Sexta-feira, 13 Abril, 2018

RAINFOREST SPIRITUAL ENSLAVEMENT Green Graves 3LP

€ 36,50 3LP Hospital Productions

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 12 Abril, 2018

RAINFOREST SPIRITUAL ENSLAVEMENT Taking Place In The Foyer 12″

€ 18,95 12″ (2017 reissue) Hospital Productions

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4

Green vinyl.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 12 Abril, 2018

RAINFOREST SPIRITUAL ENSLAVEMENT Papua Land Where Spirits Still Rule LP

€ 18,95 LP (2017 reissue) Hospital Productions

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Green vinyl.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 1 Junho, 2017

DEDEKIND CUT American Zen 2LP

€ 23,95 2LP Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS485-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS485-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS485-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS485-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS485-5.mp3]

Editado no ano passado em cassete, “American Zen” é agora disponibilizado em vinil. Dedekind Cut faz parte de uma nova geração que está a encontrar novos caminhos na electrónica e na música ambiente. Poderia estar ao lado de vários nomes presentes na compilação “Mono No Aware” da PAN. Yves Tumor é um que vem logo à memória, não só por já ter colaborado com Dedekind Cut (na mixtape “Trump$America”), também porque os dois trabalham os limites da electrónica pastoral. Em “American Zen” a música respira-se, não se ouve. As harmonias, ondas sonoras, entram nos ouvidos como um som de fundo que esteve lá sempre. À falta de melhor descrição, é uma perfeição como música de fundo, embora isso lhe sirva menos como um elogio e soe mais a um ponto negativo. Mas é um elogio, há um novo som de mar aqui, de vento, de televisão ligada, de pista de dança quando se está desligado da realidade em volta. É uma mistura disso, raramente acontece simultaneamente – e ainda bem – e é anestesiante quando se percebe como os temas de “American Zen” se perpetuam para lá dos ouvidos. É um futuro bonito este que está a aparecer na música ambiente.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 11 Fevereiro, 2016

RON MORELLI A Gathering Together CD / LP

€ 14,50 CD Hospital Productions

€ 20,50 LP Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS-477-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-477-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-477-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-477-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-477-5.mp3]

Desde “Spit” (já foi em 2013, caramba) que Ron Morelli tem mostrado um trabalho em volta da paciência, de como a saturação de certos sons através da repetição, de batidas que entram em rotação até ao desgaste, conseguem inverter a perspectiva do aborrecimento e criar melodias e emular um pouco um esquema de dança, mesmo que a sensação nunca seja essa e que a coisa esteja mais próxima de um industrial de Conrad Schnitzler ou de qualquer coisa que simplesmente só existe por ser excessivo. “A Gathering Together” é uma espécie de passo virtuoso nesse sentido, o jogo de paciência torna-se mais extenso, febril, e há claramente uma procura pelos detalhes, por outros materiais e caminhos, e menos pela saturação directa e metálica que existia em “Spit” e depois em “Periscope Blues”. Ou seja, de certa forma este álbum é mais abstracto é um disco mais sensorial nesse sentido e menos físico do que o que Morelli fez para trás. E a perda dessa fisicalidade é notória e contornada com mais detalhes, paciência e uma sensação quase futurista da ansiedade e do colapso. São ritmos que só existem na cabeça de Morelli e que, de alguma forma, ele consegue formá-los e transmiti-los para o ouvinte. E funciona. Cada vez melhor.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 11 Fevereiro, 2016

NINOS DU BRASIL Para Araras 12″

€ 11,50 12″ Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS-448-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-448-2.mp3]

No campeonato da electrónica/industrial, “Novos Mistérios” foi um dos melhores álbuns de 2014 e redondezas, mas desde então que os Ninos Du Brasil não apresentavam material fresco. Fresco e hot. “Para Araras” é um maxi com dois novos temas, ambos incríveis, e totalmente filhos de “Novos Mistérios”, mas menos industriais e mais virados para a pista: principalmente “Algo Ou Alguém Entre As Árvores”, groove viciante e maléfico e algo para devorar com insistência nos próximos dias. “A Magia Do Rei”, no lado A, serve de ponte para o passado e presente dos Ninos do Brasil, uma componente mais progressiva e ostensiva, algo que não existia em “Novos Mistérios” e que aqui surge com proeminência, e que conquista novos territórios no lado B.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 31 Agosto, 2015

ALESSANDRO CORTINI Risveglio CD / 2LP

€ 15,50 € 12,50 CD Hospital Productions

€ 26,50 2LP Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS-426-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-426-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-426-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-426-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-426-5.mp3]

Pegando num Roland 202 e num TB303 Alessandro Cortini prossegue – para nosso deslumbre – com a sua carreira na Hospital Productions. “Sonno” é dos álbuns mais fascinantes de electrónica que ouvimos nos últimos anos e em “Risveglio” sacode um pouco o lado mais romântico do seu primeiro álbum na editora e entrega algo mais despido, preso ao osso, de certa forma romantizando o esqueleto da sua música. Enquanto “Sonno” tinha uma linha mais industrial, em “Risveglio” sente-se um Vangelis menos categórico: uma contenção que se abre para tons de épico mas que o faz em direcção à criação de atmosferas e menos na procura de algo barroco ou com tons de epopeia. Há qualquer coisa de regressivo e bom neste passo de Cortini, quase como nos dando um novo início depois da surpresa que causou há uns tempos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 20 Novembro, 2014

ALBERICH Nato-Uniformen 2LP

€ 21,95 2LP Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS-421-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-421-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-421-3.mp3http://www.flur.pt/mp3/HOS-421-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-421-5.mp3]

Como tem sido habitual, algumas das edições da Hospital Productions são reedições de material dos seus artistas que já tinha sido editado em cassete, seja na própria editora ou noutra. “NATO-Uniformen” é um desses casos, uma versão redux das oito cassetes que foram editadas; das trinta faixas sobreviveram 19, num duplo vinil limitado a setecentos exemplares. Ouvir este disco agora não é voltar atrás naquilo que já conhecemos de Alberich, “NATO-Uniformen” é um balão de ar quente da electrónica a que nos habituou em lançamentos posteriores. Tem, surpreendentemente, uma selecção muito coerente, numa fronteira muito própria entre o techno e uma electrónica/industrial pesada e que nunca nos dá a mão. Há qualquer coisa de permanentemente apocalíptico e, sim, é fácil fazer relações directas com a guerra/sons de guerra (os próprios títulos das canções puxam a isso), mas isso seria levar grande parte destes temas para um lado negativo, quando na verdade se ligam mais a uma música de dança derivativa do noise. Compilação muito brava. O melhor que ouvimos de Alberich até agora.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 20 Outubro, 2014

FUNCTION / VATICAN SHADOW Games Have Rules CD / 2LP

€ 15,50 € 12,50 CD Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS-425-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-425-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-425-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-425-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-425-5.mp3]

O encontro entre Function e Vatican Shadow poderia resultar no que é hábito que a nossa cabeça construa em volta destes encontros: o melhor de dois mundos. Nada disso. “Games Have Rules” é uma espécie de paisagem harmoniosa de espectáculos ambientais/dub que temos encontrado nas reedições da Bureau B e em alguns discos da Artificial Intelligence. É, e com alguma surpresa, vale a pena dizer, um disco superior a qualquer uma das entradas recentes destes dois artistas (e não nos estamos a esquecer do maravilhoso “Incubation” de Function), mas “Games Have Rules” é uma banda-sonora evocativa, perfeita, completamente em sintonia com sons do presente e com os sons do presente que se ligam ao passado. Ou seja, é um disco absolutamente consciente do agora mas que acerta na dose e na direcção da nostalgia. Simultaneamente, “Games Have Rules” tem uma sensibilidade fora do comum, sons quentes que nos fazem esquecer as máquinas e que nos colocam numa espécie de trópicos das atmosferas electrónicas.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 22 Setembro, 2014

LUSSURIA Industriale Illuminato CD / LP

€ 15,50 € 12,50 CD Hospital Productions

€ 20,95 € 19,50 LP Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS-420CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-420CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-420CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-420CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-420CD-5.mp3]

“American Babylon” começou por ser um lançamento discreto da Hospital, embora não tenha sido o primeiro álbum de Lussuria na editora. Apesar de lançado originalmente em digital em 2012 e de só no ano seguinte ter direito a um lançamento em vinil e a um maior destaque em diversas publicações, Lussuria foi logo apontado em 2012 como um dos mais originais criadores desta nova vaga de industrial. “American Babylon” era um conjunto singular de temas, onde o tom críptico da batida mais industrial se misturava com ambiências de um Leyland Kirby a brincar com satã. “Industriale Illuminato” é uma continuação precisa do anterior álbum na Hospital, um jorrar de emoções numa primeira camada mais ambiental (curiosamente aqui a recordar muito os “Disintegration Loops” de Wlliam Basinski) e uma camada superior que insere uma claustrofobia de beats grossos e desconexos que dão uma composição mais fragmentada a estes novos temas de Lussuria. Essa fragmentação já existia em “American Babylon”, só que aqui ela assume um papel mais denso, quase como se criasse uma narrativa por cima das narrativas à Basinski de “Industriale Illuminato”. Sem que as duas partes se contrastem, é um disco que parece apoiado numa ideia de fuga dos clichés desta nova vaga e em fazer render a dicotomia como margem para Lussuria definir o seu próprio som. “Venus In Retrograde” lista bem essas intenções, com a sua percussão escura e simultaneamente espectral que parece confluir com uma espécie de sons de memória que existem no esqueleto da canção.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Agosto, 2014

ALESSANDRO CORTINI Sonno CD / 2LP

€ 12,50 CD Hospital Productions

€ 23,95 2LP Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS-412-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-412-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-412-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-412-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-412-5.mp3]

Num teste cego “Sonno” passaria facilmente como um disco que ainda não se ouviu de Brian Eno. Dos bons. O prospecto ambiental que Alessandro Cortini (responsável pela electrónica dos Nine Inch Nails) propõe aqui é simplesmente maravilhoso e encaixa-se na perfeição na boa tradição de óptimos álbuns ambientais que a Hospital Productions tem editado ao longo da sua vida (e estamos a pensar mesmo no topo dos topos, “Imperial Distorion” de Kevin Drumm”). Aqui talvez tudo pareça derivativo da vaga de kosmische de há uns anos, mas o som de Cortini é frequentemente granular, evocativo e coloca-nos naquele lugar deserto onde só alguns discos ambientais nos conseguem levar. Usando pouco mais do que um Roland MC 202 e alguns efeitos dos pedais, Cortini cria atmosferas reduzidas a um mínimo, a uma simplicidade que sabe evocar os clássicos mantendo uma identidade muito proeminente. É estranho falar de identidade quando se fala em teste cego e Eno no mesmo texto. Mas isso também quer dizer qualquer coisa.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 23 Maio, 2014

PRURIENT Cocaine Death LP

€ 20,95 LP Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS-410-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-410-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-410-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-410-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-410-5.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 14 Maio, 2014

NINOS DU BRASIL Novos Mistérios CD / LP

€ 12,95 CD Hospital Productions

€ 20,95 LP Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS-411CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-411CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-411CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-411CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-411CD-5.mp3]

Acompanhar os lançamentos da Hospital nos últimos meses é um acto dado à imprevisibilidade. Embora a editora mantenha um registo na electrónica, há muito que deixou de ser uma casa para puristas que procuram uma certa coerência na linha de discurso. E não é que haja incoerência na editora de Dominick Fernow, mas passou a existir claramente uma vontade de não estar fechada em derivações do noise e do industrial e de ficar sensível a rituais mais próximos da dança. Pode-se ver Ron Morelli como alguém num limbo desses dois universos e estes Ninos Du Brasil (Nicolò Fortuni e Nico Vascellari) como o projecto que realmente dá o salto para outro lado. Os ritmos e o ar de carnaval de “Novos Mistérios” abrem claramente horizontes na Hospital e mete-a num campeonato que veríamos mais associado a uma parte da Kompakt ou da Cómeme. E se grande parte do disco é descaradamente frontal, o último tema – que, curiosamente, dá título ao álbum – pede claramente para relaxarmos, descansarmos num sítio onde parece não haver urgência. É como se toda a narrativa frenética dos Ninos Du Brasil nos conduzisse para uma praia com cocktails e bronze. Fantástico.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 14 Maio, 2014

RON MORELLI Periscope Blues LP

€ 13,50 LP Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS-405-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-405-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-405-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-405-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-405-5.mp3]

Depois da fome há fartura? Talvez. Ou talvez nos últimos meses faça realmente sentido que Ron Morelli tenha saído da toca e deixe de ser apenas o cérebro que está por detrás da L.I.E.S. e comece a afirmar-se como um dos nomes mais entusiasmantes de uma electrónica que pode caber numa pista de dança, mas é sobretudo alienante, emocional e sem medo de experimentar. A parte mais interessante do som de Morelli é que as suas ideias parecem sempre variações de um mesmo tema, com um clima de tensão maior ou menor e um espaçamento de ideias mais disperso ou mais conciso. Se “Spit” e “Backpages” formaram um capítulo da sua história, “Periscope Blues” abre definitivamente outro, um que compromete o Morelli da L.I.E.S. mas que não tem medo de abrir fachadas para o seu desejo em concretizar música electrónica mais experimental. É algo palpável na electricidade dos sons e no modo claustrofóbico como nos abandona nos seus temas: somos deixados à deriva, à procura de um sentido para aqueles processos repetitivos, maquinais, simultaneamente austeros e mágicos. Paranóico, delirante, fabuloso.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 31 Janeiro, 2014

VIRILE GAMES Wounded Laurel LP

€ 13,50 LP Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS391-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS391-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS391-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS391-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS391-5.mp3]

Pequena advertência antes de continuarmos: a prensagem deste disco não é perfeita, fica presa nalgumas agulhas/pratos em diversos momentos. Sabemos, por experiência, que acontece apenas nalguns casos, mas acontece. A troca ou reembolso será feita sem qualquer problema.
Virile Games é um projecto de Max Gudmunson, que finalmente vê editado em vinil este brilhante “Wounded Laurel”, trinta minutos de música onde trabalha ambiências decadentes que fazem lembrar o “haunted ballroom” de Leyland Kirby mas com um uso intenso de graves, que exploram da melhor forma o lado mais quente e acolhedor que o género pode ter. Parte do fascínio de “Wounded Laurel” vem mesmo daí, é um álbum de imagens escuras mas frequentemente convidativo, em que a repetição parece esticar o tempo e abrir-nos o quarto que parece fechado no início de cada tema. Ao contrário de muito do que se faz dentro do género, ou de muito do que tem saído na Hospital, Gudmunson quer claramente que vejamos o mundo lá fora, jogando raios de luz através de sons que parecem extraterrestres ao género. Os graves embalam-nos para essa viagem e os temas, quando atingem o seu pico, tornam-se quase-sublimes.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 27 Dezembro, 2013

RON MORELLI Backpages 12″

€ 11,95 12″ Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS-406-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-406-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-406-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-406-4.mp3]

Melhor do que encontrar Ron Morelli a desvendar um sucessor para as ideias de “Spit”, é ouvir mais trinta minutos de temas que seguem as linhas do álbum lançado recentemente e oferecer-nos uma versão mais extensa da magnífica “Crack Microbes”. A “Backpages” talvez falte uma história/narrativa, mas isso é substituído por quatro temas que elevam o estado do som que criou a territórios mais livres. Isto é, “Backpages” não são canções que ficaram de fora, b-sides, mas visões e experiências expandidas para outras frequências que não poderiam existir num disco tão incisivo como “Spit”. Neste formato ambíguo de um 12”/MLP pode dar-se ao luxo de editar algo tão magnífico como “Public Consumption”, um tema de synths pesados com um tom próximo do drone – mais pelo peso que vai criando, do que propriamente pelo som – e que se vai mostrando voluptuoso à medida que os minutos passam. E neste contexto mais livre, algo como “Another Hit” não fica deslocado logo a seguir: acid techno absolutamente frenético com aquela infusão L.I.E.S. infalível. Imaginem “Backpages” como aquele capítulo extra que vem com uma segunda edição, só que vem separado, para não destoar a perfeição de “Spit” e para prolongar a nossa satisfação. Perfeito.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 13 Dezembro, 2013

RAINFOREST SPIRITUAL ENSLAVEMENT Folklore Venom LP

€ 17,95 LP Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS396-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS396-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS396-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS396-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS396-5.mp3]

Rainforest Spiritual Enslavement é o projecto de Dominick Fernow (Vatican Shadow) que mais se distancia de tudo o resto que o músico tem feito nos últimos anos. Depois do magnífico “Black Magic Cannot Cross Water” ter sido reeditado neste ano pela Blackest Ever Black, chegou a altura de dois outros álbuns seus terem o mesmo tratamento na sua Hospital Productions. O som que Fernow procura em Rainforest está muito próximo dos ideais de “haunted ballroom” de Leyland Kirby ou das cassetes que os Demdike Stare têm editado (que são trabalhos completamente distintos da sua restante discografia). “Folklore Venom” enquadra-se num ambient tenso, onde somos subjugados à ideia de que há algo iminente a acontecer. Ao contrário do que acontece em Vatican Shadow, por exemplo, em que o som obriga-nos a reagir fisicamente e procura muitas vezes o confronto, neste disco e em grande parte da discografia de Rainforest, Fernow parece querer ensinar-nos noções de ritmo, prendendo-nos em beats geometricamente simples que são adornados à volta por field recordings em loop. É uma boa tensão que se sente em “Folklore Venom”, um desafio que brinca incansavelmente com o ritmo e que nos obriga a ser pacientes. Consegue uma atmosfera própria e instala-se no nosso imaginário como uma espécie de versão alternativa a uma banda-sonora de um filme de Carpenter.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 12 Dezembro, 2013

RAINFOREST SPIRITUAL ENSLAVEMENT The Plant With Many Faces LP

€ 17,95 LP Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS395-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS395-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS395-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS395-4.mp3]

Tal como nos havia mostrado em “Black Magic Cannot Cross Water”, Dominick Fernow também sabe trabalhar bem com field recordings e criar ambientes construtivos que não tentam exigir-nos uma mensagem ou uma reacção, mas deixar-nos infiltrar por atmosferas enigmáticas que parecem habitar outros mundos. De certa forma, o que ouvimos em “The Plant With Many Faces” é uma espécie de música de pântano, não no sentido dos Creedence, mas na construção de um habitat de filme de terror no qual somos inseridos. Muita coisa é misteriosa na música de Rainforest Spiritual Enslavement, mas o mais misterioso é como os quatro temas aqui presentes deixam cenários que não cessam em desaparecer da nossa cabeça. Tal como Leyland Kirby faz nos seus discos como Caretaker, Fernow explora em Rainforest uma procura exaustiva por lados mais escuros – sem serem necessariamente obscuros/tristes/pedrados – da nossa memória. É música que causa medo pela antecipação, mas não causa pânico, aliás, deixa-nos absolutamente tranquilos e relaxados, como se o ambiente criado na nossa cabeça fosse uma realidade alternativa. De certa forma até é, e essa espécie de mundo paralelo que Fernow consegue criar nos seus discos enquanto Rainforest Spiritual Enslavement é realmente especial.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 3 Dezembro, 2013

RON MORELLI Spit CD / LP

€ 15,50 € 12,50 CD Hospital Productions

€ 18,50 € 16,95 LP Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS407CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS407CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS407CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS407CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS407CD-5.mp3]

Em 2012 e em 2013 é indiscutível que Ron Morelli é um dos nomes incontornáveis da música electrónica/dança. Tal como Bill Kouligas na Pan, Morelli tem contribuído para a confusão da fronteira entre dança e electrónica nos últimos dois anos. O seu trabalho na L.I.E.S. é magnífico. A editora poderia ser uma daquelas coisas altamente coladas ao hype, mas a verdade é que ainda hoje falamos dela, os seus discos esgotam com uma rapidez impressionante e, se contarmos os dias, estamos nisto há três anos. Hype? Não parece. Mais do que criar um património, a L.I.E.S. tem sido óptima a construir a ideia de que aquilo que cria é novo. Não o é, mas o modo como o faz, com uma total inocência e desrespeito pela história funciona para a sua missão: desbrava caminho e faz chegar um novo som a novas cabeças que, provavelmente, não chegariam a esse som se tivessem que ir aos livros. De certa forma, a L.I.E.S. é a representação máxima – e bem feita – da cultura do presente incorporada na música de dança: falta de atenção, hedonista e real o suficiente para fazer o mundo acreditar nos seus ideais. Bom ou mau, é o que é. E, talvez por isso, este “Spit” foi um dos álbuns mais antecipados deste último trimestre. Chega-nos às mãos e é de facto uma maravilha, uma obra que apropria os beats comuns que frequentam habitualmente os maxis da L.I.E.S. mas que são adaptados a uma construção que não serve propriamente a música de dança, mas também não são uma composição perfeita para se enquadrar na electrónica. Às vezes, nos seus momentos mais deslocados, faz lembrar a estreia de Rashad Becker neste ano (“Sledgehammer II”) e noutros é um corpo perfeito para um filme de terror. “Spit” é, mais do que um grande disco, um retrato esgotado de uma sociedade, onde o carácter é algo que parece existir não nas pessoas mas em ideias imaginadas e recicladas ao longo do tempo. Algo abstracto sim, “Spit” deixa-nos assim.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 14 Novembro, 2013

VATICAN SHADOW Remember Your Black Day CD / LP

€ 16,50 € 12,50 CD Hospital Productions

€ 19,50 € 17,95 LP Hospital Productions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HOS-399-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-399-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-399-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-399-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HOS-399-5.mp3]

Pouca admiração causará se dissermos que dois dos melhores discos de Vatican Shadow (Dominick Fernow) são, precisamente, as duas edições mais notórias que lançou até ao momento. Primeiro o fantástico “Ornamented Walls” na Modern Love e agora este “Remember Your Black Day” na Hospital Productions (editora que Fernow dirige). O que distingue “Remember Your Black Day” dos restantes discos de Vatican Shadow na Hospital Productions é a clara consciencialização de que alguns discos deste novo-industrial têm que sair do beco em que se meteram. E é por isso que logo ao segundo tema (na realidade o primeiro, porque existe uma intro curta) ouvimos sons pouco usuais na música de Vatican Shadow e beats que não são austeros e que são quase downtempo. No fundo, o que Fernow quis em “Remember Your Black Day” foi massificar o seu som, polindo-o e tirando as pontas agrestes que estão noutros álbuns. E o resultado tem qualquer coisa de majestoso, um tema como “Enter Paradise” tem uma pujança maior graças à fidelidade e à pureza que apresenta. E o resultado acaba por ser mais eficaz do que noutras demonstrações mais directas e cruas. Às vezes parece um disco rock, só com guitarras, apesar de ser todo com máquinas. Já não esperávamos ser surpreendidos por Fernow enquanto Vatican Shadow.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »