Sexta-feira, 21 Julho, 2017

NUNO CANAVARRO Plux Quba LP

LP (2015 reissue) Drag City

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

EM BREVE / SOON

Infinita frustração quando esta reedição nos escapou em 2015. “Plux Quba”, de 1988, marcou não apenas a História da música electrónica composta por portugueses mas também tocou muitas sensibilidades além-fronteiras. Jim O’Rourke reeditava o álbum 10 anos depois, na Moikai, e passaram 17 anos adicionais até a Drag City acrescentar mais justiça ao mercado. Montagem de laboratório que parece convocar marcos fundamentais na música electrónica: new age, barroco, música concreta, industrial, minimal, cósmica, improvisada, sampling. É ainda uma experiência auditiva fascinante, procurarmos relacionar-nos com esta forma de ser português – ou tentativa de tornar irrelevante essa origem, talvez. O disco avança em faixas curtas que acabam por beneficiar o todo no sentido de lhe retirar algum peso conceptual que pudesse ter e que, por exemplo, se nota em “Música De Baixa Fidelidade”, de Tozé Ferreira” (não retirando mérito a esse álbum). “Plux Quba” é princípio, meio e fim de um exotismo português ainda sem paralelo. Essencial.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 21 Julho, 2017

PEVERELIST Tessellations CD / 2LP

€ 11,95 CD Livity Sound

€ 20,95 2LP Livity Sound

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

“Tessellations” pode ser um método de criação artística através da junção de formas sem as sobrepôr. Não é claro em que grau espelha o método de composição de Peverelist, mas é significativo que este seja apenas o seu segundo álbum em cerca de uma década (singles, no entanto, são bastantes). Peverelist evoluiu a partir do território Bass inglês para algo que destila várias gerações de rave num híbrido que parece perfeitamente à vontade na sua indefinição. É mais uma questão de sons do que, aparentemente, personalidade. A marca de artista começa pela incorporação de um legado e, depois então, vê-se o que se faz com ele. “Tessellations” acaba por ser um álbum bastante directo, imaginando o seu futuro ao mesmo tempo em que desenha o seu presente numa área pré-definida. Se a conhecem, vão sentir-se integrados. Não conhecendo, podem sempre entrar por aqui. Bom álbum.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 19 Julho, 2017

THE WIRE #401 (July 2017) REVISTA

€ 6,50 REVISTA The Wire

Alguém cujo nome foi directamente inspirado na tenente Uhura (Nichelle Nichols) da série Star Trek começa a vida com boas possibilidades de exploração. O pai de Nicole Mitchell arranjou uma fusão de letras reduzida a Nicole, mas parecia inevitável a referência a ficção científica quando, segundo a artista, ele viu um OVNI quando era miúdo. Nicole Mitchell está na capa da Wire. Adicionalmente, alguns outros destaques são a peça sobre Ectopia (minimal synth em drag), a Invisible Jukebox com Shabazz Palaces, , epifania de Paul Rooney, um Primer sobre a tentacular carreira de Evan Parker, artigo grande sobre Kassel Jaeger e críticas a Nídia e Firma Do Txiga, ambos da Príncipe. De resto, vocês em princípio sabem a quantidade e qualidade de novo conhecimento musical (mas não só) contido nestas 100 páginas. Até com os anúncios se aprende.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 19 Julho, 2017

THE PASSAGE Pindrop CD

€ 11,50 CD LTM

OUVIR / LISTEN
Carnal
Watching You Dance
Locust
A Certain Way To Go
Shave Your Head

The Passage eram um híbrido muito estranho de pop com sintetizadores e obscurantismo pós-punk. Letras panfletárias cheias de ângulos aguçados, expressão de teclados muito presente na mistura de som e uma qualidade sintética sempre a preencher todos os intervalos do que vamos chamar pop/rock, ainda mais do que os Joy Division faziam em “Closer”. “A Certain Way To Go” é glacial e escuro e até um título como “Watching You Dance” esconde algo sombrio no meio dos sintetizadores cósmicos próximos da fase Brian Eno de David Bowie. Toneladas de extras nesta reedição do álbum original, que junta ainda os dois primeiros EPs (8 faixas) e mais minutos de música.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 19 Julho, 2017

FLUX Uncarved Block CD

€ 10,50 CD One Little Indian

OUVIR / LISTEN
The Value Of Nothing
Children Who Know
Footprints In The Snow
Nothing Is Not Done
The Stonecutter

Flux Of Pink Indians chegam a 1986 com outra atitude mas os princípios anarco-punk intactos – “Nothing Is Not Done”, todos os seus gloriosos 9 minutos de dub tribal On-U Sound, anunciam claramente: “Refusing to submit!”. Temos uma coisa por este álbum há muitos anos. Adrian Sherwood nos controles, numa amálgama ambiciosa que junta elementos de African Head Charge, Gentle Giant e punk rockers com mente aberta. Tratamento On-U Sound muito particular, num disco que poderia ser pop – ouvimos “Footprints In The Snow” e a guitarra quase quase soa a The Edge, enquanto a voz de Lu Bell recorda Lora Logic. Mas a percussão desvia bastante a música para outras paragens e acaba por unificar diversas faixas no álbum, começando pela jam inicial, “The Value Of Nothing”, com Style Scott a brilhar. “Uncarved Block” termina com “The Stonecutter”, combinação genial de ambiência dub, vozes etéreas e um quê do universo arty de Brian Eno. O álbum inaugurou o catálogo da One Little Indian, editora fundada precisamente por Derek Birkett dos Flux. Tudo aqui funciona.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 19 Julho, 2017

LINDSTROM / EROT Closing Shot / Song For Annie 7″

€ 9,95 7″ (Record Store Day 2017) Paper Recordings

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

“Closing Shot” é só Lindstrom a estender o seu tapete épico, entre “Knight Rider”, Tangerine Dream e Jean-Michel Jarre, versão curta para um hit de 2016. Mas “Song For Annie” é um dos momentos definidores do Disko norueguês, em 1998, aqui na versão que apareceu no primeiro single da editora Tellé. Erot não viveu tempo suficiente para ser real super-estrela, mas aqueles poucos anos de produção garantiram o mito e, a nós, música feliz, completa, de uma outra galáxia, como se ele sozinho fizesse ainda mais gente feliz do que a banda inteira na animação “Intastella” dos Daft Punk. Premium. Sobras do Record Store Day de 2017.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 19 Julho, 2017

DOC JAY Cite Des Arts 12″

€ 11,95 12″ Sunken Rock

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Se olharmos para a ficha técnica deste disco vamos cruzar os dias de hoje com tempos áureos das editoras Border Community e Output, para onde gravaram Lopazz (masterizador) e Petter Nordqvist (mistura de som). Coerente com a natureza das duas anteriores edições da Sunken Rock, ouvimos house atmosférica, analógica, programada para planar, parecendo nunca subir ou descer a não ser – e isso é relativo – na última faixa “Stagnated Life”, onde o ácido é só um pouco mais aparente e as melodias mais abstractas.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 19 Julho, 2017

YALLY Burnt / Sudo 12″

€ 11,95 12″ Boomkat Editions

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Raime é Yally, novo projecto para se aventurar em sons mais próximos da “bass culture” e do seu futuro. Faz parte de uma nova série da Boomkat Editions, intitulada 12 x 12, de edições com apenas um lado, de músicos próximos da Boomkat. “Burnt” e “Sudo” são temas muito livres que exploram os ambientes de Raime num contexto mais próximo da pista de dança. Em “Sudo” há boa ressaca de jungle e d’n’b, optimizado para o presente. Música fresca e vital.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 18 Julho, 2017

VERA DVALE & PSYKOVARIUS Udu LP

LP Sex Tags Amfibia

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

EM BREVE / SOON

Disco muito presente desde que DJ Sotofett o tocou aqui na loja, há uns meses. Em tom com a presente necessidade de redução de velocidade e intensidade, na procura de um espaço exótico, arejado, mais livre, que alguns teóricos identificam, hoje em dia, como necessário para escapar de um bloqueio de ideias “ocidental”. Olha-se para trás (Retromania) e olha-se para fora (Xenomania). No entanto, os bons discos de evasão, como este “Udu”, catalogam-se a si próprios enquanto decorrem, deixando espaço na nossa cabeça para povoar as colinas sempre suaves na paisagem sonora. O nome Psykovarius é a rigor e instala a trip no sistema antes mesmo de esta começar. Belo, profundo e afectuoso álbum.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 17 Julho, 2017

UMFANG Symbolic Use Of Light CD / LP

€ 13,50 CD Technicolour

€ 18,50 LP Technicolour

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Para lá do enquadramento techno-feminista promovido pelo colectivo Discwoman, Umfang cria de acordo com o impulso do momento e afirma que não procura fazer “arte alta” nem conceptualizar a música que lhe sai. “Symbolic Use Of Light” não soa tão rave como o maxi na 1080p que comentámos há meses, mas essa espécie de recuo estratégico beneficia claramente o formato de álbum. A condição etérea da maioria do material não dispensa a pulsação do groove e as faixas com batida clara não chegam a ocupar metade do disco, reforçando a ideia muito larga de techno que tem tomado conta de um bom sector na cena de dança. Belo, discreto álbum.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 17 Julho, 2017

X.Y.R. Labyrinth LP

€ 22,95 LP Not Not Fun

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Música imersiva, vagamente aquática e com a capa de granulado a que a Not Not Fun habituou os ouvintes do seu catálogo. Acrescentado a isto, o ponto certo de nostalgia New Age eternamente presa num futuro hipotético, sempre positivo. “Shadows Of Forgotten Ancestors” pode referir-se ao filme de Sergei Parajanov, de 1965, mas há ali qualquer coisa de “Zamia Lehmanni”, dos SPK (1986). O disco termina com uma óptima jam cósmica, lenta, directa do estúdio de produção de X.Y.R. em S. Petersburgo. A editora pode ter saído dos radares que marcam hypes mas acreditem que continua a valer a pena conhecer a música que escolhe colocar no mercado.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 17 Julho, 2017

EKOPLEKZ Bioprodukt CD / 2LP

€ 11,95 CD Planet Mu

€ 18,50 2LP Planet Mu

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

“Bioprodukt” arranca com um belo digi-reggae e sustenta o seu corpo com a reverberação da cultura ácida dos 90s e blips do norte de Inglaterra. Há também um tom muito orgânico em faixas como “Consequences” que recorda Peaking Lights no seu mais quente. O álbum mantém, claro, o lado de ciência geek característico da Planet Mu, exibindo com orgulho os sons analógicos “de época” enquanto procura sair do mapa e trilhar alguns caminhos menos definidos, mais sujos talvez. Bom pedaço de IDM clássica na mistura, também, e a satisfação garantida para quem sabe de que se trata quando se escutam estes sons. Para quem não sabe, bem-vindos a um mundo estranho e acolhedor.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 17 Julho, 2017

NOLEIAN REUSSE First Generation EP 12″

€ 10,50 12″ Bio Rhythm

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Comunicação além-fronteiras de Noleian Reusse, de novo com recurso a um vocabulário que não é exactamente aquele mais comum na cena techno. “Beet Juice” pode mandar sensações ghetto tech mas, na verdade, é como se três faixas fossem sobrepostas e competissem por atenção na mistura final. Todo o disco é nervoso, isso é comunicado pela dissonância em linhas de teclado que desafiam os cânones da melodia. Algum ácido e muita tensão mesmo morta para ser descarregada numa pista de dança.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 17 Julho, 2017

PAUL HASLINGER Halt And Catch Fire OST CD / LP

€ 11,95 CD Fire Soundtracks

€ 16,95 LP Fire Soundtracks

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Haslinger fez parte de uma encarnação tardia dos Tangerine Dream, a partir de 1986, e sozinho tem álbuns registados desde 1994, incluindo bandas sonoras para jogos (“Need For Speed: Undercover”, por exemplo) e cinema (“Resident Evil” de 2017, por exemplo). O trabalho que fez com a atmosfera da série “Halt And Catch Fire” capta bem a descoberta de um mundo novo, por vezes radicalmente novo, quando se desenvolviam os primeiros computadores pessoais e se lançavam as bases para o estabelecimento da internet, tal como é conhecida hoje. Os dramas associados ao processo são vividos através da equipa da Mutiny, uma companhia de jogos independente e punk, que evolui progressivamente para criação de hardware e programação de sistemas em rede. O tom da música é tenso e nostálgico, em partes mais românticas estranhamente bem associado a um mundo informático e digital.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 17 Julho, 2017

BEACH HOUSE B-Sides And Rarities CD / LP

€ 15,50 CD Bella Union

€ 28,95 LP Bella Union

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Uma compilação de lados B e de raridades dos Beach House em 2017 serve para relembrar de como a magia deles era tão pouco definida – em termos de som – nos seus primeiros álbuns. Isso jogava bem com o regresso do shoegaze na altura, mas bastou uns aos para perceber que eles estavam um pouco acima disso (afinal, quantas bandas ainda existem daí?). E há também o lado maravilhoso – quase nostálgico – de se ser recordado de que ainda existem lados b. De que há bandas que ainda editam singles e que ou mostram um lado desconhecido, mais experimental, ou então são complementos que se ajustam à época que foram gravados. No caso dos Beach House a coisa situa-se neste último grupo. Os temas fazem parte da sua casa, em nenhum momento se sente estranheza. Aliás, “Chariot”, o primeiro tema, instala logo o mote para os seguintes e parece que nunca se sai de casa. Às tantas quase que parece um novo álbum de Beach House. Mas é uma compilação. Pronto, podia passar por um best of.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 17 Julho, 2017

DJ JOE LEWIS Survival EP 12″

€ 10,95 12″ Clone Classic Cuts

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Joe Lewis tem merecido atenção especial na série Classic da Clone, agora a alcançar mais fundo com faixas nunca editadas (duas das versões de “Midnight Dancin’” aqui presentes). Com a voz de Darryl Goodlett a fazer a ponte entre garage house e o freestyle latino já bem popular em 1990, “Midnight Dancin’” é uma incrível canção sentimental com todos os elementos house que se admiram na época. Como as melhores produções, o seu groove é único, e sabemos como se copiaram linhas de baixo e melodias nesses tempos. Directa para aqueles momentos de egoísmo emocional na pista de dança. “Simply Yours”, a fechar o EP, imita “French kiss” de Lil Louis na redução e recuperação de velocidade nas BPMs mas é uma malha jack sem mácula. Remasterização por Alden Tyrell. Nós = felizes.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 15 Julho, 2017

KENJI KAWAI Ghost In The Shell OST LP / LP + 7″

€ 22,50 LP We Release Whatever The Fuck We Want

€ 38,50 LP + 7″ We Release Whatever The Fuck We Want

Em ano de remake da animação japonesa “Ghost In The Shell”, a enorme We Release Whatever The Fuck We Want, reedita em vinil uma das bandas-sonoras mais importantes da década de 1990. É importante, mesmo que nunca a tenham ouvido ou ouvido falar sequer nela. O trabalho de Kenji Kawai serve na perfeição o filme. Se não viram o original, a sério, do que estão à espera? É um dos trabalhos mainstream mais importantes sobre identidade dessa década. E talvez hoje aquele universo realizado em 1995 ainda faça mais sentido. “Ghost in The Shell” não seria o mesmo sem o som de Kawai, a banda-sonora conta uma narrativa dentro do filme, segura a mão do espectador na questão existencial da protagonista, enquanto lhe abre os olhos para toda a cidade em redor. Tal como na década anterior a banda-sonora de “Akira”, dos Geinoh Yamashirogumi, o fazia. Aqui a expansão é maior, as canções sobrevivem sem as imagens e mostram uma exploração concisa entre o tradicional e a electrónica, o ambiental e a música de dança, e o eterno confronto entre passado e futuro. Facto curioso, “Ghost In The Shell” soa menos datado hoje do que soava quando foi editado. É sinal de que as coisas foram na direcção certa (parece contrassenso, mas não o é, é preciso ouvir o disco para o perceber). Kawai revela uma noção de tempo assombrosa (“Ghosthack” é simplesmente perfeito) e o modo como pauta o som de ficção científica pós-“Blade Runner” e Vangelis é visionário. Talvez hoje, no presente, falte o hábito para perceber isso, mas estas reedições servem precisamente para descobrir, redescobrir e perceber a história. Kawai e “Ghost In The Shell” é uma peça que ajuda a compreender alguma da electrónica e música ambiente que e ouve em 2017. A música, ainda por cima, vejam lá, é soberba.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 15 Julho, 2017

AARON DILLOWAY The Gag File LP

€ 22,95 LP Dais

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Leyland Kirby criou a ideia de “haunted ballroom”, Aaron Dilloway destruiu o som dessas salas e os corredores adjacentes com o seu noise. Seja nos Wolf Eyes ou na sua carreira a solo, Dilloway está a anos de luz na definição e apuro da electrónica/noise das últimas duas décadas. Fala-se no “haunted ballroom” porque “The Gag File” são oito bombas nessa sala. Em câmara lenta. O efeito câmara lenta da sua música atribui essa característica fantasmagórica/assombrada neste seu novo álbum. E há também um jogo com a memória, os sons que Dilloway aqui explora são um apuro dos momentos mais viscerais dos Wolf Eyes. Mas em câmara lenta. E é preciso reforçar o câmara lenta porque este não é um disco noise convencional. Em muitos momentos transforma-se num disco de ambiente, os loops, o beat, e a câmara lenta – tinha de ser (porque os sons tornam-se muito visuais) – criam essa sensação. O visceral transforma-se em lúdico e em temas como “Inhuman Form Reflected” há uma narrativa que é contada através do som (e é inesperada, numa primeira audição parece um filme de terror). Por vezes o som mastiga-se, enrola-se no ouvido e torna-se num processo de nostalgia: como Leyland Kirby tão bem faz. E depois de mastigado, é digerido, processado por todas essas entranhas. É uma bomba como há muito tempo não ouvíamos. Um digno sucessor do magnífico “Modern Jester”.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 15 Julho, 2017

DREXCIYA Grava 4 2LP

€ 22,95 2LP (2017 reissue) Clone Aqualung Series

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

15 anos desde a edição original deste álbum, já pela Clone, o último atribuído ao mítico projecto de Detroit. Pouco a acrescentar em relação a outros discos de Drexciya que comentámos antes, e isso significa muito claramente que não há redução no impacto deste som científico e – porque eles assim o inventaram – mitológico. A ligação às estrelas nunca se esbateu, no percurso de Drexciya, eles abriram um caminho directo para aspirações cósmicas e uma ideia até já antiga: alguém que não nós já andou por cá. Parece incoerente dizê-lo ao ouvir electro puro, mas a melancolia é forte nestes grooves. Muito bom recordar o single “Drexcyen REST Principle” e passa muito mais para nós do que o que é aparente nas batidas. Sempre fascinante.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 14 Julho, 2017

JULIE BYRNE Rooms With Walls And Windows CD

€ 12,50 CD Basin Rock

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Quando saiu em 2014, “Rooms With Walls And Windows” chamou alguma atenção. O seu carácter despido, lo-fi, de guitarra e voz, realçam dois aspectos fortes de Julie Byrne. A sua voz foge das suas contemporâneas, transporta para momentos mais idílicos da folk, é verdade, mas há algo de extremamente maduro e grave no seu tom. E depois há a forma como toca guitarra, é um adorno constante da sua voz e, por vezes, uma pancada seca nos silêncios que se ouvem no seu primeiro álbum. Está tudo aqui. O que não está é o adorno que se ouviu neste ano em “Not Even Happiness”, onde refinou tudo isso e meteu mais do que janelas e paredes nas suas canções: são agora divisões completas. O título aqui reflecte com uma imagem a simplicidade do disco que a deu a conhecer ao mundo, mas não diz que as suas canções são mais do que isso. São. Há por aqui temas maravilhosos, “Prism Song” (é de caras uma das suas melhores canções), “Marmalade”, “Butter Lamb” ou “Emeralds”. Passou-nos ao lado em 2014, mas agora como todo o mundo estamos a descobrir uma das melhores escritoras de canções da actualidade. E ouvir isto agora faz-nos sentir abençoados, em menos de seis meses ficámos a conhecer dois discos inesquecíveis de Julie Byrne.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »