Quinta-feira, 24 Janeiro, 2019

ROMPERAYO Que Jue? LP

€ 16,50 LP Souk / Discrepant

Segundo capítulo de uma nova sublabel da Discrepant, a Souk, dedicada a beats, com os mesmos fundamentos que se assumem na filosofia da editora mãe: não há razões para se criarem fronteiras. “Que Jue” encontra Romperayo (Pedro Ojeda) a viajar por técnicas clássicas de cumbia e a dopar a manipulação do som com frenéticos impulsos de bateria, esquizofrenia psicadélica e magnetismo suado. Os temas de “Que Jue” são viciados em padrões repetitivos, em manobras astutas de convencer que há um infinito número de beats, de variações, em cada segundo. Quando os ritmos mudam a meio dos temas, é quando Romperayo expressa todo o seu império de sons. “Que Jue” é louco e nuclear, uma bomba prestes a explodir, sem exotismos, sem global beats, só suor, fantasia, ácidos e os Jefferson Airplane tropicando.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 14 Janeiro, 2019

V/A Antologia De Música Atípica Portuguesa Vol. 2: Regiões

€ 16,50 LP Discrepant

EM BREVE / SOON

A Discrepant descobriu uma forma exemplar de fazer o português – e não só – olhar para a música portuguesa contemporânea. Cola-se a palavra “Antologia”. Cola-se a palavra “Antologia” como um truque, um engano, uma virtude do arquivo e da prospecção de olhar para o passado como uma coisa válida. O presente não é antológico. Ou será? É nas “Antologia De Música Atípica Portuguesa”. O “atípica” é o que nos leva ao engano, ou, neste caso, à verdade. O “atípica” remete para o truque, desmascara a “antologia”, dá-nos o presente. Um presente composto por Síria (Diana Combo), Random Gods, Ondness, Filho da Mãe, Live Low, Banha da Cobra, Fantasma, Gonzo e Luís Antero. Nomes conhecidos, nomes desconhecidos, nomes que compõem um mapa da música contemporânea portuguesa, que se dispõem à electrónica, ao field recording, ao contacto com a tradição. É uma típica colecção, uma forma de julgar a própria música, a própria sociedade. Uma forma, também, de colocar esta música noutro patamar: que se vê a ser portuguesa, mas que também se vê a ser tudo o mais. E talvez, por isso, até o “Portuguesa” pudesse ser uma falsidade. Música do mundo, para o mundo, entre valsas que dançam com The Caretaker (“Por Riba”, Síria) ou “Malta Inquieta” (Ondness) que funde o jazz e a electrónica como só esperamos ver nos catálogos lá de fora. Mas hey, é cá dentro. Atípico é tropeçar nisto e não ficar encantado. Deleite


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 29 Novembro, 2018

JIBÓIA OOOO LP

€ 14,95 LP Discrepant

Quando Óscar Silva apresentou Jibóia no início desta década tornou bem claro que a sua música iria beber a diferentes trópicos deste mundo, procurando uma conexão entre climas e ritmos que não obedeceriam estritamente a regras de tempo e espaço. Procurar influências na sua música é um exercício imperfeito, porque ela se abre de forma cósmica, sem barreiras, à procura de novos sons ao invés de reflectir sons que se têm presentes. A partilha é um elemento crucial na criação da música de Jibóia. Nos seus três lançamento anteriores procurou colaboradores que ajudassem a criar a dinâmica que queria no seu som. No passado trabalhou com Makoto Yagyu (If Lucy Fell, Riding Pânico e Paus), Sequin, Xinobi, Jonathan Saldanha e Ricardo Martins. Para OOOO contou novamente com Ricardo Martins (Lobster, Pop Dell’Arte, BRUXAS/COBRAS, entre outros) e do seu habitual colaborador André Pinto (aka Mestre André, Notwan e O Morto). A viagem de OOOO é mais partilhada do que nas anteriores. Os três músicos partiram à experiência para criar música através de um conceito, pegando em Musica Universalis, de Pythagoras, que relaciona o movimento dos planetas e a frequência (onda) que eles produzem, com uma harmonia interespacial que essas frequências somadas produzem. Como os músicos descrevem, “é uma relação matemática, algo religiosa até, já que essa musica é inaudível. Uma espécie de conceito poético que designa, ao fim e ao cabo, o som do universo em movimento.” Bem redondinho, é música de cosmos, e não é exagero pensar em Sun Ra como inspiração, dado o diálogo rico, fluente e aberto que acontece entre os músicos ao longo dos quatro temas de OOOO. Os primeiros três temas são referências às 3 principais relações entre as frequências propostas no conceito de Musica Universalis e em cada um deles há um ênfase nos instrumentos de cada um dos músicos: nos de Óscar Silva em Diapason, nos de Ricardo Martins em Diapente e nos de André Pinto em Diatesseron. Esta forma de criar revela uma expansão sonora no som de Jibóia. A sua música flui de um modo livre, mas rigoroso, e circular, trabalhando em constância uma ideia de movimento. É inevitável associar o movimento a viagem, uma que tanto se estende ao cosmos como reforça as convicções de Jibóia/Óscar Silva em trabalhar nas não-convenções do rock e do jazz. O último tema, Topos, reserva para si uma espécie de resultado desta experiência entre os três músicos. Mais do que uma conclusão, Topos é aquilo que existe para lá da partida: uma viagem sem ponto de chegada em percurso elíptico. Não poderia ser de outra forma, música tão aberta, clara e livre é impossível de encaixar na lógica de uma narrativa normal. No fim abre-se um novo início, um ciclo fresco que começa com a certeza de que o caminho será sempre gratificante.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 7 Novembro, 2018

KORAY KANTARCIOGLU Loopworks LP

€ 14,95 LP Discrepant

Editado originalmente em cassete em 2016, “Loopworks” apresenta Koray Kantarc?o?lu’s, artista turco que trabalha frequentemente com som e imagem, que aqui decidiu pegar em samples de discos do seu país natal, das décadas de 1960 e 1970, para criar enigmas sonoros. É fácil cair na armadinha sonora que sugere Leyland Kirby / Caretaker numa primeira audição de “Loopworks”; pela sugestão de “haunted ballroom” ou pelo lado rarefeito do som que parece jogar com o tempo e espaço. A manipulação de Koray é substancialmente diferente, a forma como trabalha os sons, os esticas, repete, mete-os em loop, os destrói em nenhum momento activa o sentimento de memória que é essencial para se conviver com a música de Kirby, por exemplo. Em “Loopworks” os sons procuram a dinâmica de espaço, o assombro de uma nova vida e a beleza de florescer: para ir a extremos, a música de Kirby procura a morte, decadência, o desaparecer, a de Koray a vida, o nascimento, a luz. Esse lado mais luminoso, tão evidente em temas como “263 Loop m v2”, torna este álbum numa raridade, pela escassez com que a memória e o passado procuram um infinito bom de uma forma tão positiva. E, tal como se diz no início, cada canção é um enigma sonoro, mais do que “ambiente” ou uma exposição diferente de “field recordings”, “Loopworks” é uma mensagem encriptada de palavras (ou sons) bonitas com a melhor luz de inverno. Se ainda andam a dormir com as edições da Discrepant, este é um bom momento para acordar: alguns dos discos mais ambiciosos de 2018 que vivem nos limbos da electrónica têm o selo da Discrepant. Só neste mês saíram duas raridades, este “Loopworks” e o assombroso “Tropical Gothic” de Mike Cooper.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 3 Outubro, 2018

GRUPO SAN FRANCISKO DE ASSIS Donde Esta El Camino 7″

€ 6,95 7″ Farsa / Discrepant

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2

Onde está o caminho? Pergunta-se na faixa título deste 7” da Farsa, editora paralela ao universo Discrepant. Activos no início do século XXI, o Grupo San Francisko de Assis explorou de forma rica o universo punk-cristão que brotava na Colômbia. Os títulos das faixas apontam directamente para esse lado religioso (“Donde Esta El Kamino” e “Rio de Nasaret”) e as letras correspondem, contudo os instrumentais guardam uma energia punk primordial, explorando as possibilidades de quando géneros abrem portas inesperadas. Há todo um charme irónico – ou não – na forma como as canções se mostram e revelam este caminho inesperado da música rock na Colômbia no início do século. Edição única e limitada a 500 exemplares, a partir dos masters originais e seguindo à risca o artwork original.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 3 Outubro, 2018

MIKE COOPER Tropical Gothic LP

€ 14,95 LP Discrepant

Activo desde finais da década de sessenta e com uma obra musical e visual espantosa, Mike Cooper continua a renovar-se, hoje, quando já vai para lá dos setenta anos. Um viajante pelo mundo real, tem procurado novos sons para reencontrar a sua música e a dos outros, explorando a sua colecção de guitarras da forma mais adequada que encontra. Perante um disco como “Tropical Gothic” é relativamente fácil pensar na sua música actual com a naturalidade das influências da electrónica que outros exploram nas suas viagens: do universo da Touch a Jan Jelinek, passando, claro, pelo trabalho único da Discrepant nesse campo. Os discos que Mike Cooper tem editado na Discrepant são, e não há outra forma de o dizer, essenciais. “New Kiribati” era uma óptima revisitação ao seu trabalho de final dos 1990s, “Reluctant Swimmer” uma viagem infinita da exploração do som da guitarra até ao formato pop (por via de versões de canções de Van Dyke Parks e Fred Neil). Chegamos a “Tropical Gothic” e não há outra forma de ver a sua música senão como folk. Electrónica de lado, field recordings também, o que acontece em “Tropical Gothic” é uma interpretação única de Mike Cooper de como a sua guitarra descobre os sons locais e os reinventa à sua maneira. O folclore vem com a sua própria forma, mas é de folclore / folk que se trata. Música carregada de imagens, momentos, “Tropical Gothic” é um bilhete para uma viagem entre a contemplação, tradição, o terror, o medo (isto não quer dizer que assuste) e a descoberta (quando “Running Nakes” começa a tocar é só sorrisos, caramba!). São os trópicos sem os clichés, o fascínio sem filtros. Isto aos setentas e muitos é obra. Essencial e revelador de um génio que, se se desconhece, urge descobrir. Tudo é raro e transparente no universo de Mike Cooper. Sentimo-nos abençoados pela sua música. Inacreditável como ainda faz música tão jovem, oportuna, original. Só o seu génio se repete.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 29 Maio, 2018

MONOPOLY CHILD STAR SEARCHERS Make Mine, Macaw LP

€ 14,95 LP (2018 reissue) Discrepant

DISPONÍVEL / AVAILABLE 30.5.2018

Podemos colocar Spencer Clark noutro patamar do que um ex-Skater? Podemos considerar a sua música mais aventurosa do que a de James Ferraro – embora a de James Ferraro encaixe nos moldes mais efectivos da história pop/rock-mundo-das-artes-contemporânea e a torne mais conhecida/culturalmente mais relevante? Sim a ambas. A verdade, ou a história é: dos Skaters sáiram dois dos músicos mais brilhantes da sua geração. James Ferraro encaixa linguagens de Brian Eno, Robert Ashley, Steve Reich e Madonna “Erotica” em encontro com o sonho adolescente de uma recém-chegada Britney Spears. Spencer Clark é o Indiana Jones da história, o artista que partiu em busca de sons, experiências, lugares incomuns e outros planetas – e se eles não existiam, criou-os – e fundou o seu próprio “4th World” com Fourth World Magazine. Sim, há uma exibição de Jon Hassell na sua música, mas que isso não crie expectativas. Clark encontra o seu próprio quarto mundo. Melhor, funda-o. “Make Mine, Macaw” faz parte de uma trilogia dedicada aos pássaros (composta por “”Bamboo For Two” e “The Garnet Toucan”) e foi originalmente editado em CDR em 2010. “Make Mine, Macaw” mostra a importância de redescobrir os CDRs que foram editados na primeira década deste século, principalmente dos norte-americanos, dos que não tiveram medo de abusar nos horizontes como os Skaters, porque passado o filtro do tempo percebe-se que existem por aqui obras monumentais. “Make Mine, Macaw” é uma delas. Uma aventura trópica, psicotrópica, que ligas os primeiros e os quarto mundo e redescobre Jon Hassell com a fluência da música livre do século XXI. Em “Make Mine, Macaw” descobrimos também o melhor Spencer Clark, aquele que voa deixando rasto, que abre horizontes pelas portas mais esquisitas e as torna belas, modernas, contemporâneas. Procuramos tantas respostas “no futuro disto” e “no futuro daquilo” e do que “será da electrónica”, “da música livre e experimental” e o template disso tudo foi criado há 8 anos. Agora chega a todos, com uma edição que respeita esta obra-prima.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 17 Maio, 2018

TASOS STAMOU Musique con Crète LP

€ 14,95 LP Discrepant

Ao longo da sua carreira, Tasos Stamou tem colaborado com músicos como Steve Beresford, Mike Cooper, Kuupuu & Layu Nau, Andrea Parkins ou Sharon Gal, e isso tem permitido desenvolver a sua linguagem no campo da música experimental, especialmente no trabalho improvisado e vivo em volta da electroacústica. “Musique Con Crète” resulta de um processo criativo que durou três anos, na ilha de Creta – Crete -, convivendo com músicos locais, aprendendo as suas frases e explorando os sons da ilha. O resultado é um manto de texturas que viajam entre o tradicionalismo do folk e uma espiritualidade sonora que atravessou – e atravessa – continentes. O trabalho de som, o seu experimentalismo, tem características portáteis, logo adaptáveis, que tornam “Musique Con Crète” num assombro de velho – ou tradicional – e novo, experiência, reflexão e domínio. Bom para viagens no mar.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 8 Fevereiro, 2018

GERMAN ARMY More Bitter Fruit LP

€ 14,50 LP Discrepant

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Se Muslimgauze encontrasse o dub algures no sul da Califórnia provavelmente estaria a fazer o que os German Army fazem neste “More Bitter Fruit”. Um desafio à descoberta do industrial na última década, com guitarras, electrónica e uma série de efeitos a explorarem a selvajaria do som de uma forma simples e assertiva na procura de ambientes escuros que justifiquem a sua presença no presente. Viagem ao melhor dos buracos negros, onde Coil, Black Dice, Excepter e Bruce Palmer convivem em harmonia.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 8 Fevereiro, 2018

PEOPLE LIKE US & POREST Optimized! LP

€ 14,50 LP Discrepant

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 8 Fevereiro, 2018

O MORTO The Forest The People & The Spirits LP

€ 14,50 LP Discrepant

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 8 Fevereiro, 2018

BOSAINA New York April-July 2013 / Two Names Upon The Shore LP

€ 14,50 LP Discrepant

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 8 Fevereiro, 2018

MIKE COOPER Reluctant Swimmer / Virtual Surfer LP

€ 14,50 LP Discrepant

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4

Há muitos anos que começar a ouvir um álbum de Mike Cooper é um processo de permanente descoberta. Por mais que se leia sobre o que se vai ouvir, é impossível adivinhar o que os ouvidos de cada um vão decifrar e de como avaliar o efeito de satisfação quando Cooper surpreende com a sua lógica sonora única. Nos dois temas de “Reluctant Swimmer / Virtual Surfer” há uma caminha de som de vários minutos até nos entregar aquilo a que associaríamos a uma canção de voz e guitarra (e quando Mike Cooper vai por aí, é dos seres humanos vivos mais puros a fazê-lo). “Virtual Surfer” acaba com uma versão de “Dolphins”, tão inesperada quanto onírica. E não, não a vão sentir a chegar mesmo agora sabendo que ela está lá. Essa é uma das virtudes, aliás, a beleza de Mike Cooper.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 8 Fevereiro, 2018

CHUPAME EL DEDO LP

€ 14,50 LP Discrepant

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 8 Fevereiro, 2018

GONZO Dies Irae LP

€ 14,50 LP Discrepant

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 8 Fevereiro, 2018

GONÇALO F. CARDOSO & RUBEN PATER A Study Into 21st Century Drone Acoustics LP

€ 16,50 LP Discrepant

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 8 Fevereiro, 2018

JOHNNY KAFTA ANTI-VEGETARIAN ORCHESTRA LP

€ 16,50 LP Discrepant

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 8 Fevereiro, 2018

V/A / KINK GONG Chango Fo Ji: Buddha Loops From China LP

€ 14,50 LP Discrepant

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 8 Fevereiro, 2018

KINK GONG Tanzania LP

€ 14,50 LP Discrepant

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Foi com Kink Gong e o seu “Xinjiang” que ficámos a conhecer a Discrepant, do português Gonçalo Cardoso, residente em Londres há quase duas décadas, que criou um centro de operações para explorar a música que mais gosta, onde se encaixam global beat, world music, electrónica, electro-acústica e música ambienta avantajada. Em “Tanzania”, Laurent Jeanneau (Kink Gong) afina a construção/desconstrução de uma linguagem sonora sustentada em trips auditivas de colagens que resultam do seu conhecimento adquirido pelos locais que visitam: há aqui uma visão afinadíssima do que significam field recordings no século XXI. Mágico.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 8 Fevereiro, 2018

MUTAMASSIK Symbols Follow LP

€ 14,50 LP Discrepant

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »