Sábado, 26 Novembro, 2011

AQUAPARQUE / JOANA CONCEIÇÃO
É Isso Aí

€ 6 LIVRO Flur / Príncipe  ENCOMENDAR

Segunda edição Príncipe/Flur preenchida com as letras do álbum “É Isso Aí” (2009) de Aquaparque ilustradas por Joana da Conceição. Exemplos pouco geométricos da maneira como funcionam as cabeças, estes textos vivem bem desligados da música mas também se admite que, sem ela, talvez a vida não seja tão longa e próspera. Escaparam-nos durante meses, enrolados dentro do CD ou em eco e efeitos que os transformam, de pleno direito, em outro som à disposição de André Abel e Pedro Magina (este último a voz principal). Com partes de poesia de rua e métrica que acompanha o groove dos sons, os textos agora expostos passam também a ser boa recordação de algo que já conhecemos, comparável à sensação única de ver um bom filme baseado num bom livro que lemos antes. Duas coisas diferentes, a mesma base. Esta edição assinala o concerto de Aquaparque na ZDB, Lisboa, em 18 de Julho de 2009.
32 páginas A5. Impressão laser a cores (Epson Aculaser) em papel de 100g (capa 85g)



imagem 1
imagem 2
imagem 3
imagem 4


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 1 Janeiro, 2011

BILL CALLAHAN The Death’s Head Drawing SKETCHBOOK

€ 3,95 SKETCHBOOK Drag city  ENCOMENDAR


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 1 Janeiro, 2011

BILL CALLAHAN Women SKETCHBOOK

€ 3,95 SKETCHBOOK Drag city  ENCOMENDAR


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 17 Novembro, 2010

ANTONY & THE JOHNSONS
Swanlights LIVRO+CD

€ 18,95 LIVRO+CD Abrams Image

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

“The Crying Light” havia já sido de alguma forma recriado em fotografia por Antony. Aliás, tivemos oportunidade de ver a exposição com 22 dos seus trabalhos, intitulada “Aeon”, no passado mês de Maio na Galeria Pente 10 em Lisboa. Para o quarto álbum do músico e dos seus Johnsons, estava reservada uma revisitação, também ela imagética – agora em forma de livro -, mas mais ampla (já não dedicada apenas a um tema do disco) e, para além de fotografias (incluindo um auto-retrato), com colagens, sobreposições, pinturas e escritos. Um verdadeiro diálogo plástico com a sua música e mitologia (fortemente arreigada a elementos naturais e ao inconsciente). Com 144 páginas e capa dura, o livro é complementado pelo álbum, “Swanlights”, incluído em CD no interior desta luxuosa edição da Abrams Image.

Já vão longe os dias em que colaborámos intensamente para que o nome de Antony se impusesse por direito próprio no Olimpo dos mais importantes escritores e intérpretes de canções. Desde “I Am A Bird Now”, ainda a sua obra-prima (apesar de ser por pouco), que a carreira tem sido calma e serena, sem passos errados nem discos que desmerecessem toda a atenção entretanto atraída – se bem que o inglês-nova-iorquino não deva ter tido garganta para as dezenas e dezenas de convites para emprestar a sua voz a tanta colaboração. “Swanlights” traz Antony às lojas ano e meio depois de “The Crying Light”, e parece querer mostrar um ponto de chegada e partida para as suas canções. Há o tradicionalismo das suas composições, seja em versão intimista – “The Great White Ocean” – seja em modo grandioso, via Nico Muhly, – “Ghost” ou ” Salt Silver Oxygen” são particularmente intensos e vibrantes -, e depois há electrónica e uma nova visão caixa-de-música para “I’m In Love”, o regresso da energia rock do álbum homónimo em “Thank You For Your Love” e algumas canções construídas como se fossem frágeis demais, à beira do colapso formal e emocional. Muitos ritmos e variações que não beliscam em nada a integridade de “Swanlight” – sem surpresas, mais um bom disco de Antony.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 26 Março, 2010

V/A Massive LIVRO

€ 10,00 LIVRO Chili Com Carne

Mais de 60 artistas de todo o mundo responderam ao desafio: desenhar. Fazê-lo sem tema, de olhos vendados, sem direcção – pelo menos aparente – ou tomando como mote o Apocalipse, temática já por si aberta e abrangente. O fim como princípio para um livro cuja única carta para a sua navegação, o verso da fantástica sobrecapa, é um híbrido que poderá tomar a forma de um poster. Restam-nos 104 páginas de desenho nonstop, bloco denso dividido em cadernos coloridos, explosão gráfica diversificada na abordagem, estranhamente coesa e homogénea no resultado final. É vencedora do prémio para a antologia gráfica mais apetecível dos últimos tempos e conta com as participações de Adrien Fregosi, João Sequeira, Anna Ehlermak, Daniel Moreira, André Lemos, Craig Atkinson, Fábio Santos, Gaiihin Gobulgœme, Jean Pierre, Serge Onnen, Stephane Prigent, Carletti L. Traviesa, Jaan Maldur, Alex Gozblau, Alex Vieira, João Maio Pinto, Arturas Rozkovas, Alberto Corradi, Marta Monteiro, Tommi Musturi, Marco Moreira, Stevz, Ludmilla Bartscht, Zeke Clough, Afonso Ferreira, Lili Loge, Anna Bas Backer, Braulio Amado, João Fazenda, Warren Craghead III, Pepedelrey, Bruno Escoval, Daniel Lima, António Jorge Gonçalves, Tanxxx, Claudia Guerreiro, Margarida Borges, Ricardo Martins, Massimiliano Bomba, Manuel Donada, José Feitor, Chanic, Rita Hermínio, Pedro Franz, Marion Balac, MP5, Nevada Hill, Ilan Manouach, Rui Vitorino Santos, João Chambel, Filipe Abranches, Cátia Serrão, Manu Grinon, Milos, Remi Cram, Natalia Umpiérrez, Marto, Ward Zwart, André Coelho, Haz, Jucifer, Sofia Mestre e Pilas.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 23 Julho, 2009

JOSÉ FEITOR As Raças Humanas FANZINE

as racas humanascanibal

€ 6,95 FANZINE Imprensa Canalha

José Feitor é o editor da Imprensa Canalha, integra o colectivo Chili Com Carne e é uma das forças motrizes por detrás da Feira Laica. Antes disso havia o Zundap e deixou saudades. Em 2009 há “As Raças Humanas”, último tomo de uma trilogia iniciada com “O Mundo Dos Insectos” e que continua em 2007 com “Animais!”. Aqui, Feitor parte de um texto de Ernest Granger, publicado em 1924, que passava em revista as raças humanas à luz das ideias da época – com surpresa, algumas delas continuam estranhamente em voga. É uma edição cuidada de 150 exemplares apenas, de 32 páginas cada, entre a cor e o preto e branco. Do estirador à impressora, acabando na mesa de montagem, Feitor segue todos os passos das suas edições, que cuida com verdadeiro esmero. O resultado está aqui e salta à vista. 2009 vai a pouco mais de metade, mas “As Raças Humanas” é ponto alto no que a edições diz respeito. Mais de José Feitor em www.escroque.blogspot.com

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: Um comentário »

Sexta-feira, 19 Junho, 2009

DAVID BERMAN The Portable February LIVRO

€ 9,95  LIVRO Drag City

David Berman foi a força motriz por detrás dos Silver Jews entre 1990 e Janeiro de 2009, altura em que, à semelhança de tantas outras vezes, decidiu acabar com a banda. Sempre às turras com o sentido da vida, atravessou o deserto até o encontrar quando em meados desta década se decidiu converter ao Judaísmo. Ironicamente a resposta parece ter estado sempre debaixo do seu nariz. O filme de estrada “Silver Jew”, documento da primeira digressão da banda em pouco mais de 15 anos de existência e da sua passagem por Israel para dois concertos em Tel Aviv e uma tarde em Jerusalém com visita ao Muro das Lamentações, faz luz sobre este e outros capítulos da história da banda. Agora, se a sua veia poética já era pública através do seu primeiro livro,  ”Actual Air” (e, porque não, dos seis discos dos SIlver Jews, todos eles geniais), o cartoon surge como uma surpresa. Traço simples, despreocupado nas formas e no fluir, que aparece naturalmente sobre o branco da folha, do género daquele que surge quando riscamos um pedaço de papel enquanto atendemos um telefonema. O texto tem humor e é acutilante, embora por vezes pareça uma resposta/reacção a uma qualquer situação à qual somos alheios. Com as devidas diferenças, poderíamos aproximar o seu universo ao de David Shrigley. Contudo, é o próprio Berman que define o seu trabalho como estando algures entre a obra de Gary Larson e de Raymond Pettibon. David Berman vive hoje dias mais calmos e diz que quer ver s sua escrita aplicada aos ecrãs e ser conhecido como um delator que expõe corrupção financeira e governamental – já o começou a fazer e o primeiro visado foi o seu próprio pai. Se os Silver Jews tiverem ficado definitivamente para trás, a nós só nos resta esperar que Berman, independentemente da forma, não deixe de tornar público aquilo que escreve, desenha ou pensa. Será sempre genial.

+ Info sobre o DVD “Silver Jew” dos Silver Jews aqui.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 17 Abril, 2009

MÁRCIO MATOS / PEDRO LOURENÇO
Diamanten Du Caligula / Friendly Galaxy FANZINE

€ 5,00 FANZINE Flur

Primeira edição Flur, um dia tinha de acontecer. 50/50 entre Pedro Lourenço e Márcio Matos e entre Flur e Príncipe, 32 páginas A5, uma capa para cada um, são pequenos portfolios individuais, dois universos distintos e familiares para quem segue os desenhos de ambos. Cosmos em ebulição, freestyle zombie, nuances lo-fi que conquistam o amante de pormenores, são trunfos de Márcio Matos. Pedro Lourenço agora em delírio capilar, uma fase recente de equilíbrios instáveis entre corpos e cabeças, imaginando-se o peso dos cabelos mas compensado pelas expressões de prazer, orgulho e até vaidade de quem se dispôs a servir de modelo neste mundo quase real (o fato de pêlo na página 5 de PL é a única figura com traços de aparição). Truques visuais. Nós gostamos sempre.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: Um comentário »

Sexta-feira, 30 Janeiro, 2009

PEDRO LOURENÇO Blues Control FANZINE

€ 6,00 FANZINE Imprensa Canalha

Nem sequer é auto-promoção (ele nada teve a ver com o texto). Há os que conhecem o Pedro aqui na Flur e os que o conhecem daqui. Também há cartazes para concertos Filho Único, ilustrações para a Yeti (em stock), DN, Expresso e para as revistas Op e Visão. T-shirt para a Clone na Primavera. Se não o conhecem de nenhum destes lados podem começar a tentar. Traço logo reconhecível, pessoas-animais-pessoas, vodu, mitos e realidade – a sugestão de Real é muito forte, mesmo com a confusão sobre quem é o quê em muitos dos seus desenhos. Gostamos de tudo o que ele desenha (parvoíce, mas verdade). “Blues Control”, nome roubado a uma banda incrível, é o seu primeiro livro, publicação da Imprensa Canalha. Desenhado e paginado por PL entre Janeiro e Dezembro de 2008, utilizando marcador sobre papel.
Formato: 20 x 14 cm / 32 páginas / Impressão laser grayscale (Epson Aculaser) em papel branco de 170g / Capa em cartolina Guarro de 160 g / Edição de 150 exemplares numerados que estão a voar.
Temos alguns para venda. Páginas para ver.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »