentro do filme, segura a mão do espectador na questão existencial da protagonista, enquanto lhe abre os olhos para toda a cidade em redor. Tal como na década anterior a banda-sonora de “Akira”, dos Geinoh Yamashirogumi, o fazia. Aqui a expansão é maior, as canções sobrevivem sem as imagens e mostram uma exploração concisa entre o tradicional e a electrónica, o ambiental e a música de dança, e o eterno confronto entre passado e futuro. Facto curioso, “Ghost In The Shell” soa menos datado hoje do que soava quando foi editado. É sinal de que as coisas foram na direcção certa (parece contrassenso, mas não o é, é preciso ouvir o disco para o perceber). Kawai revela uma noção de tempo assombrosa (“Ghosthack” é simplesmente perfeito) e o modo como pauta o som de ficção científica pós-“Blade Runner” e Vangelis é visionário. Talvez hoje, no presente, falte o hábito para perceber isso, mas estas reedições servem precisamente para descobrir, redescobrir e perceber a história. Kawai e “Ghost In The Shell” é uma peça que ajuda a compreender alguma da electrónica e música ambiente que e ouve em 2017. A música, ainda por cima, vejam lá, é soberba.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 19 Abril, 2017

PECKER Pecker Power LP

esgotado LP (RSD 2017) Rush Hour JPN

Novo capítulo na divisão japonesa do catálogo Rush Hour. Dub bem funky, editado originalmente em 1980, só originais + versões de “jamming” e “Concrete Jungle” (Bob Marley). Por algum motivo a que não conseguimos ter acesso, o álbum inclui arranjos e participações de Sly & Robbie, Tyrone Downie (teclista de sessões com Bob Marley e Tom Tom Club, por exemplo), Aston e Carlton Barrett (Upsetters e Wailers), Augustus Pablo e outros nomes importantes na cena jamaicana. Pouco parece colocar “Pecker Power” no Japão (excepção clara para “Pecker Power (Part One)”, há uma corrente sonora bastante universal a atravessar o disco, isto é, dub produzido por quem sente profundamente dub, feliz por ter acesso a esta música espacial, mental, e colocar a sua mão num produto final que pode partilhar com o mundo. Disco luminoso, pausado como deve ser, tocado por mestres de acordo com os Mandamentos. Supremo.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »