Terça-feira, 23 Outubro, 2012

GUDRUN GUT Wildlife CD

€ 14,95 € 11,95 CD Monika  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/MONIKA77-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MONIKA77-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MONIKA77-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MONIKA77-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MONIKA77-5.mp3]


Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 1 Junho, 2012

BARBARA MORGENSTERN Sweet Silence CD

€ 15,50 € 11,95 CD Monika  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/M74-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/M74-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/M74-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/M74-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/M74-5.mp3]

Há uns anos, Barbara Morgenstern parecia que ia dar o salto, mas tudo não passou de algum entusiasmo que ignora que a estrada para o sucesso de música menos óbvia é mais longa e tortuosa. Porque, apesar da alemã ser uma exímia construtora pop, as suas canções são ao mesmo tempo pequenas caixas de engrenagens muito próprias, com mais subtilezas que refrões contagiantes, e a sua electrónica é sempre a sua electrónica. Ao sexto álbum, Barbara faz um álbum em inglês, pela primeira vez, e se é verdade que nada muda, esta pode ser mais outra tentativa de mais público perceber que há poucas pessoas a fazer música deste calibre. Nesse aspecto, “Sweet Silence” avança pouco na sua carreira – é apenas mais um disco certeiro, mais uma colecção de canções que a pop electrónica, hoje em dia, já é incapaz de produzir. Ao mesmo tempo, a novidade forte de abrir a sua lírica a todos os que não dominam a língua alemã é muito relevante. Se dependesse de nós, e de Robert Waytt, seu fã, já era tempo de Barbara Morgenstern ser cabeça de cartaz.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 11 Abril, 2011

Flash #146

Emissão de 10 de Abril de 2011.
Oxigénio, 102.6 MHz ou http://www.oxigenio.fm
Domingos 22-23h

[audio:http://www.flur.pt/FLUR/Flash/flash_146.mp3]

CREATIVE USE Instantaneous Acid CD Creative Use – The Collection (Creative Use)
CREATIVE USE Beam Me Up CD Creative Use – The Collection (Creative Use)
SOFT ROCKS Garden Of Eden CD Disco Power Play – The Album (Disco Power Play)
DANYEL GÉRARD Le Vieux De La Montagne (part 2) 2CD After The Void (Light Sounds Dark)
TORO Y MOI Light Black CD Underneath The Pine (Carpark)
KOZMETIKA Gaja 2CD After The Void (Light Sounds Dark)
EGYPTRIXX Start From The Beginning CD Bible Eyes (Night Slugs)
NATALIE BERIDZE / TBA When Dreams Become Responsibility CD Forgetfulness (Monika)
MORITZ VON OSWALD TRIO Structure 4 CD Horizontal Structures (Honest Jon’s)

Quase todos os títulos disponíveis na loja física da Flur.
Download desta emissão


/ / Etiquetas: , / / Comentar: Um comentário »

Segunda-feira, 7 Março, 2011

Flash #141

Emissão de 6 de Março de 2011.
Oxigénio, 102.6 MHz ou http://www.oxigenio.fm
Domingos 22-23h

[audio:http://www.flur.pt/FLUR/Flash/flash_141.mp3]

SPARKS Your Call’s Very Important To Us, Please Hold CD Lil’ Beethoven (Palm)
SIN FANG Bruises CD Summer Echoes (Morr Music)
CAN Sunday Jam CD Can (Spoon)
PHANTOM BAND Nervous Breakdown CD Nowhere (Spoon)
PHANTOM BAND Neon Man CD Nowhere (Spoon)
GRACE JONES Pull Up To The Bumper CD Nightclubbing (Island)
SVEN KACIREK Dear Anastasia CD The Kenya Sessions (Pingipung)
NATALIE BERIDZE / TBA Half This Game Is Ninety Percent mental CD
Forgetfulness (Monika)
HOW TO DRESS WELL Can’t See My Own Face CD Love Remains (Tri Angle)
PHANTOM BAND Nervous Breakdown CD Nowhere (Spoon)
TIED + TICKLED TRIO / BILLY HART Lonely Woman / Exit La Place Demon CD
La Place Demon (Morr Music)
DEAF CENTER New Beginning (Tidal Darkness) – extended CD Owl Splinters (Type)

Quase todos os títulos disponíveis na loja física da Flur.
Download desta emissão


/ / Etiquetas: , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 7 Janeiro, 2011

BARBARA MORGENSTERN Fan Nº2 CD

barbara_morgenstern-fan_no.2

€ 15,50 € 11,95 CD Monika  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/MONIKA70-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MONIKA70-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MONIKA70-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MONIKA70-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MONIKA70-5.mp3]

Barbara Morgenstern teve um pequeno cheiro do sucesso em 2003 quando “Nichts Muss” foi editado pela Labels, uma etiqueta da EMI (secção alemã) que por essa altura andava entretida em criar uma divisão sólida de pop alternativa – To Rococo Rot, Lambchop, Chicks On Speed, Calexico, Royksopp, entre muitos outros. Foi bom enquanto durou, mas o que daí saiu não foi o esperado e a Morgenstern não houve escapatória senão continuar a sua assumida carreira marginal. Talvez a culpada, se existe parte culpada, seja a sua insistência em cantar em alemão, uma língua sempre madrasta para quem quer perfilhação no universo pop. Quem nunca conseguiu ver as extraordinárias canções que se escondem na sua música não merece continuar a ler este texto. “Fan No.2″ tenta mostrar uma certa homenagem à sua valentia, compondo um ramalhete de novas canções com pérolas perdidas e ideias alternativas para alguns dos seus hits. Como extra, nesta primeira edição limitada, ainda nos oferece os dois primeiros EPs – “Plastikreport” e “Enter The Partyzone”, anteriormente disponíveis em condições próximas da indisponibilidade. Se alguém finalmente perceber o calibre pop que Barbara Morgenstern possiu, então há que esmiuçar este disco até ao tutano e começar a arrepiar caminho, indo ao encontro dos seus valiosos álbums – e, já agora, com o seu fantástico trio, September Collective.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 30 Julho, 2010

GREIE GUT FRAKTION Baustelle! CD

greie gut fraktion 200

€ 15,50 € 11,95 CD Monika  ENCOMENDAR

Há muitos anos que são duas das mais interessantes senhoras da electrónica europeia, e a sua sede por projectos conceptuais e colaborações só poderia resultar em algo especial. Greie Gut Fraktion é isso mesmo: de um lado Antye Greie, a Mrs. Vladislav Delay, e Gundrun Gut, a Mrs. Monika Enterprises, juntas desde finais de 2008 para uma aventura algo esporádica, mas que deitou a semente necessária para formalizarem este duo. “Baustelle” é a palavra alemã para ‘zona de obras’ e foi o ponto de partida para este disco: horas infindáveis (são sempre, não é?) de recolha de sons de áreas em construção, e muitas mais a coser tudo sem deixar linhas de fora. A grande surpresa – ou nem tanto, se confiarem no trabalho das alemãs – é escutarmos “Baustelle” sem que se aproxime do torpor industrial, triturante ou pesado. Pelo contrário, há um filtro elegante que corrompe a violência sonora, organizado dentro das malhas do techno quase ambiental, das canções mutantes, perfeitamente ornamentado e sobre-decorado com a orgânica de impactos, marteladas e objectos eléctricos. Electrónica concreta, techno em overload ou Neubauten no feminino são alguns dos géneros híbridos criados aqui; o resto dos títulos serão escolhidos por vocês.

 

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 15 Abril, 2010

Record Store Day 2010 (RSD10) na Flur PROMOÇÕES #6



Primeira listagem aqui.
Segunda listagem aqui.
Terceira listagem aqui.
Quarta listagem aqui.
Quinta listagem aqui.

Esta é a sexta e última listagem de uma série publicada nos dias que antecedem o Record Store Day (Sábado 17 de Abril). As listas maiores agrupadas por preços (como esta) são a base das promoções que estamos a fazer por ocasião do RSD 2010 e os preços são válidos até lá.
Pedimos desculpas aos nossos clientes de correio mas o privilégio, desta vez, dirige-se a todos aqueles que se deslocam para nos visitar. Podem na mesma, é claro, fazer pedido de envio por correio, mas só consideraremos esses pedidos na segunda-feira 19 de Abril.

Leiam com atenção, por favor, as seguintes regras:

- qualquer disco nestas listas de promoção só pode ser pedido via mail (loja(a)flur.pt);
- nenhum dos discos está em exposição na loja;
- os discos encomendados poderão ser levantados e pagos aqui na loja
apenas no Sábado, 17 de Abril;
- envios por correio só a partir de segunda-feira, 19 de Abril. Lembramos que os portes são sempre pagos por vocês;
- o stock é limitado, as listas irão sendo actualizadas sempre que possível;
- por princípio não aceitamos trocas de discos que aparecem nestas listagens; tentem certificar-se de que os títulos escolhidos são mesmo os que pretendem.

———-

CD A 5,95 EUROS

Absentee «Schmotime» (Memphis Industries) € 5,95
Alvarius B «Alvarius B» (Abduction) € 5,95
Automato «Automato» (Capitol) € 5,95
British Sea Power «Do You Like Rock Music?» (Rough Trade) € 5,95
Don Cooper «Howlin´ At The Moon» (Delay 68) € 5,95
Lavender Diamond «Imagine Our Love» (Rough Trade) € 5,95
Le Tigre «This Island Remixes» (Chicks On Speed) € 5,95
Lee Ranaldo «Scriptures Of The Golden Eternity» (Drunken Fish) € 5,95
Pier Bucci «Familia» (Crosstown Rebel) € 5,95
Sandoz «Live In The Earth» (Soul Jazz) € 5,95
Tivol «Early Teeth» (Holy Moyuntain) € 5,95
Travis Biggs «Challenge» (Universal Sound) € 5,95

———-

VINIL A 6 EUROS

Aardvarck «Find The Cow [2LP]» (Delsin) € 6
James Taylor «Carthage Milk [2LP]» (Logistic) € 6

———-

CD A 6,95 EUROS

Citay «Little Kingdom» (Dead Oceans) € 6,95
Lesbian «Power Hör» (Holy Mountain) € 6,95
Oakley Hall «I´ll Follow You» (Merge) € 6,95
Psychonauts «Songs For Creatures» (Gigolo) € 6,95
Tokyo Police Club «Elephant Shell» (Memphis Industries) € 6,95

———-

VINIL A 7 EUROS

Billy Dalessandro «Starcity [2LP]» (Resopal) € 7
Psychonauts «Songs For Creatures [2LP]» (Gigolo) € 7

———-

CD A 7,50 EUROS

Acid Mothers Guru Guru «Underdog Express» (Indigo) € 7,5
Al Green «The Hi Singels As And Bs [2CD]» (Hi Records) € 7,5
As One «So Far (So Good)… Twelve Years Of Electronic Soul [2CD]» (Ubiquity) € 7,5
Beans «Shock City Maverick» (Warp) € 7,5
Bell «Seven Types Of Six» (Soul Jazz) € 7,5
Bichi «Notwithstanding» (Hobby Industries) € 7,5
Black Magic Disco «Black Magic Disco» (Important) € 7,5
Boredoms «Super Roots 3» (Very Friendly) € 7,5
Dat Politics «Plugs Plus» (Chicks On Speed) € 7,5
Dat Politics «Wow Twist» (Chicks On Speed) € 7,5
Dk7 «Disarmed» (Output) € 7,5
Eagles Of Death Metal «Heart On [Special Edition]» (Downtown Music) € 7,5
Holy Shit (Matt Fishbeck & Ariel Pink) «Stranded At Two Harbors» (UUAR) € 7,5
Jaki Whitren «Raw But Tender» (Sunbeam) € 7,5
Kathy Smith «Some Songs I´ve Saved» (Fallout) € 7,5
Kawabata Makoto «Inui.4» (VHF) € 7,5
Magik Markers «For Sada Jane» (Textile) € 7,5
Mark Stewart «Edit» (Crippled Dick Hot Wa) € 7,5
Mira Calix «Eyes Set Against The Sun» (Warp) € 7,5
Move D «Kunststoff» (City Centre Offices) € 7,5
My Cat Is An Alien / Text Of Light «Cosmic Debris Volume 1» (A Silent Place) € 7,5
No Neck Blues Band meets The Clear People «Live at Ken´s Electric Lake [2CD]» (Locust) € 7,5
No-Neck Blues Band & Embryo «Embryonnck» (Staubgold) € 7,5
Ocho «II» (Universal Sound) € 7,5
Ocho «Numero Tres» (Universal Sound) € 7,5
Ocho «The First Album» (Soul Jazz) € 7,5
Outkast «Idlewild» (Sony) € 7,5
Recloose «Perfect Timing» (Sonar Kollektiv) € 7,5
Richard Youngs & Simon Wickham-Smith «5 Years» (VHF) € 7,5
Sebastien Tellier «Sexuality» (Lucky Number) € 7,5
Sigur Rós «Takk… (Edição Especial)» (EMI) € 7,5
Sun City Girls «The Handsome Stranger» (Abduction) € 7,5
Sunburned Hand Of The Man «Complexion» (Very Friendly) € 7,5
Sunburned, The «Z» (Ecstatic Peace) € 7,5
Tarwater «Spider Smile» (Morr) € 7,5
Tarwater «The Needle Was Travelling» (Morr Music) € 7,5
They Came From The Stars I Saw Them «Vs. Reality» (Onophonic) € 7,5
Throbbing Gristle «Part Two: The Endless Not» (Mute) € 7,5
Thuja / My Cat Is An Alien «Thuja / My Cat Is An Alien» (Very Friendly) € 7,5
Tied & Tickled Trio «A.R.C. [DVD+CD]» (Morr Music) € 7,5
Two Lone Swordsmen «Further Reminders» (Warp) € 7,5
Vários «4 Women No Cry – Vol. 2» (Monika) € 7,5
Vários «DJ Deep Presents City to City – A Retrospective Journey Through Detroit, Chicago And New York House Sounds [2CD]» (BBE) € 7,5
Vários «DJ-Kicks – Henrik Schwarz» (K7) € 7,5
Vários «Famous When Dead V» (Playhouse) € 7,5
Vários «Forum West» (Sonar Kollektiv) € 7,5
Vários «Hefty 10 Digest + Prefuse 73 Mixtape [2CD]» (Hefty) € 7,5
Vários «Hot Shots» (Versatile) € 7,5
Vários «Josh Wink presents Profound Sounds V2 [CD2]» (Ovum) € 7,5
Vários «Miss Kittin Live At Sónar» (Novamute/EMI) € 7,5
Vários «More G.D.M.» (Tigersushi) € 7,5
Vários «Reggae Goodies Vol.1&2» (Wackies) € 7,5
Vários «The Kings Of House [2CD]» (BBE) € 7,5
Vários «Viewpoints Chapter One» (AW) € 7,5
White Mice «White Mice» (Basic Replay) € 7,5
White Mice «White Mice Versions» (Basic Replay) € 7,5
Wire, The «Live At The Roxy, London – April 1st & 2nd 1977 / Live At CBGB Theater, New York – July 18th 1978 [2CD]» (Pink Flag) € 7,5
Wolf Eyes «Fuck Pete Larsen» (Wolf Eyes) € 7,5
Wolf Parade «Wolf Parade [MCD]» (Sub Pop) € 7,5

———-

VINIL A 8 EUROS

Ark «Caliente [2LP]» (Perlon) € 8
Brooks «Red Tape [2LP]» (Soundslike) € 8
Dandy Jack And The Junction Sm «Los Siete Castigos [3LP]» (Perlon) € 8
Ellen Allien «Sool [2LP]» (Bpitch Control) € 8
Fairmont «Coloured In Memory [2LP]» (Border Community) € 8
Headman «On [2LP]» (Gomma) € 8
Marcin Czubala «Chronicles Of Never [2LP]» (Mobilee) € 8
Mark Stewart «Edit [2LP]» (Crippled Dick Hot Wa) € 8
Parliament «Up For The Down Stroke [LP]» (Casablanca) € 8
Sleeparchive «Hospital Tracks [2x12"]» (Sleeparchive) € 8
Thomas Fehlmann «Honigpumpe [2LP]» (Kompakt) € 8
Vários «DJ Naughty One Night In Berlin [2LP]» (Eskimo) € 8

———-

CD A 8,95 EUROS

b. fleischmann «Melancholie [2CD]» (Morr Music) € 8,95
Golden Bug «Hot Robot» (Gomma) € 8,95
Gun Club «Danse Kalinda Boom [2CD]» (Flow) € 8,95
Gun Club «Lucky Jim (Remastered) [2CD]» (Flow) € 8,95
Hiltmeyer Inc «Sendling 70» (Gomma) € 8,95
Suisho No Fune «Prayer For Chibi [2CD]» (Holy Mountain) € 8,95
Vários «The Celluloid Years [2CD]» (Collision) € 8,95

———-

VINIL A 9,95 EUROS

DK7 «Disarmed [LP]» (Output) € 9

———-

CD A 9,95 EUROS

Vários «Clicks & Cuts 3 [2CD]» (Mille Plateaux) € 9,95


/ / Etiquetas: , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 15 Abril, 2010

Record Store Day 2010 (RSD10) na Flur PROMOÇÕES #5



Primeira listagem aqui.
Segunda listagem aqui.
Terceira listagem aqui.
Quarta listagem aqui.

Esta é a quinta listagem de uma série a publicar nos dias que antecedem o Record Store Day (Sábado 17 de Abril). As listas maiores agrupadas por preços (como esta) são a base das promoções que estamos a fazer por ocasião do RSD 2010 e os preços são válidos até lá. Para além disso serão activadas promoções de um dia, focadas em editoras ou géneros, cujo preço reduzido será válido apenas para quem pedir nesse dia.
Pedimos desculpas aos nossos clientes de correio mas o privilégio, desta vez, dirige-se a todos aqueles que se deslocam para nos visitar. Podem na mesma, é claro, fazer pedido de envio por correio, mas só consideraremos esses pedidos na segunda-feira 19 de Abril.

Leiam com atenção, por favor, as seguintes regras:

- qualquer disco nestas listas de promoção só pode ser pedido via mail (loja(a)flur.pt);
- nenhum dos discos está em exposição na loja;
- os discos encomendados poderão ser levantados e pagos aqui na loja
apenas no Sábado, 17 de Abril;
- envios por correio só a partir de segunda-feira, 19 de Abril. Lembramos que os portes são sempre pagos por vocês;
- o stock é limitado, as listas irão sendo actualizadas sempre que possível;
- por princípio não aceitamos trocas de discos que aparecem nestas listagens; tentem certificar-se de que os títulos escolhidos são mesmo os que pretendem.

———-

CD A 4,95 EUROS

13 & God «13 & God» (Alien Transistor) € 4,95
Abe Duque «So Underground It Hurts» (Gigolo) € 4,95
Air «10000Hz Legend» (Virgin) € 4,95
Alexander Robotnick «Oh No… Robotnick!» (Hot Elephant) € 4,95
Alexander Robotnick «Rare Robotnick´s» (Hot Elephant) € 4,95
Alexander Turnquist «Faint At The Loudest Hour» (VHF) € 4,95
American Analog Set «Set Free» (Morr Music) € 4,95
Ammon Contact «Sounds Like Everything» (Plug Research) € 4,95
An-2 «On Air» (Was Not Was) € 4,95
Andrea Parker «Kiss My Arp / Instrumental» (Mo Wax) € 4,95
Andrea Parker «The Dark Ages [MCD]» (Quatermass) € 4,95
B. Fleischmann «The Humbucking Coil» (Morr Music) € 4,95
Barbara Morgenstern «The Grass Is Always Greener» (Monika) € 4,95
Barbara Morgenstern & Robert Lippok «Tesri» (Monika) € 4,95
Beanfield «Seek» (Compost) € 4,95
Beans «Tomorrow Right Now» (Warp) € 4,95
Benjamin Gibbard / Andrew Kenny «Home EP [CDEP]» (Morr Music) € 4,95
Benni Hemm Hemm «Kajak» (Morr Music) € 4,95
Bluprint «Foundation» (Exceptional) € 4,95
Bobby Conn «The Golden Age» (Thrill Jockey) € 4,95
Captain Comatose «Going Out» (Playhouse) € 4,95
Captain Comatose «Up In Flames» (Playhouse) € 4,95
Chicks On Speed and the No Heads «Press The Space Bar» (Chicks On Speed) € 4,95
Clap Your Hands Say Yeah «Some Loud Thunder» (Wichita) € 4,95
Clinic «Internal Wrangler» (Domino) € 4,95
Colder «Again [CD+DVD]» (Output) € 4,95
Conjoint «A Few Empty Chairs» (City Centre Offices) € 4,95
Contriva «Separate Chambers» (Morr Music) € 4,95
Cooltrain Crew «Southeast D´N´B Flavas» (Zounds) € 4,95
Couch «Figur 5» (Morr Music) € 4,95
Daniel “Belteshazzar” Higgs «Metempsychotic Melodies» (Holy Mountain) € 4,95
David Lynch And John Neff «Blue Bob» (Soulitude) € 4,95
Deadbeat «Roots and Wire» (Wagon Repair) € 4,95
Decal «404 Not Found» (Planet Mu) € 4,95
Denzel + Huhn «Paraport» (Morr Music) € 4,95
Diane Cluck «Countless Times» (Voodoo Eros) € 4,95
Dimlite «This Is Embracing» (Sonar Kollektiv) € 4,95
DJ Vadim «USSR Reconstruction» (Ninja Tune) € 4,95
Electric President «Electric President» (Morr Music) € 4,95
Electronicat «Voodoo Man» (Disko B) € 4,95
F. S. Blumm «Summer Kling» (Morr Music) € 4,95
Fat Jon & Styrofoam «The Same Channel» (Morr Music) € 4,95
Fischerspooner «Just Let Go» (EMI) € 4,95
Flaming Fire «When The High Bell Rings» (Silly Bird) € 4,95
Fonoda «Eventually» (Büro) € 4,95
Format:B «Steam Circuit» (Highgrade) € 4,95
Frank Bretschneider «Rand» (Mille Plateaux) € 4,95
Gaiser «Blank Fade» (Minus) € 4,95
Ghost «Overture: Live In Nippon Yusen Soko 2006 [CD+DVD]» (Drag City) € 4,95
Go Find, The «Stars On The Wall» (Morr) € 4,95
Gramme «Pre Release [MCD]» (Output) € 4,95
Guther «Sundet» (Morr Music) € 4,95
Hu Vibrational «Beautiful» (Soul Jazz) € 4,95
Humanoid «Sessions 84-88» () € 4,95
I:Cube «3» (Versatile) € 4,95
I´m Not A Gun «Our Lives On Wednesdays» (City Centre Offices) € 4,95
Islaja «Blaze Mountain Recordings» (Ecstactic Peace) € 4,95
Isobel Campbell «Milk White Sheets» (V2) € 4,95
Jamiroquai «Emergency On Planet Earth» (Sony) € 4,95
Jamiroquai «Synkronized» (Sony) € 4,95
Joel Mull «Observer» (Harthouse) € 4,95
Joey Beltram «Live @ Womb» (Tresor) € 4,95
Joey Beltram «The Rising Sun» (Tresor) € 4,95
John Clarke «Rootsy Reggae / Vision Of John Clarke» (Wackies) € 4,95
John Convertino «Ragland» (Sommerweg) € 4,95
Julian Fane «Our New Quarters» (Planet Mu) € 4,95
Kain «The Blue Guerrilla» (Collectables) € 4,95
Kelis «Tasty» (Virgin) € 4,95
Kelis «Wanderland» (Virgin) € 4,95
Kid Spatula «Full Sunken Breaks» (Planet Mu) € 4,95
Kids On TV «Mixing Business With Pleasure» (Chicks On Speed) € 4,95
Kosma «New Aspects» (Infracom) € 4,95
Magnetophone «The Man Who Ate The Man» (4AD) € 4,95
Majesticons, The «Beauty Party» (Big Dada) € 4,95
Marsen Jules «Les Fleurs» (City Centre Offices) € 4,95
Martin L. Gore «Counterfeit 2» (Mute) € 4,95
MC 900 FT Jesus «Welcome To My Dream» (Nettwerk) € 4,95
MC 900 FT Jesus With DJ Zero «Hell With The Lid Off» (Nettwerk) € 4,95
Mia Doi Todd «La Ninja: Amor And Other Dreams» (Plug Research) € 4,95
Mia Doi Todd «Manzanita» (Plug Research) € 4,95
Mice Parade «Obrigado Saudade» (Fat Cat) € 4,95
Milenasong «Seven Sisters» (Monika) € 4,95
Milosh «Meme» (Plug Research) € 4,95
Milton Henry «Who Do You Think I Am?» (Wackies) € 4,95
Moonstarr «Dupont» (Public Transit) € 4,95
Motor «Klunk» (Novamute) € 4,95
Mu «Afro Finger And Gel» (Output) € 4,95
Mu «Afro Finger And Gel» (Tigersushi) € 4,95
Mu «Out Of Breach (Manchester´s Revenge)» (Output) € 4,95
Múm «Please Smile My Noise Bleed» (Morr Music) € 4,95
Mummer «SoulOrganismState» (Klein) € 4,95
Munk «Aperitivo» (Gomma) € 4,95
New Order «Waiting For The Sirens´ Call» (London) € 4,95
Nick Cave & Warren Ellis «The Proposition OST» (Mute) € 4,95
Night Of The Brain «Wear This World Out» (Station 55) € 4,95
No-Neck Blues Band «Letters From The Earth» (Very Friendly) € 4,95
Open Transport «Psychedelic Walk» (Temposphere) € 4,95
Paul St Hilaire «Adsom – A Divine State Of Mind» (False Tuned) € 4,95
Pedestrian «Volume One: Unindian Sonds» (Anticon) € 4,95
Perspects «Peopleskills» (Interdimensional Tra) € 4,95
Planningtorock «Have It All» (Chicks On Speed) € 4,95
Pluramon «The Monstrous Surplus» (Karaoke Kalk) € 4,95
Populous «Queue For Love» (Morr Music) € 4,95
Portastatic «Who Loves The Sun OST» (Merge) € 4,95
Potuznik «Amore Motore (Autobahn…)» (Mego) € 4,95
Potuznik «Concorde +» (Cheap) € 4,95
Primal Scream «Riot City Blues» (Columbia) € 4,95
Principles Of Geometry «Lazare» (Tigersushi) € 4,95
Project Polaroid feat. Kool Keith «Project Polaroid» (Threshold) € 4,95
Psapp «The Camel´s Back» (Domino) € 4,95
Raccoo-oo-oon «Behold Secret Kingdom» (Release The Bats) € 4,95
Radical Face «Ghost» (Morr) € 4,95
Raiders Of The Lost Arp «Raiders Of The Lost Arp» (Nature) € 4,95
Ranaldo / Giffoni / Moore / Cline «Four Guitars Live» (Important) € 4,95
Rancho Relaxo Allstars «The Answer Is Always Yes» (Abe Duque) € 4,95
Research «Social Systems» (Voice Print) € 4,95
Retina.It «Semeion» (Hefty) € 4,95
Reuber «Sudpol» (Staubgold) € 4,95
Ricochets «The Ghost Of Our Love [2CD]» (Glitterhouse) € 4,95
Riton «Homies And Homos» (Grand Central) € 4,95
RJD2 «Magnificent City Instrumentals» (Decon) € 4,95
Safety Scissors «Parts Water» (Plug Research) € 4,95
Shifted Phases (Drexciya) «The Cosmic Memoirs Of The Late Great Rupert J. Rosinthrope» (Tresor) € 4,95
Shrimp «Electric Sul» (Nylon) € 4,95
Slicker «We All Have A Plan» (Hefty) € 4,95
SND «Tender Love» (Mille Plateaux) € 4,95
Sonovac «Raw» (Output) € 4,95
Sorcerer «White Magic» (Tirk) € 4,95
Soul Position «8.000.000 Stories» (Fatbeats) € 4,95
Spiral Joy Band «Wake Of The Dying Sun King» (VHF) € 4,95
Springitgut «Park And Ride» (City Centre Offices) € 4,95
Star Wars Cantina Orchestra «Cocktails In The Cantina» (Oglio) € 4,95
Static «Re: Talking About Memories» (City Centre Offices) € 4,95
Stephen Beaupré «Foe Destroyer» (Mutek) € 4,95
Stereo Total «Discotheque [CDEP]» (Disko B) € 4,95
Stereotyp «Keepin´ Me» (G-Stone) € 4,95
Stereotyp meets Al Haca «Stereotyp meets Al Haca» (Klein) € 4,95
Stewart Walker «Concentricity» (Persona) € 4,95
Suburban Knight «My Sol Dark Direction» (Peacefrog) € 4,95
Suicide «American Supreme» (Mute) € 4,95
Superthriller «Superthriller 1» (Mint) € 4,95
Susanne Brokesch «Emerald Stars» (Chicks On Speed) € 4,95
Takeshi Nishimoto «Monologue» (Büro) € 4,95
Terranova «Digital Tenderness» (Ministry Of Sound) € 4,95
The Year Of «Slow Days» (Morr Music) € 4,95
Thomas Belhom «Cheval Oblique» (Apparent Extent) € 4,95
Thomas Dolby With Saltz «One Of Our Submarines» (Salz) € 4,95
Tied & Tickled Trio «EA1 EA2» (Morr Music) € 4,95
Tied + Tickled Trio «Aelita» (Morr) € 4,95
Tilomo «Soft Lunch» (1k) € 4,95
To Rococo Rot «Taken From Vinyl» (Staubgold) € 4,95
Toob «How To Spell Toob» (Lo Recordings) € 4,95
Type «Type» (Nylon) € 4,95
Urban Tribe «Authorized Clinical Trials» (Rephlex) € 4,95
Vários «10 Years Of Cheap Records [2CD]» (Cheap) € 4,95
Vários «2 Million Tongues Festival» (Bastet) € 4,95
Vários «American Gigolo II – Mixed By Abe Duque» (Gigolo) € 4,95
Vários «Back On Track» (Lupeca) € 4,95
Vários «Back To Mine – Richard X» (DMC) € 4,95
Vários «Check One» (X:Treme) € 4,95
Vários «Collection 02 DJ Mix» (Dirt Crew) € 4,95
Vários «DJ-Kicks – Four Tet» (K7) € 4,95
Vários «Flashback» (My Best Friend) € 4,95
Vários «Freestyle Candies [CD+DVD]» (Playhouse) € 4,95
Vários «Freezone 6: Fourth Person Singular [2CD]» (SSR) € 4,95
Vários «Get Lost 02 mixed by Jamie Jones» (Crosstown Rebels) € 4,95
Vários «History Is Bunk, Vol.1: Collaborations, Reinterpretations and New Compositions» (Hefty) € 4,95
Vários «History Is Bunk, Vol.2: Collaborations, Reinterpretations and New Compositions» (Hefty) € 4,95
Vários «Ibara: River Crossing» (????) € 4,95
Vários «IG Culture Presents Inspirations» (Karma Giraffe) € 4,95
Vários «Iron Curtain Revisited» (Crippled Dick Hot Wa) € 4,95
Vários «It´s Not Over [2CD]» (Tresor) € 4,95
Vários «King Size Dub Volume 12» (Echo Beach) € 4,95
Vários «Luke Slater: Fear And Loathing 2 [2CD]» (Resist) € 4,95
Vários «Members Of The Trick – Compiled By Trickski» (Sonar Kollektiv) € 4,95
Vários «Metrometro» (Variz) € 4,95
Vários «Morvern Callar» (Warp) € 4,95
Vários «Mutek04 [2CD]» (Mutek) € 4,95
Vários «OFFF03 Who Is Your Superhero? [2CD]» (Red) € 4,95
Vários «Restructured Layers – mixed by Martinez» (Out Of Orbit) € 4,95
Vários «Wildstyle 01 [2CD]» (Stereo Deluxe) € 4,95
Videohippos «Unbeast The Leash» (Monitor USA) € 4,95
Viking Moses, The / Spenking «Co-Release [2CD]» (Marriage) € 4,95
Whirlwind Heat «Types Of Wood» (Brille) € 4,95
You Say Party! We Say Die! «Lose All Time» (Fierce Panda) € 4,95

———-

VINIL A 5 EUROS

Ada «Forty Winks [12"]» (Irr) € 5
Alter Ego «Gary – Carl Craig rmx [12"]» (Klang Elektronik) € 5
Ananda Project «Moment Before Dreaming – Idjut Boys rmx [12"]» (Nite Grooves) € 5
Aquanauts «Spawn [12"]» (Underground Resistan) € 5
Aquanauts «The Titanic EP [12"]» (Underground Resistan) € 5
Avida «Il Grillo E La Formica [12"]» (Crème) € 5
Black Dice «Smiling Off – DFA / Luomo / ZZ Pot rmxs [2x12"]» (DFA/EMI) € 5
Blake Baxter «Sexuality / Hornie / When We Used To Play [12"]» (Red Zone) € 5
Bot´Ox «Babylon By Car [12"]» (DFA) € 5
Boy Lucas, The «Out Of The Wires [LP]» (Output) € 5
Brothomstates «Rktic [12"]» (Arcola) € 5
Caribou «Yeti [12"]» (Leaf) € 5
Chicken Lips present Zeefungk «Clap Slap [12"]» (Session) € 5
Circlesquare «Pre-Earthquake Anthem [LP]» (Output) € 5
Clatterbox «Solar Phase [12"]» (Z-Bop) € 5
Conforce «Junction [12"]» (Rush Hour) € 5
Dakar & Grinser «Triumph Of Flesh [2LP]» (Disko B) € 5
Danny Boy and The Serious Party Gods «Castro Boy [12"]» (Viewlexx) € 5
Detachments «Fear No Fear – Naum Gabo rmx [12"]» (Thisisnotanexit) € 5
Dez Williams «Elektronik Religion [2LP]» (Scsi-ID) € 5
Doctor L «The Give Away Box [2LP]» (Fat) € 5
Dub Pistols «Rapture (feat Terry Hall) – Prins Thomas rmx [12"]» (Sunday Best) € 5
Duplex «P.O.M. remixed by Heinrich Mueller [12"]» (Clone) € 5
Dykehouse «Midrange [LP]» (Ghostly Internationa) € 5
Equip (Greg Wilson) «XXXO [12"]» (promo) € 5
Fjordfunk «Eurora [12"]» (Luna Flicks) € 5
Francisco Mora Catlet «Baba Lu Aye – Carl Craig rmx [12"]» (Premiere Cru) € 5
Fre$hro «My Flow [12"]» (Rong) € 5
Freak Electrique «Symphony Electrique [12"]» (Viewlexx) € 5
Free Blood «Parangatang [12"]» (Rong / DFA) € 5
Future Beat Alliance «EP 3 [12"]» (Suicide) € 5
Future Beat Investigators «Louder [12"]» (Raw Fusion) € 5
Gescom «A1-B1 [12"]» (Skam) € 5
Gescom «C1-D1 [12"]» (Skam) € 5
Gorillaz «Kids With Guns – Quiet Village rmx [12"]» (white label) € 5
Heavyhandz «Classique Roq Returns EP [12"]» (Heading Home) € 5
I (Atom Heart) «Repetitive Digital Noise [12"]» (Recognition) € 5
J.O.Y. «Sunplus – DFA rmx [12"]» (DFA) € 5
James Cotton «Press Your Body EP [12"]» (Ghostly Internationa) € 5
Japanese Synchro System «Check It, Spread It – Carl Craig rmxs [12"]» (Life Line) € 5
Jetone «Sundown [2LP]» (Apnea) € 5
Joeski «My English Lover [12"]» (Trax) € 5
John Beltran «Fragile / Earth & Nightfall [12"]» (Millions Of Moments) € 5
John Waynes «Take Me Out [12"]» (Dissident) € 5
Juju and Jordash / Keith Worthy «Subterranean Episodes [12"]» (Aesthetic Audio) € 5
Kango´s Stein Massiv «Ting Ae Like Te Mat [12"]» (My Best Friend) € 5
Kaos «On The Boat [12"]» (TNT) € 5
Kirk Degiorgio «Mass / Dipole / Decoherent [12"]» (Applied Rhythmic Tec) € 5
L.A.M. «Balance Of Terror [12"]» (Clone) € 5
Link «Augar EP [12"]» (Evolution) € 5
Lopazz «Ciegos [12"]» (Output) € 5
Lusine «Podgelisme Select Remixes [12"]» (Ghostly Internationa) € 5
Manhead «Manhead [2LP]» (Four / Relish) € 5
Marco Bernardi «Mystery Of Nazerus – 2562 / Mark August rmxs [12"]» (Clone) € 5
Monolake «Alaska Melting [12"]» (Monolake) € 5
Monolake «Bicom/Remotable Cut [12"]» (Monolake) € 5
Monolake «Fragile/Static [12"]» (Monolake) € 5
Monolake «Ionized [12"]» (Monolake) € 5
Morgan Geist «Crash Tracks EP [12"]» (Metamorphic) € 5
Morgan Geist «Crash Tracks Vol. 2 [12"]» (Metamorphic) € 5
Move D & Benjamin Brunn «New Horizon [12"]» (Smallville) € 5
nsi. «Squelch [12"]» (Non Standard Product) € 5
Out Hud / ! ! ! (Chk Chk Chk) «Lab Series Vol. 2 [12"]» (GSL) € 5
Pantha Du Prince «Behind The Stars [12"]» (Dial) € 5
Passage «The Force Field Kids [2LP]» (Anticon) € 5
Photocall «Silver Clouds – Dexter rmx [12"]» (Clone) € 5
Pole «Steingarten Remixes – Pferd / Melchior Productions / Zodiac rmxs [12"]» (Scape) € 5
Pole «Steingarten Remixes 3 [12"]» (Scape) € 5
Pom Pom «Pom Pom 31 [2x12"]» (Pom Pom) € 5
Poni Hoax «Involutive Star – Joakim rmx [12"]» (Tigersushi) € 5
Professor X «Statix [12"]» (Clone) € 5
Proper vs. Boogie «Magnificent Speech Funk – Laurent Garnier / Kabale und Liebe rmxs [12"]» (Rush Hour) €
Rapture, The «I Need Your Love – Playgroup / Manhead rmxs [12"]» (Output) € 5
Redshape «Robot / Neon [12"]» (Music Man) € 5
Rhythm & Sound «See Mi Yah Remixes #1 – Vladislav Delay / Tikiman / Villalobos Rmx [12"]» (Burial Mix) € 5
Rune Lindbaek «Bonat Synthesizer EP [12"]» (Drum Island) € 5
Secondo «Kuwait / Macula [12"]» (Soul Jazz) € 5
Shed / Tobias «Berghain 02 Part I [12"]» (Ostgut Ton) € 5
Shocking Pinks «End Of The World [12"]» (DFA) € 5
Son´s Of The Dragon «The Journey Of Qui Niu – CV313 rmx [12"]» (Echospace) € 5
Spektrum «Horny Pony [12"]» (Spektrum) € 5
Spencer Parker «Beautiful Noise – Ripperton rmx [12"]» (Rekids) € 5
STL «Lost In Brown Eyes [12"]» (Perlon) € 5
Timmy Regisford «The Bubble Track [12"]» (Restricted Tracks) € 5
Toby Tobias «A Close Shave – Prins Thomas rmx [12"]» (Rekids) € 5
Todd Sines + Natacha Labelle «Overlap [12"]» (Planet E) € 5
Tokyo Black Star «Innervisions 19 – Bit Commander EP – Loco Dice rmx [12"]» (Innervisions) € 5
Unknown Soldier, The «Gone But Not Forgotten EP [12"]» (Underground Resistan) € 5
Urban Tribe «Biohazard 17284 [12"]» (Rephlex) € 5
Vários «Amsterdam Remix EP [12"]» (New Religion) € 5
Vários «Automan 14 (Dream Machine / Pinch Roller [12"]» (Automan) € 5
Vários «Channel 4 Sampler [12"]» (Output) € 5
Vários «DJ Hell presents My Definition Of House pt. 3 [12"]» (Gigolo) € 5
Vários «Michael – Versions pt. 2 [LP]» (Coin Flip) € 5
Vários «Notwave Compilation Sampler #2 [12"]» (Rong/DFA) € 5
Vários «Notwave Compilation Sampler [12"]» (Rong DFA) € 5
Vários «Spectral Sound Remixed [12"]» (Spectral Sound) € 5
Vários «Traumschwiegersöhne [2x12"]» (Karmarouge) € 5
Vince Watson «Ethereal [12"]» (Delsin) € 5


/ / Etiquetas: , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 14 Abril, 2010

Record Store Day 2010 (RSD10) na Flur PROMOÇÕES #3



Primeira listagem aqui.
Segunda listagem aqui.

Vai melhorando : ) Esta é a terceira listagem de uma série a publicar nos dias que antecedem o Record Store Day (Sábado 17 de Abril), desta vez mais focada em vinil. As listas maiores agrupadas por preços (como esta) são a base das promoções que estamos a fazer por ocasião do RSD 2010 e os preços são válidos até lá. Para além disso serão activadas promoções de um dia, focadas em editoras ou géneros, cujo preço reduzido será válido apenas para quem pedir nesse dia.
Pedimos desculpas aos nossos clientes de correio mas o privilégio, desta vez, dirige-se a todos aqueles que se deslocam para nos visitar. Podem na mesma, é claro, fazer pedido de envio por correio, mas só consideraremos esses pedidos na segunda-feira 19 de Abril.

Leiam com atenção, por favor, as seguintes regras:

- qualquer disco nestas listas de promoção só pode ser pedido via mail (loja(a)flur.pt);
- nenhum dos discos está em exposição na loja;
- os discos encomendados poderão ser levantados e pagos aqui na loja
apenas no Sábado, 17 de Abril;
- envios por correio só a partir de segunda-feira, 19 de Abril. Lembramos que os portes são sempre pagos por vocês;
- o stock é limitado, as listas irão sendo actualizadas sempre que possível;
- por princípio não aceitamos trocas de discos que aparecem nestas listagens; tentem certificar-se de que os títulos escolhidos são mesmo os que pretendem.

———-

CD A 3,95 EUROS

Alberto Iglesias «La Mala Educación, OST» (El Deseo) € 3,95
Bernard Fowler «Friends With Privileges» (Dude Records) € 3,95
Bobby Conn And The Glass Gypsies «The Homeland» (Thrill Jockey) € 3,95
Chris Bowden «Slightly Askew» (Ninja Tune) € 3,95
Dan Curtin «We Are The Ones We´ve Been Waiting For» (Headspace) € 3,95
Gitte Haenning «Meets The Francy Boland Kenny Clarke Big Band» (Bureau B) € 3,95
Harlan T. Bobo «Too Much Love» (Transsolar Records) € 3,95
Helmut Zacharias «Respect-The 1968 Capitol Hit Recordings» (Bureau B) € 3,95
HIM «Peoples» (Bubble Core) € 3,95
I´m Not A Gun «We Think As Instruments» (City Centre Offices) € 3,95
James Figurine «Mistake Mistake Mistake» (Monika) € 3,95
Kid Congo & The Pink Monkey Birds «Philosophy And Underwear» (Transsolar) € 3,95
Kirk Degiorgio «Planetary Folklore 2» (Archive) € 3,95
Mobius Band «The Loving Sounds Of Static» (Ghostly Internationa) € 3,95
Ms. John Soda «Notes And The Like» (Morr Music) € 3,95
Sage Francis «A Healthy Distrust» (Epitaph) € 3,95
Stereo Total «Do The Bambi» (Disko B) € 3,95
Sun OK Papi K.O. «Orchestre Philarmonok» (Sonig) € 3,95
Swell Maps «Wastrels And Whippersnappers» (Overground) € 3,95
Todd Bodine «Surfaces» (Tresor) € 3,95
Toru Yamanaka «A Boy Is Sleeping» (Fall Records) € 3,95
Vários «Club Maria Berlin Dirty Floor Mixed By Peter Grummich» (Shitkatapult) € 3,95
Vários «Darkroom Dubs Volume One [2CD]» (Darkroom Dubs) € 3,95
Vários «F Comme…» (F Comm) € 3,95
Vários «Nylon Showcase #3» (Nylon) € 3,95

———-

VINIL A 4 EUROS

Aardvarck «Cult Copy Limited Album Sampler [12"]» (Rushhour) € 4
Abe Duqe «Don´t Be So Mean Part 3 [12"]» (Abe Duque) € 4
Abe Duque «Disco Nights – Jay Haze rmx [12"]» (Abe Duque) € 4
Abe Duque «Don´t Be So Mean Part 1 [12"]» (Abe Duque) € 4
Abe Duque «Don´t Be So Mean Part II [12"]» (Abe Duque) € 4
Abe Duque «Following My Heart – DJ Hell rmx [12"]» (Abe Duque) € 4
Achilles «One Muscle To Fall In Love [MLP]» (Stilleben) € 4
ADJD «Stocktown City Dwellers [12"]» (PokerFlat) € 4
Adult./ The Dirtbombs «Pray For Pills / Lost Love [7"]» (Ersatz Audio / Cass) € 4
Airbus Modular «Destinations [12"]» (Traum) € 4
Alex Cortex «ñ [12"]» (Kahlwild) € 4
Alter Ego «Gary LTD – vinil branco [12"]» (Klang Elektronik) € 4
Alter Ego «Gate 23 (RMX)/Daktari (RMX) [12"]» (Klang Elektronik) € 4
Alter Ego «Raw / Vincent Van Dance – Reinhard Voigt / Solvent / Rework rmxs [12"]» (Klang Elektronik) € 4
Anja Schneider & Lee Van Dowski «Deseo [12"]» (Mobilee) € 4
Apologist «Eve [12"]» (Wave) € 4
Aquanauts «Cruiseship Killa / Frustrated [7"]» (Underground Resistan) € 4
Argy «La Pasion [12"]» (Poker Flat) € 4
Arne Weinberg «A True Story [12"]» (Matrix) € 4
Arne Weinberg «Impetus [12"]» (Matrix) € 4
Art Bleek «Exposed [12"]» (Klakson) € 4
Artist Unknown «Artist Unknown Present Part 1 [12"]» (Datapunk) € 4
Arturo Capone «Miocuore Album Sampler [12"]» (Bearfunk) € 4
Arturo Capone «Svolvaer / Rego-Dancer [12"]» (Bear Entertainment) € 4
Arwid «Flashback [12"]» (BPitch) € 4
Barem «Never Better Than Late 12″]» (Minus) € 4
Basic Soul Unit «Soul Patterns [12"]» (Versatile) € 4
Billy Dalessandro «Acid Burn – Gui Boratto rmx [12"]» (Soniculture) € 4
Blake Baxter «Sexuality – Ben Sims / Frankie Bones rmxs [12"]» (Sonic Groove) € 4
Bobby Starr Productions «Gogo Sabatini EP 1 [12"]» (Supadupa) € 4
Box Codax «Naked Smile [12"]» (Gomma) € 4
Brennan Green «Maple Leaf Madness EP [12"]» (Bearfunk) € 4
Brooks «Do The Math EP [12"]» (Soundslike) € 4
Brooks «Enormous Members´ Club [12"]» (Soundslike) € 4
Bushwacka! «Every Dog Has Its Day [12"]» (Olmeto/Records) € 4
Butane «Inferno Jack [12"]» (Crosstown Rebels) € 4
Butch «1000 Lords – Zoo Brazil / popof rmxs [12"]» (Craft) € 4
Cage & Aviary «Friday 14th (part 1 & 2) / Mag Pie Edit [10"]» (Astrolab) € 4
Caribou «Barnowl [12"]» (Leaf) € 4
Chaim «Where s Jack EP [12"]» (Bpitch Control) € 4
Clinic «Tomorrow – DFA rmx [10"]» (Domino) € 4
Cult Of The 13th Hour «Wickedness [12"]» (Soul Jazz) € 4
Dahlback & Dahlback «Sweden 10 – Finland 0 [12"]» (Turbo) € 4
Dan Curtin featuring Jason Byers «Facts [12"]» (Metamorphic) € 4
Danzca «Speicher 63 (Dark Neptune / Aquarel) [12"]» (Kompakt) € 4
Das Etwas «Change [12"]» (Mule Musiq) € 4
David Grubbs «The Spectrum Between [LP]» (Drag City) € 4
Deadbeat «Versionist Carmot [12"]» (Wagon Repair) € 4
Deixis «Nomads Soul [12"]» (AW) € 4
DJ Enne «Compost Black Label #10 – Largo Di Garda Experience [12"]» (Compost) € 4
DJ Enne «Impatient Man EP [12"]» (Nang) € 4
DJ T «After Dark [12"]» (Poker Flat) € 4
DJ T «The Dawn – Woody rmx [12"]» (Get Physical) € 4
DK7 «Where´s The Fun (Jesper Dahlback Rmx) [12"]» (Output) € 4
Doide (aka Russ Gabriel & Tony Blunt) «Type Two (My Girl) – Jay Shepheard rmx [12"]» (Moonpool) € 4
Doide (Russ Gabriel + Blunt) «Type One» (Justified Cause) € 4
Dusty Kid «America [12"]» (Boxer Sport) € 4
DXR «All The Same / Wonka [12"]» (Klakson) € 4
Erell Ranson «Sense Of Our Life [12"]» (MSR) € 4
Erell Ranson «Where The Clouds Are – Paul MAc rmx [12"]» (Myself Recordings) € 4
Fabrice Lig «X Slaves EP [12"]» (Versatile) € 4
Fairmont «Flight Of The Albatross [12"]» (Border Community) € 4
Floppy Sounds «City For Sale – Beat Pharmacy rmxs [12"]» (Wave) € 4
Florian Meindl «La Nuit [12"]» (My Best Friend) € 4
Foog «4040 / Circular 7 [12"]» (Jazzy Sport) € 4
Foog «Slapped [12"]» (Jazzy Sport) € 4
Foog «The Evolver / Niterider [12"]» (Jazzy Sport) € 4
Franck Roger «Innervisions 06 – Back And Forth EP [12"]» (Sonar Kollektiv) € 4
Future Beat Alliance «Lumiere [12"]» (Versatile) € 4
Gabriel Ananda «Ananda´s Bassmachinchen [12"]» (treibstoff) € 4
Gabriel Ananda / Fairmont «100 Part 4 [12"]» (Traum) € 4
Gel Abril «Miranda [12"]» (Get Physical) € 4
GLF (Gennaro Le Fosse) «Off The Wagon / Tantra [12"]» (Abe Duque) € 4
Glimmers «Kiss Me / Frantic – Tommie Sunshine rmx [12"]» (Diskimo) € 4
Gossip «Yr Mangled Heart – Tiga / Linus Loves rmxs [12"]» (Back Yard) € 4
Grandadbob «Pictures – Naughty / Quiet Village rmxs [12"]» (Southern Fried) € 4
Grobas «Between You & Me – Russ Gabriel rmx [12"]» (Dpress Industries) € 4
Gummihz «Bar Loca EP [12"]» (Mobilee) € 4
GummiHz «Mind Games [12"]» (Mobilee) € 4
Gummihz «Under The Sun [12"]» (Mobilee) € 4
Hannulelauri «Glittering Night / Sally 2000 – Jori Hulkkonen version [12"]» (Flexx) € 4
Hiem «She´s The One / Circles In Time – Mathew Jonson rmx [12"]» (Crosstown Rebels) € 4
Hot Chip «No Fit State – Audion rmx [12"]» (EMI) € 4
Hrdvsion «Love´s Duel EP [12"]» (Wagon Repair) € 4
I «Small Words – Unai / Soultek / Echospace rmxs [12"]» (Souldub) € 4
Icasol «Ongou – Idjut Boys rmx [12"]» (Claremont 56) € 4
Immer.Chic / Even Tuell / Vakula / Move D & Benjamin Brunn «Rüts 3/3 [12"]» (Meakusma) € 4
Jamie Jones «Panic [12"]» (Crosstown Rebels) € 4
Jello (Bola) «Chamchimzee – Autechre rmx [12"]» (Peacefrog) € 4
Joel Mull «Harmonautic String [12"]» (Cocoon) € 4
John Daly «Aurora / Equinox [12"]» (Irr) € 4
John Keys «Who´s Afraid Of Virginia Tsedong? [12"]» (Crosstown Rebels) € 4
John Tejada & Arian Leviste «Live 07 [12"]» (Palette) € 4
Jori Hulkkonen is the Fenno Baron «Rave 2.0 EP [12"]» (Turbo) € 4
Jus Wan «Action Potential [12"]» (Apple Pips) € 4
Kaito «Alive / Everlasting Dub [12"]» (Kompakt) € 4
Kango´s Stein Massiv «Ferskfesk [12"]» (Trailerpark) € 4
Kathy Diamond «Sunshine [12"]» (Cottage) € 4
Kikumoto Allstars «House Music [12"]» (Gigolo) € 4
Klang «No Sound Is Heard [LP]» (Blast First) € 4
Koss «Earth – Âme rmx [12"]» (Mule Electronic) € 4
Kubra «Control Issues EP [12"]» (AW) € 4
Laj and Quakerman «Vinyl Frontier [12"]» (Hairy Claw) € 4
Lawrence «Divided [12"]» (Spectral Sound) € 4
Lee Holman «Phonetics EP [12"]» (Ferox) € 4
Like A Tim «Angst [12"]» (Like) € 4
Lil Tony «Cosmic City EP [12"]» (Versatile) € 4
Lil´ Tony «Redrum EP [12"]» (Raw Fusion) € 4
Lopazz / Plein Soleil «Parau Api / Let´s Sway [12"]» (Resopal Red) € 4
Losoul «What Radio? [12"]» (Playhouse) € 4
Losoul «You Know [12"]» (Playhouse) € 4
LowLow «Below The Surface Ep [12"]» (Same Soul Different) € 4
Luke Abbott «B, B, B, B, B, B, B, B, B, B, B, B, [12"]» (Output) € 4
Luke Solomon «Ghosts EP [12"]» (Crosstown Rebels) € 4
Luke Solomon «Robots – Prins Thomas rmx [12"]» (Rekids) € 4
Maik Loewen «Even If You Sleep EP [12"]» (Poker Flat) € 4
Marc Antona «Simple Venus [12"]» (Mobilee) € 4
Marcin Czubala «Berolina – Russ Gabriel rmx [12"]» (Mobilee) € 4
Marco Bernardi «See You Through the Glass [12"]» (Crème) € 4
Marco Passarani «Statostasi EP [12"]» (Pigna) € 4
Mark Broom «From London With Love [12"]» (Bpitch Control) € 4
Mark E «Based On Misunderstandings 2 (Fazer / Smokescreen)» (Sonar Kollektiv) € 4
Martin Peter «Bad Day With JJ [12"]» (Compost Black) € 4
Matt Kenny «Centre Floor [12"]» (Hairy Claw) € 4
Matthew Dear «Dog Days: The Robsoul Remixes [12"]» (Spectral Sound) € 4
Michoacan «Play Your Part EP [12"]» (Bear Entertainment) € 4
Mike Edge «Walking Alone – Patrice Scott rmx [12"]» (Sistrum) € 4
Milton Jackson «Crash Remixes part 1 – Wahoo / Lovebirds rmxs [12"]» (Freerange) € 4
Morthen Kiang / Rezkar / Valuom / Roger 23 «Rüts 2/3 [12"]» (Meakusma) € 4
Mr. Chin «E.O.A.N. [12"]» (Rong) € 4
Mr. G «E.C.G.´ed [12"]» (Rekids) € 4
Mushrooms Project «Space Mushrooms – Toby Tobias rmx [12"]» (Electric Minds) € 4
My MY «Swiss On Rye [12"]» (Playhouse) € 4
Neurotic Drum Band «Fill In The Blanks [12"]» (Abe Duque) € 4
Nick Chacona / Phonogenic «World Series Vol 2 (Tonka / Space Hooker) [12"]» (2020 Vision) € 4
Niederflur «Typo EP [12"]» (Minus) € 4
Nova Dream Sequence (King Britt) «Interpretations: Seven//Ten//Fourteen [12"]» (Compost) € 4
Ogris Debris «Black Label #39 – Hide Open [12"]» (Compost) € 4
One Last Riot «Immortality [12"]» (Paranoid) € 4
Orichalc Phase, The «Violations [12"]» (DC) € 4
Owusu & Hannibal «Delirium – Morgan Geist / Up Hygh rmxs [12"]» (Ubiquity) € 4
Passenger «The Funk / The Fall [12"]» (Eclipse) € 4
Paul Kalkbrenner / Zander VT «Camping 02 (Der Senat / Offroad Camping) [12"]» (Bpitch Control) € 4
Pauli vs Tyrell «Little – S.Y.D. rmx [12"]» (Clone) € 4
Phil Weeks «Song For Maya – Alexkid / Rob Mello rmxs [12"]» (Brique Rouge) € 4
Pier Bucci «Familia Remix EP 1 – Dandy Jack / Dominik Eulberg rmxs [12"]» (Crosstown Rebels) € 4
Plant 43 / Datassette «Split 1 [12"]» (AI) € 4
Poney Poney «When Do You Wanna Stop Working? [12"]» (Institubes) € 4
Principles Of Geometry «Interstate Highway System – Poni Hoax rmx [12"]» (Tigersushi) € 4
Raconteurs, The «Steady As She Goes – Radioslave & Tommi Sunshine rmx [12"]» (white label) € 4
Radio Slave «No Sleep (Part Five) [12"]» (Rekids) € 4
Radio Slave «No Sleep (Part Three) / Dedication [12"]» (Rekids) € 4
Radio Slave «No Sleep Part Four [12"]» (Rekids) € 4
Regis / Re:Group «Asbestos – Sleeparchive rmx / Left – Sumner/Kero/O´Connor rmx [12"]» (Infrastructure) € 4
Richard Bartz «Speicher 61 (Diamond Girl / All Night Thing) [12"]» (Kompakt) € 4
Riz MC «Radar [12"]» (Crosstown Rebels) € 4
Rob Mello feat Stella «Critical [12"]» (Classic) € 4
Rob Mello presents No Ears Dub «Give Me… [12"]» (Disco 45) € 4
Robbie Williams «Rudebox – Chicken Lips / Riton / Soul Mekanik rmxs [12"]» (white label) € 4
Robert Owens «Happy – James Priestley & Dan Berkson rmx [12"]» (Compost) € 4
Robert Owens vs Robert Mello «The Energy (Goes Round & Round) [12"]» (Disco 45) € 4
Rt-Transmissions (Russ Gabriel) «Mount EP [12"]» (Morris Audio) € 4
Russ Gabriel «Spirits – Tobias rmx [12"]» (Pariter) € 4
Russ Gabriel «The Fall Guy [12"]» (Mobi) € 4
Sarrass «Black Label #44 – Breathe [12"]» (Compost) € 4
Sascha Funke «Mango Remixes – DJ Koze / Tobias Thomas & Superpitcher rmxs [12"]» (Bpitch Control) € 4
Sascha Funke / Larsson «Camping 02 (I Love This Tent / Off Voices) [12"]» (Bpitch Control) € 4
Schwanbeck «Radio EP – Quantec rmx [12"]» () € 4
Sebastien San «Movement EP [12"]» (Rush Hour) € 4
Sebastien San «Wuxia [12"]» (Gigolo) € 4
Sebo K «Back To Back Remixes Pt.1 – Nick Curly / Efdemin rmxs [12"]» (Mobilee) € 4
Sebo K «Diva [12"]» (Mobilee) € 4
Sentinel, The «Trust No One EP [12"]» (Southern Outpost) € 4
Shed «Stronghold [12"]» (Solo Action) € 4
Shinedoe «Hey DJ [12"]» (Arearemote) € 4
Shop «EP 3 [EP]» (Shop) € 4
Shur-I-Kan «Letting You Down EP [12"]» (Freerange) € 4
Skatebard «Marimba / Pagans [12"]» (Supersoul) € 4
Snow Patrol «Shut Your Eyes – Naum Gabo rmx [12"]» (Endless Flight) € 4
Sog «Speicher 53 [12"]» (Kompakt) € 4
Sorcerer «White Magic – Album Sampler [12"]» (Tirk) € 4
Soul Mekanik «Get Your Head Stuck To Your Neck / Rob mello rmx [12"]» (Rip) € 4
Soulomon «Hi-Q / Lies Again [12"]» (Recondite) € 4
Spektrum «Kinda New [7"]» (Playhouse) € 4
Spencer Parker «My heart [12"]» (Rekids) € 4
Steve Bug «Look Who´s Talking [12"]» (Cocoon) € 4
Steve Bug «Two Of A Kind [12"]» (Poker Flat) € 4
Steve Bug, Vincenzo «Raw Essentials Prt 2 [12"]» (Raw Elements) € 4
Sun Electric «O´ Locco [12"]» (R & S) € 4
T.Raumschmiere «Die Alte Leier [12"]» (Shitkatapult) € 4
TBA «Annulé – C.U.T. rmx [12"]» (Max.Ernst) € 4
Telefon Tel Aviv «My Week Beats Your Year [12"]» (Hefty) € 4
Terence Fixmer «Silence Control B [12"]» (Gigolo) € 4
Thomas Gwosdz «Ring Frei [12"]» (Kompakt) € 4
Thomas Muller «Right On [12"]» (Bpitch Control) € 4
Tiefschwarz «Simple, Maybe Part 1 [12"]» (Souvenir) € 4
Tim Green «Revox – Justin Martin rmx [12"]» (Dirtybird) € 4
Tokyo Black Star «Innervisions 12 – Still Sequence EP [12"]» (Innervisions) € 4
Tomboy «3 [12"]» (Gomma) € 4
Tomboy «Maggie & Samira / Player, Play On [12"]» (Gomma) € 4
Tony Lionni «Treat Me Right [12"]» (Freerange) € 4
Transparent Sound «Variations Of An Attitude [12"]» (Exceptional) € 4
Trickski «Member Of The Trick 07 / Powerhorse [12"]» (Sonar Kollektiv) € 4
Trickski «The Bat [12"]» (Sonar Kollektiv) € 4
Trickski / Julius Kammerl «Hormony / Erlangen Süd [12"]» (Compost) € 4
Trippy Disco «What I Did In My Summer Holidays [12"]» (Radius) € 4
Tyree Cooper «Da Soul Revival 8 [12"]» (Supa Dupa) € 4
Uusitalo «Tulenkantaja Vol. 1 [12"]» (Huume Recordings) € 4
Vários «Altered States Disc 1 [12"]» (NRK) € 4
Vários «Colour Series: Orange 05 Sampler [12"]» (Freerange) € 4
Vários «Death Is Nothing To Fear 4 [12"]» (Spectral Sound) € 4
Vários «Future Sounds Of Jazz Vol. 11 [12"]» (Compost) € 4
Vários «More Space To Dance [2LP]» (Alola) € 4
Vários «Mule Disco [12"]» (Mule Musiq) € 4
Vários «The Lab 01 Loco Dice sampler 01 [12"]» (NRK) € 4
Vários «The Lab 01 Loco Dice sampler 02 [12"]» (NRK) € 4
Vários «Underground Classic Trax #260 [12"]» (Underground Classic) € 4
Veinte Tres «Serpiente Cosmica [12"]» (Rekids) € 4
Voices, The «Cavern / Spooky [12"]» (Truffle) € 4
W & P Hgg «Funkstart – Dubbyman rmx [12"]» (Cornuta Sound) € 4
Wesley Matsell «Bernwerk [12"]» (Border Community) € 4
Whomadewho «The Plot – Noze / The Mole rmxs [12"]» (Gomma) € 4
Wild Rumpus with Beardyman «Roick The Joint / Reverso 68 rmx [12"]» (Bitches Brew) € 4
Will Saul & Mike Monday «Zippo [12"]» (Buzzin´Fly) € 4
Willie Graff & Tuccilo «123 Yeah Yeah – Brothers´ Vibe rmx [12"]» (Freerange) € 4
X-313 «Spectra – Alter Ego Rmx [12"]» (Extacta) € 4
Zentex «Casa Acido – Jussi Pekka rmx [12"]» (Plot) € 4
Zombie Zombie «Dog Walker / Texas Rangers – Danton Eeprom rmx [12"]» (Versatile) € 4


/ / Etiquetas: , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 13 Abril, 2010

Record Store Day 2010 (RSD10) na Flur PROMOÇÕES #1



OK. Primeira listagem de uma série a publicar nos dias que antecedem o Record Store Day (Sábado 17 de Abril). As listas maiores agrupadas por preços (como esta) são a base das promoções que faremos por ocasião do RSD 2010 e os preços são válidos até lá. Para além disso serão activadas promoções de um dia, focadas em editoras ou géneros, cujo preço reduzido será válido apenas para quem pedir nesse dia.
Pedimos desculpas aos nossos clientes de correio mas o privilégio, desta vez, dirige-se a todos aqueles que se deslocam para nos visitar. Podem na mesma, é claro, fazer pedido de envio por correio, mas só consideraremos esses pedidos na segunda-feira 19 de Abril.

Leiam com atenção, por favor, as seguintes regras:

- qualquer disco nestas listas de promoção só pode ser pedido via mail (loja(a)flur.pt);
- nenhum dos discos está em exposição na loja;
- os discos encomendados poderão ser levantados e pagos aqui na loja
apenas no Sábado, 17 de Abril;
- envios por correio só a partir de segunda-feira, 19 de Abril. Lembramos que os portes são sempre pagos por vocês;
- o stock é limitado, as listas irão sendo actualizadas sempre que possível;
- por princípio não aceitamos trocas de discos que aparecem nestas listagens; tentem certificar-se de que os títulos escolhidos são mesmo os que pretendem.

———-

CD A 0,95 EUROS

Agent K «Feed The Cat» (Laws Of Motion) € 0,95
Cazals «Poor Innocent Boys [CD Single]» (1234) € 0,95
Findlay Brown «Losing The Will To Survive [CD Single]» (Peacefrog) € 0,95
Justice & Kaos «Turn It On The EP» (Warner) € 0,95
LFO «LFO» (BMG) € 0,95
Loka «Beginningless [CDS]» (Ninja Tune) € 0,95
Noisettes «Don´t Upset The Rhythm (Go Baby Go)» (Vertigo) € 0,95
NSM (New Sector Movements) «Turn It Up» (Virgin) € 0,95
Olivier Cadiot «14.01.02» (Derniere Bande) € 0,95
Phase 5 «Space Bar» (Different Drummer) € 0,95
Plus Device «Body Heat [CDEP]» (Hefty) € 0,95
Quesh «Egonomic» (Television) € 0,95
Sandra St Victor «Gemini: Both Sides» (Expansion) € 0,95
Satgyan «Liquid Passion» (Music In Love) € 0,95
Squares On Both Sides «Dunaj» (Hausmusik) € 0,95
Tetris «Tetris» (Pork) € 0,95
Tolcha «Gestalt» (Meta Polyp) € 0,95
Tom Noble «Tom Noble» (Laws Of Motion) € 0,95
Tony Hadley «Reborn» (Charly) € 0,95
Unforscene «Pacific Heights» (Kudos) € 0,95
Vários «Nite:Life 17 – Mixed by Kenny Hawkes» (NRK) € 0,95
Youngblood Brass Band «Center:Level:Roar» (Ozone) € 0,95

———-

VINIL A 1 EURO

(e)Skat(e) «Away [12"]» (Karat) € 1
Alex Is My Bro «She Left Me [12"]» (Shade) € 1
Alex Long «Zeronitro [12"]» (Abyss) € 1
Alison Crockett «Alive – Yam Who? rmx [12"]» (Wah Wah 45s) € 1
Autotune «Sonic Work [12"]» (Muller) € 1
Baku Tsunoda «Satellite Series Vol. 1 [12"]» (Music Conception) € 1
Beta 2 «E.T.A/Soul Feeling [12"]» (Function) € 1
Bitter Suite «Foot Note EP [12"]» (Friends And Families) € 1
Bling Ting «Never Find Another Love [12"]» (Bling Ting) € 1
Blueflame «Sunday At The Rollerdisco [12"]» (Bolshi) € 1
Cabo San Roque vs Luciano «Membrillo [12"]» (Bruchstuecke) € 1
Cocamoto Exclusivo «Sirius “V” Ride / Analmatique II [12"]» (Must!) € 1
Common Ground «React/Whats Up [12"]» (Inquisitive) € 1
Cosmic Connection «Cosmic Connection [12"]» (Isis) € 1
Daan «Sunchild – Dexter rmx [12"]» (Tracks) € 1
Dafataigazz «Steel Free – Sly & Robbie rmx [12"]» (Dafataigazz) € 1
Dafataigazz «Still Free [12"]» (Dafataigazz) € 1
DCL Project «Cundante EP [12"]» (Goanche) € 1
Denis Rusnak «Two Tales Of Canada [12"]» (Nummer) € 1
Domu «Save It / Some Groove [12"]» (2000 Black) € 1
Elliott Dodge «Touch / Mode / Circles [12"]» (Snapshot) € 1
Grupo-X «X-Perience [12"]» (Loft) € 1
Hyper-Hypa & Julius/HMP «Congo Fever/Rolling Touch [12"]» (Shelf Life) € 1
Isyss «Single For The Rest Of My Life [12"]» (Arista) € 1
Janet Jackson «Someone To Call My Lover [12"]» (Virgin) € 1
Jimmy Cozier «She´s All I Got [12"]» (J Records) € 1
Kasar «Karoshi [12"]» (No Zession) € 1
Kayma Samet «Blazée D´La Life [12"]» (Universal) € 1
Konfekt «Krokant [12"]» (Sender) € 1
L Ray Robinson «Music Is EP [12"]» (Diversions) € 1
Lanoiraude «Bang The Box / Poisson Capitaine – Fabrice Lig Rmx» (Initial Cuts) € 1
Lee Van Dowski «Last Minute EP [12"]» (Plak) € 1
Makesome Breaksome «Bong / RRR [12"]» (Plank) € 1
Massi «Massi [12"]» (Nylon) € 1
Max Herre «Zu Elektrisch [12"]» (Four) € 1
Midnight Special «(This) Lay Me Down/Like It Was Boo [7"]» (Out Of The Loop) € 1
Mikael Fitzpatrick «Wish [10"]» (Yellow) € 1
Modern Heads «Ordinary Madness EP [12"]» (Dozzy) € 1
Nagason «The Voice From Above [12"]» (New Polish) € 1
Nocturnal Overload «Tell You What [12"]» (Neuton) € 1
Paloma «Funky Bones EP [12"]» (Fabrique) € 1
Papa Smurf «Papa Smurf [12"]» (Smurf) € 1
Peshay «Satisfy My Love [12"]» (Cubik) € 1
Peshay / J Majik & Goldie «Classics Volume 1 (World Of Music / Sunray) [12"]» (Infrared) € 1
Pheek «Ideal Love [12"]» (Adjunct) € 1
Phil Linton «Dont Stop [12"]» (Atlantic Jaxx) € 1
Plan Randomizer «Segmentator Compass [7"]» () € 1
Quango «Make It Happen [12"]» (Main Squeeze) € 1
Raff & Jay Pidgeon «Killer Beez [12"]» (Feevah) € 1
Robbyn Rhodes «Ignorant People [12"]» (Stereo Deluxe) € 1
Rolf & Fonky «To Care EP [12"]» (Persistencebit) € 1
Rom1F «PL Kiss The Sky – Claro Intelecto rmx [12"]» (Stereorama) € 1
Sandor Caron «Agenda [12"]» (Music For Speakers) € 1
Scotch vs Disco DJ «Disco Band 2003 [12"]» (Terapia) € 1
Season feat Ernesto «Juice – Afronaught rmxs [12"]» (Nuevo Ritmo) € 1
Sidsel Endressen & Bugge «Try [12"]» (JazzLand) € 1
Skylab «Generic [7"]» (Eye Q) € 1
Soul Electric «4U [12"]» (In-Flight Entertainm) € 1
Soul Inside Presents Lurine Cato «Friends [12"]» (Baby Angel) € 1
SpyMusic «No Track Title [12"]» (2000 Black) € 1
Star You Star Me «Stars 1 [12"]» (Teosto) € 1
Steevio «Rogue Patterns Vol. 2 [12"]» (Mindtours) € 1
Supafix «Earth [12"]» (Earth) € 1
Terry Brookes «Altered Perceptions [12"]» (Deepart) € 1
Tonepushers «Falling [12"]» (Fifth Sun) € 1
Toni Vokado «Um Die Eigene Achse EP [12"]» (Electric Avenue) € 1
Toob «4 Walls» (LO Rec.) € 1
Trabant «Enter Spacebar/Lady Elephant [12"]» (Thule Music) € 1
Ugna & Albrecht «Atomic Nation – Marco Passarani rmx [12"]» (i220) € 1
Use Of Weapons «Vicious Enemy/Switchblade [12"]» (Droppin´ Science) € 1
Vários «Speed 1 [12"]» (Speed) € 1
Vários «The Softly EP [12"]» (Softly) € 1
Young Rebels «When I´m Thinking Of You [12"]» (Tenor) € 1
Zero Tolerance «Cat Fight – Calibre rmx [12"]» (Bassbin) € 1

———-

CD A 1,95 EUROS

Andrew Douglas Rothbard «Abandoned Meander» (Smooch) € 1,95
Artist Unknown «Present» (Datapunk) € 1,95
August Engkilde «Police Beatbox» (Cheap) € 1,95
Barbara Morgenstern «bm» (Monika) € 1,95
Barbara Morgenstern «The Operator [CDS]» (Monika) € 1,95
Broadway Project «In Finite» (Grand Central) € 1,95
Broken Family Band «Balls» (Track & Field) € 1,95
Buddy And The Huddle «Monument For John Kaitenbrunner» (Glitterhouse) € 1,95
Chris Whitley «War Crime Blues» (Fargo) € 1,95
Chris Whitley «Weed» (Fargo) € 1,95
Deekline And Wizard «Back Up, Coming Through» (Against The Grain) € 1,95
DJ Dealer «Joyride This Is House Music» (Look At You Records) € 1,95
DJ Teebee «Blacksciencelabs» (Certificate 18) € 1,95
Essex Green, The «Cannibal Sea» (Track & Field) € 1,95
Gabriel Prokofiev & The Elysian Quartet «String Quartet No.1 [EP]» (Nonclassical) € 1,95
Hakan Lidbo «Dunka Dunka» (Musick) € 1,95
Half Cousin «The Function Room» (Gronland) € 1,95
Hydro «Crucial» (Underdog) € 1,95
Jay Haze «Love For A Strange World» (Kitty-Yo) € 1,95
Kareem «Full Spectrum Dominance» (K2O) € 1,95
Late Night Venture «Late Night Venture» (Quartermain Records) € 1,95
Lockdown Project «Lockdown Project» (Gronland) € 1,95
Lucid «Tuesday, 12.15» (Kontext Records) € 1,95
Ocker «1234Love» (Popup) € 1,95
P Money «P Money Is Power» (Underdog) € 1,95
Pilote «Antenna» (Certificate 18) € 1,95
Private «Speedometer» (New Sound Dimensions) € 1,95
Pupkulies & Rebecca «The Way We» (Normoton) € 1,95
Rocket Science «Eternal Holiday» (Modular) € 1,95
Sebastian Sturm «This Change Is Nice» (Rubin Rockers) € 1,95
Silex «Alphabet» (Vibrant Music) € 1,95
Superimposers, The «Missing» (Little League) € 1,95
Sven-Ake Johansson «Schlingerland» (Unheard) € 1,95
Swift It Major «A Park Bench» (Underdog) € 1,95
Team LG «The Way We Do It» (Kennington) € 1,95
Tinchy Stryder vs Maniac «6 Vocals – 6 Instrumentals» () € 1,95
Tony Hadley «The State Of Play» (EMI) € 1,95
Trash Money «Trashmoney» (Tragic) € 1,95
Vários «I Am A Photographer» (Plain) € 1,95
Vários «Mitek: Process» (Mitek) € 1,95
Vários «Puppy Love» (Tomlab) € 1,95
Vários «Ultimate Breaks & Beats – Instrumentals» (Traffic) € 1,95
Wingdale Community Singers «Wingdale Community Singers» (Plain) € 1,95

———-

VINIL A 2 EUROS

12 Angry Men «Under My Skin – Volga Select rmx [12"]» (20000ST) € 2
Amplified People «Amplified People [12"]» (OD) € 2
Argy «Sub But Still Nutty [12"]» (Raum Musik) € 2
Aristacrat «See Me [12"]» (Nonstop) € 2
Arne Michel «Halbzeit [12"]» (Lan) € 2
Auralizer vs Dexter W «Ugly Clown [12"]» (Djax) € 2
Beatless «The Truth [12"]» (Ubiquity) € 2
Blame «Music Takes You [12"]» (Moving Shadow) € 2
Bluprint «Mathis And Tetchener / Smoothie [12"]» (Exceptional) € 2
Boxsaga Feat. Lyric L & Andrea Clarke «Back Inside [12"]» (Nonstop) € 2
Cagedbaby «Star / Berlin [12"]» (Southern Fried) € 2
Calm «Aesthetics Of The Simple Chords [12"]» (Exceptional) € 2
Cio D´or «Hokus Pokus [12"]» (Treibstoff) € 2
Cledus Snow «Building Snowmen [12"]» (Andnotor) € 2
Colonel Red «Gotta Be A Place For Us [12"]» (People) € 2
Cosmo presents Chí feat Billie Godfrey «Mistaken [12"]» (Bitches Brew) € 2
Dean Brown & Konrad Black «Brown Black EP [12"]» (Volt Musik) € 2
Dennis DeSantis «Five Minutes, Today, Forever – Fabrice Lig / Trevor Loveys / Stewart Walker rmxs [12"]» (Third Ear) € 2
Dimensions6 «Living In The Sunshine – Âme rmx [12"]» (Arison) € 2
DJ Glow «Super Earth Invasion [12"]» (Trust) € 2
Double U «Secret Love – Metaboman rmx [12"]» (Sonar Kollektiv) € 2
Drama Society «The Accident / Orphan Elle [12"]» (Four Music) € 2
Even Tuell + Metaboman «Aqua Jet EP [12"]» (Musik Krause) € 2
Francesco Lenza / Ness «My Deep / Ear Raw [12"]» (6th Studio) € 2
Fred Gianelli «Telepathica EP [12"]» (Dust Science) € 2
From Karaoke To Stardom «Undo Redo Weirdo Part 3 of 3 [12"]» (Rrygular) € 2
Geiger «Night [12"]» (Firm) € 2
Italian X-Rays «Strip Down / She´s Contracting [12"]» (Four) € 2
Jacopo Carreras «Olanto – Lee Jones rmx [12"]» (Lan) € 2
Justin Robertson «Machine [12"]» (Neverwork) € 2
Kamueflash & Bee «Frohes Neues [12"]» (Ringelbeatz) € 2
K-Led «Detroit City [12"]» (Force Inc) € 2
Legally Jammin, The «Mixed Up Little Annie [12"]» (Italic) € 2
Luke Vibert / Quante Jubila / Natural Essence / Dub Squad «I Hope So, But i Fear, etc. [12"]» (Play) € 2
Marcel Janovsky «Liebe Auf Zeit [12"]» (Treibstoff) € 2
Mark Henning «Curveball EP [12"]» (Einmaleins) € 2
Markus & Kristian / Town Of Tomorrow «Hän Malli On / LXIX [7"]» (Huge Bass) € 2
Mathematics + Tactile «Treason / Rooted [12"]» (Social Studies) € 2
Mehdispoz «Acid Rain EP [12"]» (RZ) € 2
Micronauts «I Wanna Be Yours [12"]» (TIC) € 2
Midnight Mike «Midnight Drive [12"]» (Dzir) € 2
Mysterymen «Monofunk [12"]» (Alkali) € 2
Nigel Hayes «Manipulation / Augustus – Âme Rmx [12"]» (Sunshine Recordings) € 2
Nobody «Ballorettes [12"]» (Ubiquity) € 2
Nowhere «Place Des Vosges – Chaton & Hopen / Gary Martin rmxs [12"]» (Mental Groove) € 2
Nu:Tone «Seven Years – Matrix remix [12"]» (Hospital) € 2
Nubian Mindz «Good Vibez – Psyan rmx [12"]» (Head To Toe) € 2
Oliver Hacke «Millepieds Remixe [12"]» (Level) € 2
Passage, The «Creature In The Classroom [12"]» (Anticon) € 2
Perc «Skid Grease EP [12"]» (Perc Trax) € 2
Pete Lazonby «Bob / I Miss U [12"]» (Playhouse) € 2
Phil Kieran «My House [12"]» (Skint) € 2
Phonique & The Usual Suspects «Suspicious EP [12"]» (Poker Flat) € 2
Precyz «Clementina [12"]» (Nylon) € 2
Prosumer «Newborn [12"]» (Voltmusik) € 2
Quango «Let Groove Come [12"]» (People) € 2
Renato Figoli «Oftalmic [12"]» (Lofi Stereo) € 2
Reunion «Eona Remixes [12"]» (Dialog) € 2
Rod Baksteen «Altered Flat [12"]» (RZ) € 2
Rose Smith «Life Changes – 2 Banks Of 4 rmxs [12"]» (Glasgow Underground) € 2
S. Elezi «Microwave [12"]» (Luxa) € 2
Sassomatic presents Cocamoto Exclusivo «Trans-Siberian Express [12"]» (Must!) € 2
Seba + Paradox «Move On [12"]» (Hospital) € 2
Seidemann «Search, Forward, Subjack [12"]» () € 2
Spandex «Nameless Dread [12"]» (Sleep Debt) € 2
Strange Parcels «Disconnection [LP]» (On-U Sound) € 2
Suffragettes «Middle GI EP [12"]» (Rrygular) € 2
That´s «A Smart Thing To Say [12"]» (Bomb Boutique) € 2
True Stories «Crazy Girls [12"]» (Nonstop) € 2
Tyrone Latrelle «Remote Drone EP [12"]» (RZ) € 2
Ultradyne «Unknown Works [12"]» (Scsi) € 2
Vantuji Ozmachir «Velodrome / Scobie [12"]» (240 Volts) € 2
Vários «Radio Caroline Volume 1 Sampler [12"]» (Mental Groove) € 2
Vários «Silicon Sampler V3.4» (Resource) € 2
Vários «Special Michel De Hey Edits [12"]» (Recorded In Rotterda) € 2
Wang Inc. «Meditations For A Better World Vol. 1 [12"]» (Persistencebit) € 2
Wuzi Khan «Ssick Oh Ni [12"]» (Meteosound) € 2

———-

VINIL A 2 EUROS E MEIO

Basement Jaxx «Good Luck [12"]» (XL) € 2,5
Butane «Patience EP [12"]» (Catenaccio) € 2,5
E.O.G. «Pt. 3 [12"]» (Dub) € 2,5
Jabba 44 «Bulletin Capsules E:P: [12"]» (Overdrive) € 2,5
Kaptein Kaliber «Pop Ultra 2 [LP]» (Tellé) € 2,5


/ / Etiquetas: , / / Comentar: 2 Comentários »

Domingo, 19 Abril, 2009

RSD09 – Questionário #37

Este inquérito é uma forma de celebrarmos o Dia da Loja de Discos, assinalado a 18 de Abril e internacionalmente conhecido como Record Store Day. Cliquem no link acima para saber de que outras formas celebrámos o dia e quem nos ajudou.
11 perguntas quase só sobre discos. Muitas respostas. Muito obrigado a quem acedeu em partilhar os seus gostos connosco. Publicaremos tudo neste blog em ritmo RSD até ao final do mês de Abril e, após, de forma mais descontraída. Amor e paz para todos.

sole-live-from-romecozy-endings

HUGO PINTO
Jornalista

Um disco que tenha sido muito importante (e já não seja) + razão.
“1oo Lbs” do Mathew Herbert – Foi o disco que me fez começar a gostar de música de dança, hoje parece-me muito aborrecido.
Um disco que seja muito importante agora + razão.
“Live from Rome” do Sole – Porque mostra que o hip-hop tem mais power que o rock e chama a atenção para o catálogo da Anticon.
Um disco irresistível mas que o resto do mundo acha que é mau.
“Alophecia” dos Why – Quase esquecido nas listas dos melhores do ano passado, está no meu top da década.
A capa de disco favorita?
“Cozy Endings” dos Artanker Convoy – A capa que me faz pensar em sexo da melhor maneira.
Mais CD ou mais vinil? Porquê?
Mais CD – Porque é mais prático, porque toca no carro, porque dá para copiar e acima de tudo… D’ont believe the hype!
Qual o primeiro disco que se lembra de comprar e onde foi?
O primeiro disco que tive foi o single do Vickie… “Eh Eh Vickie, Eh Vckie eh, levanta bem a vela… “, deu-me a minha mãe. O primeiro disco que comprei foi o “Meat Is Murder” dos Smiths, mandei vir via postal através de uns tipos que publicitavam no Blitz (Dansa Do Som)..
Qual o último disco que comprou?
“Right Time” de Maluco (Karaoke Kalk).
Qual o disco que irá comprar de certeza, em 2009?
Os novos de Beck, Björk, Beastie Boys ou do Fausto.
Qual é o artista mais representado na colecção?
The Clash – Entre vinil, CD e Bootlegs tenho 30 discos deles.
De que artista tenta comprar todos os discos, bons e maus?
Do Tom Waits, do Fausto, do Beck e das editoras Monika e Anticon.
Que projectos tem em mãos actualmente?
Música na televisão.


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: Um comentário »

Sexta-feira, 29 Dezembro, 2006

Flur: Favoritos 2006 LOJA, CLIENTES, PROMOTORES, JORNALISTAS e MÚSICOS




Buddha Machine foi o item mais vendido na Flur durante o ano. Para algumas pessoas qualificaria como primiro lugar na lista de discos vendidos, para outras é apenas um objecto engraçado, útil até, mas nunca um disco. Poderá estar ao mesmo nível de um álbum inteiramente comprado online em mp3. É um disco? Não tem de se arranjar novas palavras para isso, apenas reorganizar as que já existem, mas para quem é literal, muitas dores de cabeça se avizinham.

2005 era apenas mais um ano, 2006 é só outro, mas diferente. Um ano de vida na loja tem apenas um padrão que se repete: a insaciável curiosidade por mais e melhor música, nova música, velha música. As ocasiões mais celebradas não são os finais de mês quando se recebe o ordenado mas sim todos os dias em que chegam caixas com discos. Esse é o nosso grau de perdição. Muitas pessoas nos ajudaram a crescer em 2006, a aprender coisas novas e a prestar atenção a outras que, no avanço constante que nos arrasta, vão ficando para trás ou ao lado. Do nosso lado, o grau de exigência aumentou mas também aumentaram erros, gralhas em textos e informação desactualizada na página online que tarda em ser oficial. Como Greg Wilson diz mais abaixo, “o dia não tem horas suficientes!”. A vontade secreta de maior ligação à comunidade em que estamos inseridos só recentemente começou a ser concretizável de uma forma mais prática. Assim, em tempo recorde, pedimos a algumas pessoas para gravarem mixtapes e desenharem capas, tudo oferecido a quem fez compras na loja. Este grupo de pessoas foi realmente especial para a Flur, em 2006: Alcides, Alexandre Camarão, António Contador, D Mars, Dinis, Isilda Sanches, Luís Almeida, Luís Futre, Márcio Matos, Marco Rodrigues e Miguel Evaristo, Nuno Bernardino e Jari, Nuno Moita, Pedro Gomes, Pedro Lourenço, Raimundo Júnior, Rui Miguel Abreu, Rui Murka e Tiago Miranda. As mixtapes seguiram sem alinhamento, que será divulgado em tempo oportuno ou a quem nos enviar um email com o pedido.Aos nomes acima referidos (alguns importantes também por outros motivos), outros se juntam pelo reforço da equipa, apoio logístico e cooperação na oferta de entradas para concertos/eventos: André Santos, Artur Peixoto, Fernando Fernandes e staff da Bica Do Sapato, Inês Coutinho, Jorge Janela, Luís Bento, Manuel Mota, Manuel Reis e staff do Lux, Miguel Bello, Nelson Gomes, Pedro Rocha, Ricardo Manaia, Rui Lourenço e Rui Neves.

 

Os vossos 10 primeiros de 2006 reflectem a diversidade de óptima música disponível para o ouvinte curioso. Pop, rock, folk, techno, dubstep, electrónica, kraut e vozes sepulcrais,
melodia e ruído, calma e agitação, gostámos de saber que o mundo fora do nosso umbigo também ouve coisas de que gostamos : ) De novo, agradecemos o tempo que gastaram a pensar e enviar-nos os vossos favoritos.

ÁLBUNS:
1 TV On The Radio «Return To Cookie Mountain» (4AD)
2 Joanna Newsom «Ys» (Drag City)
3 Liars «Drum’s Not Dead» (Mute)
4 Hot Chip «The Warning» (EMI)
5 Cat Power «The Greatest» (Matador)
6 Fujiya & Miyagi «Transparent Things» (Tirk)
7 Scott Walker «The Drift» (4AD)
8 Ellen Allien & Apparat «Orchestra Of Bubbles» (Bpitch Control)
9 Burial «Burial» (Hyperdub)
10 Skream «Skream!» (Tempa)

SINGLES:
1 Delia Gonzalez & Gavin Russom «Relevee» (DFA)
2 Dondolo «Dragon» (Tiny Sticks)
3 Lindstrom «Another Station» (Feedelity)
4 New Young Pony Club «Ice Cream» (Modular)
5 Peter John & Bjorn «Young Folks» (Wichita)
6 Martin Buttrich «Full Clip/Programmer» (Planet E)
7 Theo Parrish «Falling Up» (Third Ear)
8 Fujiya & Miyagi «Ankle Injuries» (Tirk)
9 The Gossip «Listen Up!» (Kill Rock Stars)
10 Allez Allez «African Queen» (Eskimo)



A Flur teve mais cabeças neste ano, todas falam e pensam e, nos seus casulos, ouvem coisas de que as outras não querem sequer ouvir falar. Do cruzamento de listas, sensibilidades e amor pelo próximo,
resultaram 10 + 10. Tudo bom. Os álbuns. Depois os maxis. A seguir as escolhas individuais.

1 Burial «Burial» (Hyperdub)
A fotografia aérea de Londres envolta em escuridão é uma boa pista para o vapor que a música de Burial liberta. Quem não está em contacto com o seu próprio lado sombrio dificilmente retirará prazer desta música espacial, lenta e pesada. Boards Of Canada encontram UK garage, nos exemplos mais exuberantes, mas as referências aparecem e desaparecem quase ao mesmo ritmo que as nuvens e as sirenes à distância que pontuam o álbum. «Burial» é puro alimento para a imaginação e um novo clássico noir como «Maxinequay» de Tricky foi no seu tempo.

2 Kode9 + The Spaceape (Hyperdub)
O álbum de Burial apareceu primeiro e, como tal, parece ter construído o piso sobre o qual «Memories Of The Future» explica tudo o resto. Também aqui estamos perante um disco que define um sentimento em relação a uma época precisa (Agora). Tal como Philip K. Dick escrevia sempre sobre o presente utilizando cenários no futuro, Kode9 + The Spaceape colocam a sua música no Espaço e no Futuro mas é o Presente que comentam, que analisam e é dele que se deve ter medo porque já está a acontecer. A gravidade das palavras de Spaceape apenas reforça o temor, perfeitamente em sintonia com a excepcional arquitectura sonora de Kode9.

3 Rafael Toral «Space» (Staubgold)
Início de uma viagem exploratória noutras dimensões para Rafael Toral, mas também culminar de um processo de, digamos, auto-suficiência no que a instrumentos musicais diz respeito. O músico constrói e/ou modifica os seus próprios geradores de som, e se isto pode parecer nerdy e laboratorial então é porque não assistiram a nenhum dos espectáculos ao vivo recentes de Toral, em que o movimento e acção corporal são fundamentais para o equilíbrio e acerto dos sons. «Space» pode ser jazz astral, ou música electrónica saída da trilha de efeitos sonoros de um filme de ficção científica clássico. Pode ser as duas coisas em simultâneo ou a abstracção total enquanto o olhar se perde no pó de estrelas na capa do CD.

4 Wooden Wand And The Vanishing Voice «Gipsy Freedom» (5RC)
Ouvimos em 2004, fomos seduzidos em 2005, rendemo-nos a Wooden Wand em 2006. «Gipsy Freedom» arrebatou-nos pela perversa abordagem a um universo folk que não é folk, pop que não é bem pop («Don’t Love the Liar» é a melhor canção Swans dos últimos anos) e “new weird america” que já não é assim tão estranha. Entre o teatralismo de câmara e a liberdade angular do psicadelismo, este é o disco de fusão total que queríamos para este ano.

5 Comets On Fire «Avatar» (Sub Pop)
Não foi preciso estar dentro do vulcão headbanging e air guitar quando os Comets On Fire tocaram em Portugal para percebermos a inacreditável energia da banda. Se em palco as arestas estão gastas pela adrenalina, em disco os Comets tem a força progressiva do rock dos 70 e a delicadeza das baladas dos Guns’n'Roses. «Avatar» é um magnífico jogo de ancas entre esses dois evitáveis mundos e o melhor rock desde «Blue Cathedral», curiosamente também dos Comets. Fizeram e tiveram tudo para serem a Broadway do rock em 2006.

6 Skream «Skream!» (Tempa)
Foi assim a estreia impossível do puto Skream num álbum que desafia todas as resistências e categorias, explodindo a sua miraculosa energia sem nunca perder o fio à meada. Tamanha impaciência só poderia ter brotado do dubstep, seja na sua festiva identidade dancehall ou como reflexo inconsciente da herança drum’n'bass. Por cima disto tudo há manipulação perfeita da electrónica, pesada gravidade dos baixos e uma atraente paranóia pela insegurança. «Skream!» é a conclusão feliz um ano depois da estreia com «Midnight Request Line» – peça fundamental da música contemporânea.

7 TV On The Radio «Return To Cookie Mountain» (4AD)
Milhões não podem estar errados: «Return To Cookie Mountain» tinha de estar em todos resumos do ano. De Brooklyn para o mundo, o rock tem nova cor e espiritualidade e exorcisa os seus medos numa espiral harmónica vocal hipnotizante. Celebração eléctrica e ritualismo épico, TV On The Radio é também um monstro de delicada sensibilidade pop, o que esclarece como as 11 canções nunca são menos que viciantes. O óptimo primeiro álbum passa agora a ser uma mera sugestão para este “Cookie Mountain”.

8 Cat Power «The Greatest» (Matador)
É logo no início do álbum, em que as notas de «Moon River» espreitam, que percebemos que Cat Power é uma princesa adorada em queda livre graciosa. «Breakfast At Tiffany’s» em versão indie. O seu espírito de auto-destruição está sempre presente, bem como o sussurro de tocantes canções aos nossos ouvidos. Sozinha ou com o veludo de Memphis por detrás dela, «The Greatest» só tem boas canções, diferentes. Da desintoxicação à sessão fotográfica para a Chanel em Monte Carlo, 2006 foi também um ano especial para Chan Marshall.

9 Scott Walker «The Drift» (4AD)
É o momento… como dizê-lo… de alta-cultura do ano, onde todo um universo pop se condensa num pequeno ponto (o estúdio) para nos assombrar, deslumbrar e desafiar todas as convenções que tinhamos sobre a música de Scott Walker, ou sobre toda a música em geral. No fim, tudo faz sentido, e esta é a mais lógica peça de uma carreira que nunca fez mais nada que olhar para a frente, para os locais onde a luz pouco penetrava e onde os sons tinham uma reverberação diferente. Liberdade total num disco que irá também na nova Voyager.

10 The Fiery Furnaces «Bitter Tea» (Rough Trade)
Eleanor e Matt Friedberger conquistaram muitos ouvintes logo com o álbum de estreia («Gallowsbird’s Bark», 2003) mas, desde então, não fazem outra coisa a não ser baralhá-los. Nós mantivemo-nos incondicionais, e cada novo álbum de FF é uma boa surpresa. Depois do complicado «Reheasing My Choir», «Bitter Tea» são outra vez rebuçados pop, mas sempre nos termos de Eleanor e Matt: camadas de som, versos e refrões, cortadas e combinadas de forma a formar canções, com mudanças de ambiente bruscas, pormenores que se manifestam apenas uma vez, vozes invertidas (logo: satânicas). Génio e diversão.

——————–

A vida de um maxi é consideravelmente mais curta do que a de um álbum, em média, e o seu impacto é também mais imediato, a sua avaliação mais directa. Enquanto facilmente se hierarquiza uma lista de álbuns, no caso dos maxis tudo parece correr a um nível muito próximo. A lista que se segue não tem ordem particular, é apenas uma enumeração de discos importantes para nós, todos eles vendidos na loja durante o ano e, confiamos, todos eles resistentes a futura análise, alguns porque estarão sempre ligados ao que de melhor aconteceu em 2006, outros porque não estão ligados a nenhuma época.

1 Âme/Dixon/Henrik Schwarz + Derrick Carter «Where We At» (Innervisions)
Quase o ponto central da House, em 2006. Âme, Dixon e Henrik Schwarz representam a nova escola alemã, Derrick Carter a velha escola de Chicago. O melhor de dois mundos.

2 Delia Gonzalez & Gavin Russom «Relevee» (DFA)
A remistura de Carl Craig virou muitas cabeças, mas DFA e Baby Ford também fizeram magia. Não esquecer, porém, a incrível versão com beat que os próprios Delia & Gavin fizeram.

3 Martin Buttrich «Full Clip/Programmer» (Planet E)
Ligado a incontáveis produções de Timo Maas e Loco Dice, Martin Buttrich já havia também editado a solo, mas este maxi na Planet E (de Carl Craig) é simplesmente perfeito. House para acabar de vez com o Electro.

4 Theo Parrish «Falling Up – Carl Craig rmx» (Third Ear)
Carl Craig de novo no centro: a sua remistura para «Falling Up» reuniu consenso e tornou possível o raro momento de união entre o que a pista de dança exige e o que faz vibrar os ouvidos e o cérebro.

5 Dondolo «Dragon» (Tiny Sticks)
As remisturas de Brennan Green e Shit Robot solidificaram um dos maxis mais tocados e adorados na cena Disco de 2006. Dissemos Disco? Talvez não seja. Tem bleeps.

6 Björn Torske «NY Lugg» (Smalltown Supersound)
Puro exotismo em forma de Disco e dois pedaços Dub que transcendem cabeça, corpo e geografia.

7 T.O.M. Project «Renaissance» (Sound Signature)
Como «Where We At», este maxi é autoria de uma espécie de super-equipa: Omar-S, Theo Parrish e Marcellus Pittman produzem «Renaissance» e o resultado corresponde aos nossos melhores sonhos negros e ácidos.

8 Panda Bear «Bro’s» (Fat Cat)
Panda Bear é o lado sonâmbulo de Animal Collective, onde sonhos e realidade se misturam numa festa nebulosa em que Martin Denny nos tenta hipnotizar. 2007 trará, claro, um dos álbuns do ano.

9 Tony Allen «Moyege – Mark Ernestus rmxs» (Honest Jons)
O mais iluminado da série de maxis que saíram do álbum «Lagos No Shaking». Mark Ernestus (Rhythm & Sound) reduz tudo, no lado B, a uma pulsação Disco Dub que deixa sorrisos por onde passa.

10 Cobblestone Jazz «India In Me» (Wagon Repair)
Mathew Jonson constrói grooves que se estendem até ao limite do horizonte. «India In Me» poderia nunca terminar e, numa pista de dança, a sua linha de baixo e tom ácido parecem ser tudo o que é necessário.



Álbum do Ano: Burial «Burial» (Hyperdub)

Single do Ano: Delia Gonzalez & Gavin Russom «Relevee» (DFA/EMI)
+
2m, A Espuma dos Dias, Alcides, Alexandre Farto, Alfa, Âme, Andrew Pekler, Andrew Weatherall, Anthony Kiedis, Anthony Mikel (R.I.P.), Antónia, Armando Ferreira, Audion, Balearica, Beats In Space, Bica Do Sapato, Björn Torske, Blackbelt Andersen, Booka Shade, Boxcutter, Brennan Green, Brightback Morning Light, «Brokeback Mountain», Buddha Machine, Buraka Som Sistema, Burial, Butt, Carl Craig, Carlos, Cat Power, CDGserie2Sequoia, Chateau Flight, Circlesquare, Clone, Cobblestone Jazz, Colette, Cut Copy, Daft Punk, Damian Lazarus, Daniele Baldelli, Darshan Jesrani, Dash Snow, David Shrigley, DC Recordings, Depeche Mode, Disco, «Discopolis», Disorder, Dixon, DJ Harvey, Dondolo, Double, Double D Force, dove, Dubstep, Eric Duncan, Erol Alkan, Escort, ESG, Fact,Fantastic Man, Flur, Federico Fellini, Fujiya & Miyagi, Funktion One, «Gay Sex in the 70′s», Geiom, Giorgio Moroder, Gnarls Barkley, Greg Wilson, Grizzly Bear, «Grizzly Man», Gossip, Gym, Henrik Schwarz, «High Tech Soul», «History of Violence», Hot Chip, Hyperdub, I:Cube, Idjut Boys, In Flagranti, Innervisions, Interpol, Isilda Sanches, Isolée, James Brown ( R.I.P.), James Holden, Jan Jelinek, Jay Dee (R.I.P.), Jesse, Johnny Cash, José António Moura, Justin Timberlake, Kaos, Kode9, Larry Levan, Laurent Garnier, Les Baxter, Lindstrom, Loco Dice, «Lost», Louderbach, Luís Cruz, Luís Graça, Lux, Magda,
Magnus International, «Mammagamma», Map Of Africa, Marc Houle, Márcio Matos, Martin Buttrich, «Match Point», Mathew Jonson, Matthew Dear, Maurice Fulton, Milkshake, Ming, Mixtapes, Mobilee, Morgan Geist, MSTRKRFT, MY MY, MySpace, Nelson Gomes, Nelly Furtado, Nic, Nicky Siano, Nino Rota, «New York Noise 3», O Incrível Fugu, Omar-S, Output (R.I.P.), Palace, Palais de Tokyo, Pan Sorbe, Paris, Patrick Cowley, Pedro Almodóvar, Pedro Gomes, Pedro Lourenço, Pedro Ricciardi, Pedro Santos, Pedro Tenreiro, Peter Berlin, Peter Saville, Phonica, Photonz, Piccadilly, Pitch, Podcast, Pop Dell’Arte, Prins Thomas, Purepleasuremusic, Quiet Village, R&S, Radio Slave/Rekid, Rhythm & Sound, Ricardo Villalobos, Robert Altman ( R.I.P.), Rodney P, Rough Trade, Rub-N-Tug, Rui Murka, Rui Vargas, S. Miguel, Samurai fm, Self Service, Serge, Shit Robot, Skream, Sleeparchive, Sonic Disco II, Sonic Youth, Spank Rock, Sue Ellen, Sylvester, Sex Tags Mania, Supersound, Taania Gaardner, The Kills, Thomas Bullock, Tim Sweeney, Tirk, Todd Terje, Tom Moulton, «Too Much Love», Très Demented, Trevor Jackson, Troy Pierce, Turzi, TV On The Radio, UM, Versatile, Warp, WebRadio, West End, Whatever We Want, Xilomatica, Zidane, ZPM e Z.



Discos de 2006:
Abe Duque «When The Fever Breaks» CD (ADR); Andrew Pekler «Strings + Feedback» CD (Staubgold); Björn Torske «NY Lugg» 12″ (Smalltown Supersound); Bjorn Torske & Crystal Bois «As’bestos» 12″ (Sex Tags Mania); Burial «Burial» CD (Hyperdub); Cat Power «The Greatest/Hate» 7″ (Matador); The Fiery Furnaces «Bitter Tea» CD (Rough Trade/Fat Possum); Ike Yard «1980-82 Collected» CD (Acute); Kode9 + The Spaceape «Memories of The Future» CD (Hyperdub); Magik Markers «A Pane Gyric To The Things I Do Not Understand» CD (Gulcher); Mala «Left Leg Out» 12″ (DMZ); Martin Buttrich «Full Clip/Programmer» 12″ (Planet E); Omar-S & Shadow Ray «Oasis Collaborating Album II» 2xLP (FXHE); Omar-S «(111)» 2xLP (FXHE); PJ Harvey «The Peel Sessions 1991-2004» CD (Island); Psychic Ills «Dins» CD (Social Registry); Rafael Toral «Space» CD (Staubgold); Rekid «Made In Menorca» CD (Soul Jazz); Ricardo Villalobos «What’s Wrong My Friends?» 2×12″ (Perlon); Rub-N-Tug/V/A «Better With a Spoonful of Leather» CD (aNYthing); Sonic Youth «The Destroyed Room - B-Sides and Rarities» CD (Geffen); T.O.M. Project «Renaissance» 12″ (Sound Signature); Tantra/Zazu «Collectors Series Pt.2 EP2 – Kaos & Sal Principato» 12″ (Faith); To Rococo Rot «Taken From Vinyl» CD (Staubgold); Todd Terje/V/A «Disco Supreme» MLP (Supreme); V/A «Big Apple Rappin’» 2xCD (Soul Jazz); V/A «Elaste Volume 01: Slow Motion Disco» CD (Compost); V/A «New York Noise 3» CD (Soul Jazz);V/A «Radio Slave Presents Creature Of The Night Part One» 12″ (Eskimo); V/A «Sarcastic Mix Pt. 1» 2xLP (bootleg); V/A «The Roots Of Dubstep» CD (Tempa).
Discos antes de 2006:
A Certain Ratio «Knife Slits Water» 7″; Anti-Time «Free Recipe» 12″; Asha Puthli «The Devil Is Loose» 12″; Boris Midney «D-D-D-Dance» 12″; Brooklyn Express «Sixty-Nine/Change Position» 12″; Cabaret Voltaire «Extended Play» 7″; Celi Bee «Superman/Closer Closer» 12″; Comateens «Ghosts»; Cultural Vibe «Ma Foom Bay» 12″; D.F.X. «Relax Your Body» 12″; Delta 5 «See The Whirl» LP; Dennis Parker «Like An Eagle» 7″;  Fashion «Love Shadow» 2×12″; GNR «Hardcore 1º Escalão/Avarias» 7″; Hipnosis «(End Title) Blade Runner» 12″; Honey Bane «Guilty/Dub» 7″; Hot Chocolate «Mindless Boogie/Don’t Turn It Off» 7″; Jimi Tenor «Can’t Stay With You Baby» 7″; L.B. Bad «Touch Me, Touch Me!!» 12″; The Leather Nun «Primemover/F.F.A.» 7″; Lil Louis & The World «I Called U» 12″; Marta Acuna «Dance Dance Dance» 12″; Mascara «Baja» 12″; Master C&J + Liz Torres «The Legendary Master C&J featuring Liz Torres» 2xLP; Mler Ife Dada «Zimpó» 12″; Mother F «Welcome Aboard» 12″; Musicology «Musicology EP» 12″; Patrick Cowley «Megatron Man» LP; Peru «Oriental» 7″; Peter Green «In The Skies» LP; PWOG «Peel Session» 12″; Richard H. Kirk «Hipnotic» 12″; Robotiko Rejekto! «Umsturz Jetzt» 12″; Scattered Order «Escape Via Cessnock» MLP; Set The Tone «Dance Sucker» 12″; Slick «Space Bass» 12″; Steve Bender «The Final Thing» 7″; Sun Yama «Subterranean Homesick Blues» 7″; Supermax «African Blood» 7″; Supermax «Love Machine» 7″; Suzi Quatro «Suzi Quatro» LP; Tantra «The Double Album» 2xLP; Timmy Thomas «Why Can’t We Live Together» 7″; Thomas Leer «Private Plane» 7″; V/A «The Singing Detective» LP; V/A «Warp 10+1: Influences» 4xLP; Wings «With A Little Luck» 7″; Wire «Map Ref. 41ºN 93ºW/Go Ahead» 7″.


Remisturas/Re-edits:
Allez Allez «African Queen» por Quiet Village; Blackjoy «Moustache» por Prins Thomas; Boney M «Never Change Lovers In The Middle Of The Night» por Major Eléctrico; Delgui «Highlights» por Charles Webster; Herlihy & Torrance «So That’s What Happens» por Isolée; Né Ladeiras «A Chave» por Sue Ellen; Rhythm & Sound «Poor People» por Carl Craig; Rhythm & Sound «Let We Go» por Ricardo Villalobos; Tony Allen «Moyege» disco dub por Mark Ernestus.

Nomes/etc:
2m, Add Noise, Agassi acabou a carreira, Alcides, Andrew Pekler (estilo), mixtapes vintage de Beppe Loda, Björn Torske, Buddha Machine, Bumrocks.com, Bunker, Buraka Som Sistema «Yah!», Carl Craig, Cat Power (as cenas), Chrischan, Clássicos (Fernando, Pedro Lourenço, Pedro Santos), Clone, Comets On Fire na ZDB e Comets On Fire «Sour Smoke», «Cuckoo’s Egg» (Cliff Stoll), D Mars DJ na Bica Do Sapato, Delsin, Detroit, Dexter, DJ Muro, Crème, eBay, «The Eternals» (Jack Kirby), Filter Fedde, Flexx, Flur + Bica Do Sapato em Agosto, spots Flur na Rádio Oxigénio, os Gomes da ZDB, Godsy, «History Of Violence», hoodie Vexed Generation/Warp, «Autobiografia de Howard Hughes» (Clifford Irving), Innervisions, «Inside Man», Isilda, Isolée «Hermelin» a 33rpm, Jamal Moss, Jan Jelinek trio na ZDB, Junior Boys and Girl da Flur (ALFA, André, Inês, Márcio), «Lost», Major Eléctrico apresentou A Coisa na ZDB, Major Eléctrico grava podcasts, Liars no Lua, todos na Loop (D Mars, Rui Miguel e Zé Belo), Lego Set 358, Lego AT-ST, em estúdio com os Loosers, Lux (mais perto do que é importante), Magik Markers na ZDB, Manuel Mota, Martin Brandlmayr em Mapstation, «Match Point», pistas Matchbox Superfast, Mathematics, Matt Edwards, Michoacan, Ming, Mixtapes, Mobilee, Museu Cósmico, Nuno Rosa; Pan Sorbe, Pedro Tenreiro = Pitch, Peeron.com, Photonz, Quiet Village, Redshape, Rekid, Ricardo Villalobos, Rob Mello, Rodrigo Alfa, Rub-N-Tug, Sam The Kid «Slides - Retratos Da Cidade Branca», Skream «Emotionally Mute», Sonic Youth, Staubgold, Strawberry Force Fields Forever acabou, Supersound, Tadd Mulinix, caixas Tamiya, Tiago Miranda, UM, «United 93», Vetiver «You May Be Blue», Wax Poetics, Whatever We Want (tudo o que tem de bom e de mau), «Zardoz».



Ariel Pink’s Haunted Graffiti «House Arrest» (Paw Tracks); Burial «Burial» (Hyperdub); Comets On Fire «Avatar» (Sub Pop); FM3 «Buddha Machine» (FM3); Gazelas «Gazelas» (Edição de Autor); Jason Ajemian & Scott Tuma «Lover’s Rock» (Edição de Autor); Marsen Jules «Les Fleurs» (City Centre Offices); Phoebus «Falésia» (Searching); Rafael Toral «Space» (Staubgold); Steffen Basho-Junghans «In The Morning Twilight» (Kning Disk); Tetuzi Akiyama «Striking Another Match» (Utech); Tortoise «A Lazarus Taxon» (Thrill Jockey); William Basinski «Variations For Piano & Tape» (MMLXII).

Nomes que elevam uma simples lista a um estatuto de lista-de-melhores-de-qualquer-coisa e de qualquer ano
Afonso Simões, Alberto Arruda, Alice Vinhas, Antónia Rita Alves, Ary Cortez, Bárbara Fernandes, Carlos Lobo, Duarte Netto, Eduardo Vinhas, Fernando Nunes, Joana Mendo, João Valente, Jason Ajemian, Jimmy Beltran, Jorge Martins, Josephine Foster, Julinha Alfacinha, Manuel Mota, Margarida Garcia, Mariana Roxo, Natxo Checa, Nelson Gomes, Patrícia Mateus, Pedro Brito, Pedro Gomes, Pedro Lourenço, Pedro Santos, Rafael Toral, Rodrigo Alfacinha, Rui Mateus, Susana Pomba, Tim Clements, Zé Moura.



Sei Miguel «The Tone Gardens» (Creative Sources); Manuel Mota «Outubro» (Headlights).
Também (mas agora por ordem alfabética):
Danielson «Ships» (Secretly Canadian); Evan Parker «Time Lapse» (Tzadik); The Fiery Furnaces «Bitter Tea» (Fat Possum); Joseph Holbrooke Trio «The Moat Recordings» (Tzadik); Loren Connors «Night Through» (Family Vineyard); Matmos «The Rose Has Teeth» (Matador); MV&EE «Mother Of Thousands» (Time Lag); Panda Bear «Bro’s» (Fat Cat); Rafael Toral «Space» (Staubgold); Scott Walker «The Drift» (4AD); Sonic Youth «Rather Ripped» (Geffen); This Heat «Out Of Cold Storage» (ReR); Tony Conrad «Joan Of Arc» (Table OF The Elements); Wooden Wand And The Vanishing Voice «Gipsy Freedom» (5RC)
Mais:
Rql & Ig, Arthur Yorinks, Matthew Reinhart & Maurice Sendak «Mommy?», James Jean, Fighting, Pietari Posti, Meathaus, Fiodor Sumkin, Kelsey Brookes, The Little Chimp Society, Leah Hayes, Maya Hayuk, Fecal Face, Sam Weber, Alberto Cinza, Farmerbob, Mu Pan, Gabi Beltrán, Jim Stoten, Keith Shore, Mike Bertino, David Miller, Ron Mueck, Jim Woodring, James Blagden, Art Dorks (RIP), Fender Precision, Roald Dahl «Gremlins», Aldous Huxley/Beatrice Alemagna «Os Dois Corvos», Al Columbia, Ira Cohen «The Invasion Of Thunderbolt Pagoda» DVD, Jeff Newman «Hippo! No, Rhino», Ruth Gwily, Tove Jansson «Moomin: The Complete Tove Jansson Comic Strip Book One».



Os melhores:
Skream «Skream!» (Tempa)
Xiu Xiu «The Air Force» (5RC/Acuarela)
TV On The Radio «Return To Cookie Mountain» (4AD)
Kode9 + The Spaceape «Memories Of The Future»  (Hyperdub)
Burial «Burial» (Hyperdub)
Os outros bons:
Clipse «Hell Hath No Fury» (Re Up Gang)
Demetri Martin «These Are Jokes» (Comedy Central)
Final Fantasy «He Poos Clouds» (Tomlab)
Leafcutter John «The Forest And The Sea» (Staubgold)
Marsen Jules «Les Fleurs» (City Centre Offices)
MV & EE with the Bummer Road «Green Blues» (Ecstatic Peace)
Niobe «White Hats» (Tomlab)
Scott Walker «The Drift» (4AD)
Shogun Kunitoki «Tasankokaiku» (Fonal)
Vetiver «To Find Me Gone» (Fat Cat)
Wooden Wand And The Vanishing Voice «Gipsy Freedom» (5RC)Os outros ainda:
Andy Stott «Merciless» (Modern Love); Animal Collective «Hollinndagain» (Paw Tracks); Ariel Pink «Pedestrian Pop Hits» (Latitudes); Barbara Morgenstern «The Grass Is Always Greener» (Monika); Boards Of Canada «Trans Canada Highway EP» (Warp); Broadcast «The Future Crayon» (Warp);  Cat Power «The Greatest» (Matador); Comets On Fire «Avatar» (Sub Pop); Contriva «Separate Chambers» (Morr); Dictaphone «Vertigo» (City Centre Offices); Ellen Allien & Apparat «Orchestra Of Bubbles» (Bpitch Control); Excepter «Alternation» (5RC); Grizzly Bear «Yellow House» (Warp); I:Cube «Live At The Planetarium» (Versatile); James Figurine «Mistake Mistake Mistake» (Monika); Jan Jelinek «Tierbeobachtungen» (Scape); Joanna Newsom «Ys» (Drag City); Karen Dalton «It’s So Hard To Tell You Who’s Going To Love You The Best» (Megaphone); Kieran Hebden & Steve Reid «The Exchange Sessions 1 & 2» (Domino); Liars «Drum’s Not Dead» (Mute); Lisa Germano «In The Maybe World» (Young God); M. Ward «Post-War» (4AD); Magda «She’s A Dancing Machine» (Minus); Mapstation «Distance Told Me Things To Be Sad» (Scape); Matmos «The Rose Has Teeth In The Mouth Of A Beast» (Matador); Oasis «Oasis Collaborating #2» (FXHE); Pan American «For Waiting, For Chasing» (Mosz); Psychic Ills «Dins» (The Social Registry); Rafael Toral «Space» (Staubgold); Sei Miguel «Tone Gardens» (Creative Sources); Solo Andata «Fyris Swan» (Hefty); Sonic Youth «Destroyed Room» (Geffen); This Heat «Out Of Cold Storage» (ReR); TI «King» (Grand Hustle/Atlantic); To Rococo Rot «Taken From Vinyl» (Staubgold); Tom Waits «Orphans» (Anti); Vários «Camping 2» (Bpitch Control); Vários «New York Noise, Vol. 3» (Soul Jazz); Various «The Word Is Gone» (XL)Fragmentos irresistíveis de discos bons ou menos bons:
Ali Farka Touré «Erdy»; Andy Samberg & Justin Timberlake «Dick In A Box»; Beyoncé «Déjà Vu»; Beirut «Brandenburg»; Beth Orton «Worms»; Boards Of Canada «Davyan Cowboy»; Bonnie “Prince” Billy «Strange Form Of Life» (ao vivo no Late Show with Conan O’Brien); Brian Eno «This»; Broadcast «Poem Of Dead Song»; Cassie «Me & U»; Christina Aguillera «Intro»; Contriva «Before»; Delia Gonzalez & Gavin Russom «Relevee»; Demetri Martin «The Grapes Song»; Destroyer «Painter In Your Pocket»; Electrelane «I Only Always Think»; Ensemble «Summerstorm»; Excepter «The “Rock” Stepper»; Extra Golden «Ok-Oyot System»; Fiona Apple «O’ Sailor»; FM3 «Buddha Machine»; Ghostface Killah «RAGU»; Gnarls Barkley «Crazy» (nas várias versões ao vivo: Letterman, Jay Leno e Conan O’Brien); Grizzly Bear «Lullabye»; I:Cube «#2»; James Figurine «Apologies»; Jay-Z «I Made It»; Joan As Police Woman «Eternal Flame»; Kudu «Bar Star»; Lambchop «Crackers»; Lou Reed «Take A Walk On The Wild Side (versão Post Industrial Boys)»; Lupe Fiasco «I Gotcha»; M. Ward «Chinese Translation»; Matmos «Steam And Sequins For Larry Levan»; Matthew Friedberger «The Pennsylvania Rock Oil Company Resignation Letter»; Mikkel Metal «Hemper»; My My «Propain»; Nas «Still Dreaming»; Nelly Furtado «Showtime»; Niobe «Shirocco And Mistral»; EmbryoNNCK «Five Grams Of The Widow»; Outkast «Morris Brown»; Panda Bear «Bro’s»; Peter Bjorn & John «Young Folks»; Pharell «Take It Off»; Pixies «Break My Body (versão ao vivo Hanne Hukkelberg)»; Planningtorock «Don’t Want What You Don’t Want»; Rekid «Legend»; Rhythm & Sound «Poor People Must Work (Carl Craig remix)»; Scritti Politti «Petrococadollar»; Spektrum «Moody Feels Good»; Squarepusher «Hello Meow»; Tanya Morgan «Paper Thin»; Van Hunt «Being A Girl» (ao vivo no Late Night with Conan O’Brien); Vetiver «You May Be Blue»; Xiu Xiu «Vulture Piano».



Nós trabalhamos a nossa parte do todo, e o mais razoável a esperar é que as outras partes façam o seu melhor. A utopia de um meio/circuito realizável só é possível se cultivarmos o orgulho de sermos melhores que os outros e trabalharmos para isso. De entre todas as pessoas que dão o seu melhor,
temos para partilhar um grupo de agentes culturais que, no âmbito da música, fizeram as coisas certas acontecer para, quando juntamos tudo, o todo ser mais bonito.



Álbuns:
Bob Dylan «Modern Times» (Columbia)
Gnarls Barkley «St. Elsewhere» (Downtown)
Cat Power «The Greatest» (Matador)
The Strokes «First Impressions Of Earth» (Sony/BMG)
Yeah Yeah Yeahs «Show Your Bones» (Polydor)

Podiam estar muitos, mas muitos mais, mas foram os 5 primeiros que me saíram:
Festival Reading (Inglaterra)
South By Southwest (SXSW – EUA)
10º Aniversario Festival Sudoeste
Festival Lisboa Soundz, especialmente The Strokes.
Kings Of Convenience (Aula Magna)
Damian Marley (Coliseu Lisboa)
Festa Aniversário Lux
Xavier Rudd (Santiago Alquimista)
Festival Radar (especialmente Lisa Germano) (Santiago Alquimista)
Pixies (Pavilhão Atlântico).
Pearl Jam (Pavilhão Atlântico).

(promotora Música No Coração)

5 álbuns:
Marisa Monte «Universo Ao Meu Redor» (EMI)
Scott Walker «The Drift» (4AD)
Jurassic 5 «Feedback» (Interscope)
Dudley Perkins «Expressions (2012 A.U.)» (Stones Throw)
Shogun Kunitoki «Tasankokaiku» (Fonal)

4 reedições:
Johnny Cash «Personal File» (Columbia)
Karen Dalton «It’s So Hard To Tell Who’s Going To Love You The Best» (Megaphone)
Rita Lee «Hoje É O Primeiro Dia Do Resto Da Sua Vida» (Rev-Ola)
Andrew Hill «Smoke Stack» (Blue Note)

3 concertos:
Tom Zé (Culturgest)
Tinariwen (Clube Lua)
Kanye West (Oeiras)

2 perdas irreparáveis:
Jay Dee R.I.P.
James Brown R.I.P.

1 acontecimento cultural:
Tom Waits «Orphans» (Anti)

(Revista Op.)

5 álbuns:
Be Your Own Pet «Adventure» (XL)
CSS (Cansei De Ser Sexy) «CSS» (Sub Pop)
Arctic Monkeys «Fake Tales Of San Francisco» (Domino)
The Raconteurs «Broken Boy Soldier» (XL)
Lupe Fiasco «I Gotcha» (Atlantic)

5 diversos:
Editors (Super Bock Super Rock)
Kasabian (Rock In Rio In Lisbon)
Strokes (Lisboa Soundz)
?uestlove (MusicBox)
Arctic Monkeys (Paradise Garage)

Foi um ano bom a todos os níveis, viu-se finalmente uma reconciliação entre as novas tecnologias e a música. O melhor exemplo foi a permanente descoberta de bandas através do MySpace, caso dos Clap Your Hands And Say Yeah, Lily Allen, Arctic Monkeys, entre outros. Vimos uma maior diversidade na Música de Gnarls Barkeley a The Killers, passando pelo virtual com os Gorillaz, ou mesmo ‘one man show’ como é o caso de Final Fantasy. Passando também pelo Choque de Culturas que a música uniu como foi o caso de Matisyahu… Enfim, um ano musical deveras interessante. A assinalar também uma banda que passou por Portugal mas que não teve a notoriedade merecida: Art Brut, em Leiria.

(SIC Radical)

5 álbuns:
Bob Dylan «Modern Times» (Columbia)
Junior Boys «So This Is Goodbye» (Domino)
Lindstrom «It’s A Feedelity Affair» (Smalltown Supersound)
Marisa Monte «Infinito Particular» (EMI)
Comets On Fire «Avatar» (Sub Pop)

5 diversos e dispersos:
YouTube
MySpace
Buddha Machine
Chavena de chá
T-Shirt

2006 foi um ano de excesso de música. O facto de estar cada vez mais acessível é bom porque a democratiza mas, por outro lado, torna-a numa arte de consumo fácil e rápido, incapaz de potenciar a sua assimilação. Para os músicos, a divulgação da sua obra é muito mais acessível embora se vejam confrontados com a eterna questão: como sobressair no meio de tanta oferta? Gnarls Barkley, Arctic Monkeys, Lily Allen, Clap Your Hands Say Yeah e OK Go, por razões diferentes, podem ter algumas das respostas. Certo que a julgar por algumas das listas de melhores do ano, 2006 foi um ano mais marcado por fenómenos do que propriamente por álbuns.

(portal Diário Digital; 6a/Diário De Notícias)

5 álbuns:
Joanna Newsom «Ys» (Drag City)
Cat Power «The Greatest» (Matador)
Tom Waits «Orphans» (Anti)
Mayra Andrade «Navega» (Sony/BMG)
Camille «Live Au Trianon» (Virgin France)

5 +
O arrojo daquele que entendo ser o mais genial músico português da actualidade. Bernardo Sassetti lançou um disco e um livro («Unreal - Sidewalk Cartoon») que se abocanham um ao outro, uma manobra arriscada para alguém que poderia muito bem ter-se ficado pelo belíssimo lirismo em trio de Nocturno (que rapidamente se transformou no disco de jazz instrumental português mais vendido de sempre). Esta urticária e este formigueiro de ficar preso ao mesmo sítio são a essência de ser artista. E poucos terão as quotas tão em dia quanto Sassetti.
A morte de Mário Cesariny, inevitavelmente. Por muito que a partida seja certa, nunca se atenuam os seus estragos. Não morro de amores por poesia, mas as palavras de Cesariny sempre me convenceram temporariamente do contrário.
O extraordinário e corajoso trabalho desenvolvido em Montemor-o-Novo pelo coreógrafo Rui Horta. Dá gosto passear pela pequena cidade alentejana e sentir que o ar que se respira é feito de outra matéria. O Convento da Saudação tornou-se um daqueles lugares acolhedores em que há a garantia de se tomar sempre contacto com algo verdadeiramente novo - ou, na pior das hipóteses, esbarrar com a tentativa de encontrar esse ‘algo’. Verdadeiramente inspirador.
O ponto de maturidade do Festival Músicas do Mundo, em Sines. Não há outro festival tão confortável. Conhecem-se as caras, desconhecem-se os concertos e o único fogo-de-artifício é mesmo aquele com a autarquia ilumina o céu no final das festas. Longe, muito longe, da previsibilidade ruminante das peças de teatro milimétricas em que se transformaram os concertos pop.
Por falar em pop. Pop fresquinha e com vitalidade, sem precisar de bomba para a asma, é coisa dos franceses. Não há outro país a dedicar tanta sofisticação e inteligência às suas canções mais trauteáveis, nem a fazer a devida vénia ao seu passado musical num inventivo cenário pop. De Jean-Louis Murat a Brigitte Fontaine, Camille a Coralie Clément, Benjamin Biolay a Vincent Delerm, da ‘emprestada’ Carla Bruni a M, anda por aqui muita da mais entusiasmante música actual.

(Semanário Sol)

álbuns:
Fujiya & Miyagi «Transparent Things» (Tirk)
Lindstrom «It’s A Feedelity Affair» (Smalltown Supersound)
Kode9 + The Spaceape «Memories Of The Future» (Hyperdub)
Skream «Skream!» (Tempa)
Herbert «Scale» (K7)

acontecimentos (ordem alfabética):
Barragem do Picote - um Portugal desconhecido descoberto durante as férias. Agora já é património mas, na altura, ainda pesava o abandono inexplicável de um tesouro da arquitectura modernista.
Buraka Som Sistema - um acontecimento em si mesmos. Valeram por tudo, pela energia, pelo hype e porque merecem.
Comets On Fire @ ZDB – rock’n'roll sem pruridos, intenso e cru. Um dos meus melhores concertos de sempre.
DJ Shadow presents The Hyphy Movement @ Lux – hip hop puro e duro por quem nos habituou a coisas mais mentais do que festivas e o Lux a sucumbir ao Hyphy Movement de braços no ar e sem reservas.
Lost - Tantas vezes que preferi viver os enigmas do Lost a coisas mais mundanas! Nunca me arrependi. Aguardo ansiosamente novos desenvolvimentos para ver se suplantam as minhas teorias :)

Não foi um grande ano, mas teve os seus momentos. O nu-disco deu-nos fantasias cósmicas, o dubstep alimentou a ansiedade do futuro. O hip hop não foi tão bom como se queria e o indie rock depurou a fórmula e usou-a como se não houvesse nem amanhã, nem alternativa. A internet democratizou mas também impôs tiranias. Fazem-se downloads porque se tem xis GB de memória para encher. O critério passou a ser o da quantidade descartável. E a verdade é que nunca houve tanta música disponível como agora. Muita música, grande parte dela inconsequente, outra grande parte que nunca chega a ter a atenção que merece. No meio disto tudo, e à semelhança do que aconteceu nos últimos anos, uma das melhores coisas que se pode fazer é ouvir a música do passado renegado e reescrever a história, constantemente. Tempos confusos, mas interessantes, estes…

(Rádio Oxigénio; 6a/Diário De Notícias)

5 álbuns sem ordem de preferência:
The Strokes «First Impressions On Earth» (Sony/BMG) – ao terceiro convenceram-me.
The Raconteurs «Broken Boy Soldiers» (XL) – sou fã, sem reservas, do Jack White.
TV On The Radio «Return To Cookie Mountain» (4AD) – é bom quando um CD chega ao fim e queremos carregar no play outra vez.
Fujiya & Miyagi «Transparent Things» (Tirk) - uma agradável surpresa.
Ali Farka Touré «Savane» (World Circuit) – uma descoberta recente, sublime.
Houve também o regresso à forma do dinossauro Dylan (quando também vimos um óptimo documentário de Scorsese), um Johnny Cash com «American Recordings V» muito bom (também uma descoberta recente), houve kode9 e muitos outros que a memória não lembra…

5 concertos:
Keith Jarrett (CCB) - finalmente.
Ursula Rucker (Lux) – esgotado, com a americana a regressar ao palco por três vezes.
Bloc Party e !!! (Paredes De Coura)
Nicola Conte Jazz Combo (Arena Lounge)
Cool Hipnoise (São Jorge) – integral do último álbum com muitos convidados, o meu primeiro concerto cool hipnoise.

(promotora O Acaso)

5 álbuns:
Kode9 + The Spaceape «Memories Of The Future» (Hyperdub)
Burial «Burial» (Hyperdub)
Pet Shop Boys «Fundamental» (Capitol)
Junior Boys «So This Is Goodbye» (Domino)
Vários «Dubstep Allstars Vol.3 - mixed by Kode9» (Tempa)

5 outras cenas de 2006:
Tantas super-canções pop, de Jamelia, Genki Rockets, Cassie, Lil’ Chris, Bodies Without Organs, Paris Hilton, Justin Timberlake, Scissor Sisters, Stefy, Hadouken!, All Saints, The Knife, Pleasure, The Hours, SuperJupiter, Radar, New Young Pony Club, Infernal, Dragonette, Betty Curse, Peter Bjorn And John.
Uma super-canção pop que merece um poleiro individual com vista sobre o infinito: «With Every Heartbeat» – Kleerup ft. Robyn.
Três sítios para ler sobre super-canções pop passadas e presentes e futuras, ou só para ler sobre música com largueza de vistas e humanidade: no monitor (Popjustice), nos quiosques (The Word), nas livrarias (The Best of Smash Hits).
YouTube, pela janela que se abriu para tantas super-canções pop.
Samuel Jerónimo e Nigga Poison, pelas clareiras de criatividade no pântano da música feita em Portugal.

Há pouco, escolhi para colocar naquele espaço reservado a frases/expressões de circunstância sob o logotipo do UM, o jornal que dirijo e que ajudei a nascer e de que me orgulho às mãos cheias, as palavras “Annus Bizarrus”. Consigo lembrar-me de algumas coisas positivas que aconteceram no país e no mundo, mas consigo lembrar-me de muito mais coisas negativas. Consigo lembrar-me de poucas mas intensas coisas boas que aconteceram a nível pessoal, mas consigo lembrar-me de mais coisas assustadoras. Consigo lembrar-me de um punhado de coisas e de pessoas boas e competentes e excepcionais ligadas ao meu mundo profissional (jornais, revistas, cenas assim…), mas consigo lembrar-me de uma carrada estúpida de coisas lastimáveis e de crápulas incompetentes. Deixo 2006 sem saber bem o que pensar de 2006, mas com a certeza que não quero ter mais nenhum 2006 em que pensar.

(Jornal UM; avitimarespira.blogspot.com)

Álbuns:
Hot Chip «The Warning» (EMI)
TV On The Radio «Return To Cookie Mountain» (4AD)
Ellen Allien & Apparat «Orchestra Of Bubbles» (Bpitch Control)
Cat Power «The Greatest» (Matador)
Beck «The Information» (Geffen)

Singles:
Hot Chip «Over And Over» (EMI)
Yeah Yeah Yeahs «Turn Into» (Polydor)
Tiga «Far From Home» (Different)
Gnarls Barkley «Crazy» (Downtown)
CSS (Cansei De Ser Sexy) «Let’s Make Love And Listen To Death From Above» (Sub Pop)

Concertos:
ESG (Lux)
Gang Of Four (Paredes De Coura)
Bloc Party (Paredes De Coura)
Yeah Yeah Yeahs (Paredes De Coura)
!!! (Paredes De Coura)
Bauhaus (Paredes De Coura)
Hot Chip (ZDB)
The Vicious Five (Left)
Who Made Who (Mercado)
Kid Congo & The Pink Monkey Birds (ZDB)

(bar Left)

5 álbuns:
Neko Case «Fox Confessor Brings The Flood» (Anti)
TV On The Radio «Return To Cookie Mountain» (4AD)
Cibelle «The Shine Of Dried Electric Leaves» (Crammed)
Sérgio Godinho «Ligação Directa» (EMI)
Dead Combo «Quando a Alma Não É Pequena» (Universal)

5 coisas (boas) a reter de 2006:
A consolidação de um circuito em boa parte independente e movido pela paixão de quem ouve, vê, respira e escreve música. Provas: o surgimento de dezenas de blogues e fanzines digitais, que muitas vezes ombreiam com os media tradicionais na difusão de música e bandas, gerando assinaláveis fenómenos de culto – ou de como as plataformas de partilha de discos ganharam um cérebro a condizer: flexível, volátil, sem fronteiras ou limites que não a vontade. Mais provas: os concertos cheios para ver artistas que “não vendem”, o nascimento de novas (e aventureiras) promotoras, as noites em que temos dificuldade em escolher entre três ou quatro apetecíveis propostas culturais. O que não cabe no papel – e sim, também temos saudades – encontra-se cada vez mais na Internet, e numa Internet cada vez mais pessoal e transmissível.
A insistência de várias bandas nacionais no ir à guerra. Dão (o que têm) e levam (o que o público lhes dá), ajudando – quando as coisas correm bem – a provar que, afinal, é possível vingar em Portugal se à inspiração se juntar generosa transpiração. Vicious Five ou Linda Martini são exemplos de trabalho e persistência com frutos à vista.
O brotar, nas franjas da música nacional, de uma certa pequenez de som que com grande probabilidade nunca chegará às massas, mas fez algumas cócegas simpáticas a 2006. Os lisboetas Garoto (com cantora espanhola e letras poliglotas), os portuenses Stowaways, Nuno Prata ou os München partilham uma minúcia apurada no seu artesanato de canções, acrescentando-lhes um passaporte sem dúvida latino, com janelas escancaradas para o mundo. Tudo em relativa estreia este ano.
Não é deste ano mas é sempre bonito ver mulheres em grande. 2006 ampliou os talentos de gente já conhecida e apreciada com Joanna Newsom, Nina Nastasia, Lisa Germano, Cibelle, Cat Power ou Neko Case, oferecendo ao mundo os primeiros polaroids de Lily Allen (mimo inspirado em Inglês de rua), Kate Jackson (das punk-coquetes Long Blondes), Beth Ditto (a pregadora à frente dos The Gossip) ou de Lovefoxxx e demais garotas dos paulistas Cansei de Ser Sexy.
A proliferação de net labels e pequenas editoras vocacionadas a acolher aquilo que não cabe noutras casas, mas que nós agradecemos ouvir. Muitas das vezes, à (legal) distância de um clique.

Há concertos para os quais olhamos, meses ou anos mais tarde, como verdadeiras epifanias. Em 2006, e sem que nada o fizesse prever, vivi esse abalo no Festival Músicas do Mundo, em Sines. A fama dos brasileiros Cordel do Fogo Encantado já me havia chegado aos ouvidos, mas nunca os escutara – creio que, mesmo que o tivesse feito, o choque seria o mesmo. A passagem do Cordel por Sines deixou, efectivamente, um rasto incandescente na estupefacta plateia de um festival cada vez mais obrigatório. Houve quem abandonasse o castelo às primeiras músicas e quem se deixasse arrebatar, defesas em baixo e queixo no chão, pela desbragada mistura de poesia, teatro e música tradicional (percussão tripla e demoníaca, guitarra subliminar) que o grupo do Recife nos atirou à cara. A embrulhar tudo, uma raiva 100% rock e um vocalista/actor (Lirinha) absolutamente dionisíaco, entre o abismo e outra coisa qualquer, ainda pior. O Cordel do Fogo Encantado – que meses mais tarde lançaria o terceiro disco, “Transfiguração” – deixou em cinzas aquela noite de Verão, e seria um crime não voltar a vê-lo arder por cá.

(revista Blitz)

5 álbuns:
TV On The Radio «Return To Cookie Mountain» (4AD)
The Black Angels «Passover» (Light In The Attic)
Liars «Drum’s Not Dead» (Mute)
Beach House «Beach House» (Carpark)
Akron/Family «Meek Warrior» (Young God)

Concertos:
Festival Um Dia a Caixa Vem Abaixo (Caixa Económica Operária)
Deerhoof + Alla Polacca (Porto Rio)
Comets On Fire + Caveira (ZDB)
Final Fantasy (Club Lua)
Liars + Deerhunter (Club Lua)

Ano de novas experiências, muitas das quais ficarão para sempre. Os primeiros concertos organizados dominam obviamente (ou felizmente…) a lista de escolhas, onde só houve lugar para um intruso: os Comets On Fire, das coisas mais filhas da puta já vistas num palco. Nas rodelas, destaque para os sublimes regressos dos TV On The Radio e dos Liars, vénias a muito boa gente no disco dos Black Angels, toda a tranquilidade dos Beach House e um pouco de céu em «Meek Warrior» (ATENÇÃO a novo registo em 2007).

(promotora Nervo)

Internacional:
Scott Walker «The Drift» (4AD)
Television Personalities «My Dark Places» (Domino)
Marisa Monte «Infinito Particular» (EMI)
TV On The Radio «Return To Cookie Mountain» (4AD)
Beirut «The Gulag Orkestar» (Ba Da Bing!)

Nacional:
Maria Ana Bobone «Nome De Mar» (Farol)
Garoto «Garoto» (Sony/BMG)
Sam The Kid «Pratica(mente)» (Edel)
Sérgio Godinho «Ligação Directa» (EMI
Carlos Martins «Do Outro lado» (SL)

2006 foi um ano particularmente rico. De tal forma que destacar cinco discos se torna uma tarefa penosa e inevitavelmente injusta. Neste ano houve dois fenómenos que me surpreenderam, nomeadamente por se terem tornado fenómenos. Se todos os anos a imprensa escolhe uma banda para empolar, a deste ano é particularmente infeliz. Não é que sejam maus, mas who the fuck are the Arctic Monkeys?. Uma banda parecida com outras bandas parecidas que têm aparecido.
E quem se admira por Bob Dylan fazer um bom disco, tem andado um pouco distraído. Para mim, o cúmulo é a revista Mojo. Na mesma edição que considera Modern Times o segundo melhor álbum do ano, afirma que Modern Times é o 17º melhor da carreira de Dylan. Uma demonstração de desprezo pela música contemporânea. Geronte por geronte gostei mais do último Neil Young (para não falar de Tom Waits e Scott Walker).

(Jornal De Letras)

5 álbuns/compilações:
Kode9 + The Spaceape «Memories Of The Future» (Hyperdub)
Burial «Burial» (Hyperdub)
Spanky Wilson & The Quantic Soul Orchestra «I’m Thankful» (Tru Thoughts)
Koop «Koop Islands» (K7)
Vários «Secret Love 3 – Compiled By Jazzanova & Resoul» (Sonar Kollektiv)

Falando de música foi um ano interessante. O groove parece ter voltado a cair no goto. O dubstep refrescou a cena electrónica. O público tuga continua com a alma meio desligada, mas as propostas interessantes vão sucedendo. Lisboa tem das programações mais interessantes da Europa Continental.
Saindo da música… Não houve tempo para muito mais senão para o meu filhote. Outra fonte de inspiração!
2007 também promete!

(Club Journeys)

5 álbuns:
Ruff Sqwad «Guns’ N’ Roses Vol.1» (2005) http://www.myspace.com/ruffsqwad - é do ano transacto, mas foi o disco que mais ouvi em todo este ano, genial, podem ouvir as malhas do volume 2 no myspace deles, brutal também, claro.
U Roy «Dread In A Babylon» (1975) e Triston Palma «Showcase» (1982) – dois discos que me perseguiram todo ano também, devido a uma grande pesquisa que fiz sobre Dub, estas 2 escolhas são unicamente ilustrativas, pois podia ter escolhido muitos outros, como «Super Ape» do Lee Perry & The Upsetters, todos do Scientist, Prince Jammy, Jah Thomas, Mr.Tubby, Creation Rebel, Mikey Dread, Jah Lion… Recomendo o filme «Rockers» de Ted Bafaloukos http://www.youtube.com/watch?v=hUgehpnakEI. Para curiosos do Dub e Reggae, vejam os vídeos deste user do YouTube, que por acaso é tuga: http://www.youtube.com/profile?user=dreadrecords (tem coisas incríveis).
MV & EE with The Bummer Road – «Green Blues» (2006) http://ecstaticpeace.com/artist.php?id=8 (ver vídeo)
White Magic «Dat Rosa Mel Apibus» (2006) http://www.myspace.com/whitemagicmusic
Excepter «Alternation» (2006) http://www.youtube.com/watch?v=I1ipAdtU46Q
3 discos novos, todos eles geniais. São projectos e pessoas que só sabem fazer música boa.

Músicas do ano: Cassie «Me & U» http://www.youtube.com/watch?v=DBiGFbd5icM e Triton Palma «Give me a Chance» (não encontrei nada na net, vem no álbum que menciono, mas podem ver a melhor merda de sempre: http://www.youtube.com/watch?v=tmmIjbW5Oj0).

5 eventos:
Chris Corsano e Fish & Sheep (o Pedro Gomes tocou metade do concerto) no Where’s the Love? (ZDB) – estrondoso é como posso definir estes dois concertos, volta e meio lembro-me do facto de estar a ouvir o concerto dos Fish & Sheep e da vontade que tinha de estar em cima do palco a tocar com eles. Penso que não fui o único, que o diga o Alan Silva, que passou o concerto inteiro a fazer handbanging e a tocar grandes guitarradas no backstage.
Sir Richard Bishop (ZDB) - arrepiante. http://www.youtube.com/watch?v=tEBCpzT-VUQ
Keiji Haino (ZDB) – génio e estranho.
Red Krayola (ZDB)  – grande referencia musical, melhor pessoa do mundo, melhor ainda o concerto, que foi tão difícil como a primeira vez que ouvi os seus discos.
Concertos de rua em Jemaa el Fna (Marrakesh). http://www.youtube.com/watch?v=wA727eYcO5E - relativamente complicado de explicar, sei que estive durante uma hora em pele de galinha a olhar para o freak show que lá se encontrava montado: milhares de pessoas (poucos turistas, Maio), tendas de sumos (melhor do mundo a 30 cêntimos), tendas de comida (calamares, cuscuz,…), putos de 10 anos a fazerem flips, gaitas e serpentes, feirantes e o melhor de tudo, música, muita música, 30 grupos, mínimo de crews diferentes a tocar música. Melhor merda de sempre.

Sem espaço para falar de (discos, bandas e concertos): Caveira, Loosers (estejam atentos ao próximo ano), Sei Miguel (génio, quem não ouviu, vá ouvir), Manuel Mota, Rafael Toral, Buraka Som Sistema, DMZ, Loefah, Kode 9 + The Spaceape, Black Dice, Panda Bear (novo disco vai ser brutal), Acid Mothers, Lula Pena, Kimi Djabate, Chaminé Ndongo, Ibraime Galissa, Kanye West, Ruben Da Costa, Alberto Arruda e Pedro Boavida (melhores putos de sempre), Tropa Macaca, António Contador (grande), Frango, Lobster, Comets On Fire, Keith Rowe, Zeca dos discos, Phoebus (grande disco na Searching Records), Nigga Poison, Primeiro G, Norberto Lobo (estava a esquecer-me, genial, recomendo o MySpace), Skaters, Clipse, Kelis («Bossy», também é single do ano), não me lembro de mais. Ah, Calhau!, Lovers & Lollypops e Esquilo (salvação dos pequenos concertos no Porto), Cat Power (não achei o concerto genial, mas ela é qualquer coisinha), Blood Stereo, Ghostface Killah, Lady Sovereign with Miss Elliott, Tinchy Stryder…

(galeria Zé Dos Bois; membro dos Manta Rota e Gala Drop)

5 álbuns:
TV On The Radio «Return To Cookie Mountain» (4AD)
Clap Your Hands Say Yeah «Clap Your Hands Say Yeah» (
Sonic Youth «Rather Ripped» (Geffen)
Final Fantasy «He Poos Clouds» (Tomlab)
Lisa Germano «In The Maybe World» (Young God)

5 coisas/eventos:
Ao vivo: Final Fantasy (Club Lua).
Em livro: «Kafka à Beira Mar» de Haruki Murakami.
No cinema: «Ninguém Sabe» de Hirokazu Kore-eda.
Na música portuguesa: «Unreal – Sidewalk Cartoon» de Bernardo Sassetti.
No mundo: o ano YouTube/MySpace e a explosão Web 2.0.

Lembro-me de, precisamente há um ano, aqui lamentar um ano de dieta criativa na música portuguesa (particularmente nas esferas pop/rock), que em 2005 conhecera um dos piores anos desde a explosão de acontecimentos que “profissionalizaram” o meio depois de 1980. Conhecendo-se uma espécie de sazonalidade pendular (entre o melhor e o pior) ditada, de certa maneira, pelos ciclos de vida de aproximadamente dois anos que actualmente caracterizam as nossas edições, previa-se melhor em 2006. Errado! Foi ainda pior. Sem dúvida, o pior ano da música popular portuguesa no último quarto de século!
As grandes editoras multinacionais – e são já só quatro, uma delas, a Warner, ainda por cima sem catálogo nacional – não apresentaram em disco um único artista novo em que valha a pena acreditar. Nem um! É verdade que a EMI tem os 2008 para 2007, acordo que é apenas consequência de uma vitória do promissor grupo nas TMN Garage Sessions… Ou seja, onde andam os radares de quem constrói os grandes catálogos? No escritório, claro. Não parecendo na verdade haver sinais claros de empenho em fazer mais que a gestão, como quem navega à vista, do que já existe…
Há uma razão que pode justificar esta atitude (mas não me parece que tenha sido pelo raciocínio que se segue que lá tenham chegado, antes por um imobilismo de alma em crise, aparentemente incapaz de reinventar o seu lugar e função). Passo a explicar.
Foram muitos os pensadores das novas economias da cultura que este ano defenderam o iminente fim da era do blockbuster e a entrada em cena de uma nova idade de exploração de nichos. Menos para mais é a palavra de ordem. Ou seja, a especialização da oferta para públicos concretos… E é isso o que têm feito entre nós empenhadas editoras já com identidade firmada (e seguros catálogos) como a Borland, NorteSul, Clean Feed ou Loop Recordings, o mesmo se podendo dizer de casas em afirmação como a Enchufada, Transformadores, Mono.Cromática, Chiado Records, Cobra ou Subotnik. E assinale-se, a fechar o ano, a criação de uma divisão discográfica (claramente melómana) na editora livreira Quasi. Às grandes editoras caberá, num futuro não muito distante, a condução das carreiras de grande visibilidade global e a gestão do património histórico, da memória. Os “grandes” foram bem tratados, como vimos. Nada contra. Mas onde está a memória? Que vida têm hoje os fundos de catálogo que morrem em ficheiros de computador nas sedes das companhias? Na verdade, exceptuando a reedição de Hoje Há Conquilhas, Amanhã Não Sabemos, da Banda do Casaco, e a criação de pontuais antologias, nada de particularmente visível se constatou em 2006. Como foi possível, por exemplo, deixar passar os 25 anos dos GNR sem editar (pela primeira vez em CD) os dois primeiros álbuns do grupo, que continuam “esquecidos” na memória do vinil? E do discurso oficial da editora não venha mais a “desculpa” dos masters perdidos, que nos dois best of já editados dos GNR encontrámos diversas faixas provenientes de Independança (1982) e Defeitos Especiais (1984)… E os GNR são aqui apenas um exemplo entre os muitos possíveis…
As grandes editoras continuam a estampar-se que nem gente grande em causas (e modas) erradas. Do reggae loja dos 300 que dominou o Verão das aparências a exercícios de fado com ar de campanha de perfume barato, as opções geraram tiros ao lado. E apesar das fartas vendas, as televendas (ou seja, aqueles grupos com cabelos em crista, ténis modernos e total incapacidade em conjugar três ideias, gerados em telenovela) serão Sol de pouca dura. Ou, antes, não geram carreiras, artistas usados e deitados fora logo que a moda passe (ou a novela acabe). Fazem-se bons números nas contas ao fim do ano fiscal, mas não se estabelece um catálogo. E quando, um dia, chegar o Inverno, será como a Cigarra e a Formiga… Não haverá comida…
Há a pirataria, é verdade. E uma lei da rádio aprovada, mas de resultados ainda invisíveis. Uma televisão que usa a música em seu favor (e não em favor da música). Mas sem trabalho de campo na criação e gestão de catálogos para quê perdermos tanto tempo e energia com questões políticas? É como uma qualquer universidade que lutou e suou pela presença do birmanês como língua opcional no seu programa de ensino, sem antes verificar se há professores para o ensinar, livros de apoio e alunos que se queiram inscrever…
O saldo de 2006 é fraco em grandes eventos, mas deu-nos ainda alguns belos discos e promessas. Reforçou o protagonismo do jazz enquanto terreno mais criativo da actual música portuguesa. Comprovou novos talentos no fado (Raquel Tavares, Pedro Moutinho, Gonçalo Salgueiro). Descobriu o prazer dançante do Buraka Som Sistema (que todavia tem ainda de provar se sabe ser mais que um efeito de novidade). E teve na compilação Acorda um belo conjunto de retratos pop (uns melhores, outros piores) que nos permite acreditar que há música pela nossa frente.
Venha então 2007…
(texto publicado no suplemento 6a, do DN)

(6a/Diário De Notícias; Rádio Radar; sound–vision.blogspot.com)

5 discos:
The Guillemots «Through The Windowpane» (Polydor)
Final Fantasy «He Poos Clouds» (Tomlab)
Phoenix «It’s Never Been Like That» (Source)
The Rapture «Pieces of the People We Love» (Mercury)
Wolfmother «Wolfmother» (Interscope)

5 quaisquer coisas que me ocorram de repente:
A revelação de Justin Timberlake com «Sex future/Love Sounds», que prova que na música não deve haver preconceito, só talento.
A excelente ideia de fazer um concerto a um domingo à tarde – assim foram os The Kills no Lux.
Algumas bandas e artistas de sempre escreveram este ano dos seus melhores discos: Depeche Mode e «Playing The Angel», Marisa Monte e «Infinito Particular», Sonic Youth e «RatherRipped», Belle and Sebastian e «The Life Pursuit» são alguns exemplos.
Três discos de três mulheres que fazem música bonita, sem pretensão e sem trejeitos masculinos: «The Greatest» de Cat Power, «Real Life» de Joan As Police Woman e «Ys» de Joanna Newson.
O nascimento ou dinamização de lugares onde a Música tem palco, como o espantoso Maxime, o funky Clube Mercado ou o cool Left.

O desabafo é o do costume: porque é que a cultura é tão cara e desrespeitada no nosso país? Não é um bem de primeira necessidade? É um escândalo o preço dos cds, é um escândalo o imposto que se paga quando se compra cultura, é uma luta para os artistas mostrarem as coisas bonitas que fazem, convenceram o guetto das sumidades da crítica (que escrevem para os amigos) ou a falta de exigência do público (que consome o que lhe impingem). A cultura deveria ser livre (a Beleza não se aprisiona), é ela que nos salva todos os dias.

(revista Vogue)


6 álbuns (ordem aleatória):
Louderbach «Enemy Love» (Underline) – acho que é do ano passado mas só o descobri este ano.
James Holden «Idiots Are Winning» - mais alguns (net)sets em cd-r.
As coisas da Vakant («Momentum – a Vakant mix compilation» + sampler da editora em cdr).
Lengendary Tiger Man «Mascarade» (
«As Coisas Lá De Casa» – também é mais antigo, o CD, mas só descobri este ano e acabou de sair agora em DVD: absolutamente obrigatório). Nota informativa adicional: animações realizadas por José Miguel Ribeiro, letras das canções de Elsa De Barros, música de Bernardo Devlin; vozes de Marta e Maria Sousa Ribeiro. Acho que não é preciso ter filhos para gostar mas se calhar estou enganado.
Humanos «Humanos Ao Vivo» – a sério… eu sei que parece estranho e fica mal mas bateu-me e até podia explicar porquê mas não há espaço e não vale a pena.

8 momentos (fico-me por 6 noites no Lux + 2 para disfarçar):
Primeiros DJ sets Funktion One: Yvan Smagghe e, sobretudo, Damian Lazarus (ambos em Abril)
Concerto ESG (Junho)
Mathew Jonson live (a solo em Maio e com os Cobblestone Jazz em Dezembro)
Matthew Dear/Audion live (Julho)
Set James Holden (Outubro)
+
Dead Combo e Wraygunn no Santiago Alquimista (é possível que tenha sido no final do ano passado, mas não faz mal)
Troy Pierce no Op Art

(Lux)

5 álbuns:
TV On The Radio «Return To Cookie Mountain» (4AD)
Samuel Jerónimo «Rima» (Thisco)
The Rapture «Pieces Of The People We Love» (Mercury)
Hot Chip «The Warning» (EMI)
Linda Martini «Olhos De Mongol» (Naked)

Coisas:
Os TRÊS ANOS da rua de baixo :)
Festival Paredes De Coura e os concertos de Yo La TengoBelle & Sebastian e The Strokes!
Mário Cesariny.
produção independente nacional (seja no teatro, cinema ou na música) que continua a trabalhar para que as minorias também tenham direito à cultura.
A “morte” do Blitz.

A conceituada revista norte-americana Time escolheu para ”personalidades do ano” todos nós, utilizadores da Internet e criadores de conteúdos que têm revolucionado a forma de viver na sociedade contemporânea. Muitos anos depois do “BOOM da Internet”, a sociedade portuguesa continua a ignorar o empreendorismo nacional numa área chave do tão falado “plano tecnológico”, que o governo demagogicamente propunha no seu programa eleitoral. Obviamente que, como sempre, a cultura é a parente mais pobre desta falta de visão por parte do estado e empresas. Outra coisa não seria de esperar de um país onde um disco é taxado da mesma forma que uma televisão plasma e onde existem presidentes de câmara que impedem o acesso à cultura a grupos de pessoas que têm o “azar”, de se interessarem por temas e abordagens diferentes daquelas que são consideradas, por alguém, como padrão. A evolução da sociedade contemporânea terá obrigatoriamente que passar pela formação cultural da população e pelo direito à diferença. Será que 2007 irá ser diferente?

(portal Rua De Baixo)

5 álbuns (por ordem de preferência):
Tenebrous «Tenebrous» (Fire)
Tom Waits «Orphans» (Anti)
My Brightest Diamond «Bring Me The Workhorse» (Asthmatic Kitty)
Cat Power «The Greatest» (Matador)
Scott Walker «Drift» (4AD)

A lista dos 5 não-alinhados é esta:
Modern Institute «Excellent Swimmer» (Expanding)
International People’s Gang «Action Painting» (Em:t)
Dollboy «Casual Nudism» (Arable)
Asi Mina «Have All! But Where?» (Mik. Musik)
RF «Views Of Distant Towns» (Plop)

A primeira listagem evidencia que em 2006 me deixei seduzir pela canção, mais do que pela experimentação.
Temos a canção visceral dos Tenebrous e Scott Walker, a redentora dos Woven Hand, a espiritual de Cat Power e a luminosa de My Brightest Diamond.

Na lista de acontecimentos relevantes, sublinho:
Concerto da orquestra Moonchild (de John Zorn) em Braga
A re-inauguração do Theatro Circo, em Braga, que promete!
Os discos de balanço de Massive Attack e, principalmente, do lado oculto de Tom Waits.

Do campo pessoal, a minha defesa de tese correu bastante bem. Já acabei o Mestrado, o que acabou por ser uma óptima prenda de Natal… Venha de lá esse Doutoramento!

(Rádio Universidade Minho)

5 álbuns:
The Strokes «First Impressions Of Earth» (RCA)
Tom Waits «Orphans» (Anti)
Richard Swift «The Novelist/Walking Without Effort» – já tinha votado nele no ano passado mas só este ano foi oficialmente editado em Portugal, por isso… ele merece a insistência.
TV On The Radio «Return To Cookie Mountain» (4AD)
Beirut «Gulag Orkestar» (Ba Da Bing!)

Outros discos e canções que gostava de ter conseguido encaixar nos 5 primeiros:
The Fiery Furnaces «Bitter Tea»; Emily Haines & The Soft Skeleton «Knives Don’t Have Your Back» (só em 2007 é editado cá, se for, por isso talvez vote nela para o ano); Final Fantasy «He Poos Clouds», CSS (Trama e não Sub Pop), K-Os «Atlantis: Hymns For Disco» (também só será editado por cá em 2007 e votarei nele para o ano, se a concorrência não for suficientemente competente…); The Roots «Game Theory»; Sound Team «Movie Monster», Cat Power «The Greatest» (pelas canções «The Greatest» e «Where Is My Love» e esquecendo o concerto); «In TheMorning» dos Junior Boys e ocasionalmente o resto do disco, «Trains To Brazil» dos Guillemots, esquecendo mesmo o resto do disco. Simian Mobile Disco «The Hustler», caramba! The Dears «Gang Of Losers» (só por «Hate Then Love» e «Whites Only Party») e… mstrkrft… e nypc… e muito de vez em quando «The Drift» de S.W.. e Ellen Allien & Apparat e The Archie Bronson Outfit durante 3 ou 4 minutos, ao mesmo tempo.

15 bandas que gostei muito de ver ao vivo este ano:
The Strokes, The Go! Team, Beirut, Richard Swift, Fiery Furnaces, Metric, The Rakes, She Wants Revenge, Spank Rock, Spoon, Flaming Lips, Ed Harcourt, The Organ, Blackalicious, Wu Tang Clan, por exemplo.

E, para 2007, do muito que já ouvi, gostei de…
The Arcade Fire «Neon Bible», por «Intervention» (Rough Trade)
LCD Soundsystem «Sound Of Silver» (DFA/EMI)
The Shins «Wincing The Night Away» (Rough Trade)

(Rádio Radar)

Boris & Sunn O))) «Altar» (Southern Lord)
Burial «Burial» (Hyperdub)
Evan Parker «Time Lapse»(Tzadik)
Flaherty/Corsano «The Beloved Music» (Family Vineyard)
Josephine Foster «A Wolf in Sheep’s Clothing» (Locust)
Niobe «White Hats» (Tomlab)
Om «Conference Of The Birds» (Holy Mountain)
Spank Rock «YoYoYoYoYo» (Big Bada)
TV On The Radio «Return To Cookie Mountain» (4AD)

e ainda, no que se refere a música e espectáculos ao vivo:
Festival Sound Forest (Riga) – três dias de mergulho sonoro intensivo: Keiji Haino, Moha!, Volcano The Bear, Wolf Eyes, Peter Rehberg, Thomas Ankersmit, Circle, Evan Parker, entre outros.
As promessas do Dubstep.
Liars ao vivo no Porto-Rio.
O prazer de trabalhar e ver nascer o festival de artes performativas TRAMA no Porto
O esforço contra-corrente, a que não posso deixar de prestar homenagem, daqueles que apostaram e acreditam na baixa do Porto como pólo cultural central na vida da cidade.

(Fundação de Serralves)

Acima de tudo o Pitch…

Depois muitos leilões no eBay, algumas reedições, poucas coisas da colheita do ano:
Para a pista, sem dúvida, a remistura de Smith’n’Hack para «Moving Like A Train» de Herbert; a remistura de Carl Craig para «Relevee» de Delia Gonzalez & Gavin Russom; «Brainfreeze» de Très Demented; a remistura de Shit Robot para «Dragon» de Dondolo; a remistura de Mock+Toof para «Love Is In The Air» de Juan Maclean; a remistura de Rub’n’Tug para «Snakes And Ladders» de Sly Mongoose; e ainda «Fehrara» de Prins Thomas.

Para consumos (a)variados:
Nicole Willis And The Soul Investigators, J Dilla, Fujiya & Miyagi, Emperor Machine, Force of Nature, Studio, Lindstrom+Prins Thomas, Âme, KayDee, Jazzman, Funk 45, Daptone, Tramp, Melting Pot, El Michels Affair, Lotusland, Soul-Cal, Soul Jazz, Numero, Susan Christie, Chris Harwood, Mustafa Ozkent, Salah Rabag And The Cairo Jazz Band, Whatever We Want, Map Of Africa, Quiet Village, Antena e, como sempre, Arthur Russell.

Finalmente, há a saudosa memória de Jay Dee e de James Brown.

(Pitch Club)

5 álbuns:
Gossip «Standing In The Way Of  Control» (Kill Rock Stars)
Lisa Germano «In The Maybe World» (Young God)
Sonic Youth «Rather Ripped» (Geffen)
Ellen Allien & Apparat «Orchestra Of Bubbles» (Bpitch Control)
Lupe Fiasco «Food & Liquor» (Atlantic)

5 eventos:
Murcof (Passos Manuel)
Lisa Germano (Santiago Alquimista)
Hot Chip (Zé Dos Bois)
Yo La Tengo (Aula Magna)
The Kills (Lux)

(revista Mondo Bizarre)



De que ano é um disco gravado em 2005, ouvido (e presenciado em palco) em 2006 e que será editado no início de 2007? Para efeitos de balanço, e já que estamos em universo predominantemente caprichoso, apeteceu-me trazer 1970 de JP Simões para a lista. Não demorem a descobri-lo já em Janeiro! Quanto ao resto, os “boys” regressaram mais clássicos e as suas canções disso se ressentem. Classicismo dura, dura, dura, dura mais do que modas que vêm e vão com a mesma pressa. Finalmente, os melhores discos que comprei na Flur este ano: Deaf Center e The Necks, música que paira entre diferentes níveis de consciência, mesmo quando passamos algum sem escutá-la.

5 álbuns:
JP Simões «1970» (VC)
Post Industrial Boys «Post Industrial Trauma» (Max Ernst)
Junior Boys «So This is Goodbye» (Domino)
The Necks «Mosquito/See Through» (ReR)
Deaf Center «Pale Ravine» (Type)

5 acontecimentos:
Sozinho em sala cheia para ver o melhor concerto de Marisa Monte (de sempre).
Noites de deejaying amador no bar Agito (homenagear Pedro Costa com sequência de Young Marble Giants, The The e Tubarões).
Comprar vinhos e queijos de/em Portugal (até parece que é fácil).
Johnny Cash e Paolo Conte (vozes insubstituíveis).
Voltar à escola (Superior de Teatro e Cinema).

(revista Atlântico)



5 artistas:
Carl Craig - todos os trabalhos.
Lindstrom & Prins Thomas - todos os trabalhos em conjunto ou individualmente.
Henrik Schwarz - todos os trabalhos, em particular «Jimis 2006» (Diamonds & Pearls) porque foi gravado ao vivo no Trintaeum.
Âme - todos os trabalhos.
Matt Edwards - o homem mais profícuo do ano. Não gosto de tudo mas é notável a capacidade de criação e inovação…
Nota: Os primeiros 4 estiveram este ano no Trintaeum… Feliz coincidência, ou talvez não…

5 acontecimentos:
Médio Oriente, cada vez fica mais extremado e difícil de resolver…
América Latina, liberta-se do domínio dos Estados Unidos e vai-lhes tirar o tapete…
China, cresce, cresce, cresce… e ninguém sabe aonde isso vai parar… nem no que vai dar…
Portugal, afunda-se em depressão…
Porto, pior ainda…

Num mundo em que tudo se agiganta, num País que perdeu a sua melhor característica que eram os “brandos costumes” e numa cidade que para alem do que toda a gente sabe e fala, coloca uma barraca de plástico na praça principal mesmo em frente à Câmara numa época destas, cria em mim muitas interrogações e uma grande vontade de procurar outro lugar… o que me vale, é o correio, que me vai trazendo uns revigorantes produzidos pelos senhores que em cima enunciei e por muitos mais que não dava para mencionar… “last night a dj saved my life”.

(clube Trintaeum)



Álbuns:
Muse «Black Holes and Revelations» (Warner)
Gnarls Barkley «St. Elsewhere» (Downtown)
Ali Farka Touré «Savane» (World Circuit)
Lori Carson «The Finest Thing» (Meta)
The Legendary Tiger Man «Masquerade» (Norte/Sul)

Acontecimentos:
The Strokes em Portugal.
Documentário «I’m Your Man» de Leonard Cohen.
Festival Radar.
A morte de Syd Barrett.
Grande Festival Paredes de Coura.

Foi um ano que, mantendo a tendência de 2005, não conseguiu trazer nenhuma surpresa por aí além no mundo musical. O aparecimento de uma nova vaga de bandas comandadas pelos Arctic Monkeys terá sido o facto mais importante. Em termos nacionais, tenho a certeza que 2007 trará grandes notícias e melhores nomes em festivais de Verão.

(Semanário)



Aproveito a oportunidade para dar publicamente os parabéns à Flur, por ter acolhido os dois mais importantes acontecimentos discográficos de 2006: a distribuição em Portugal de «Out of Cold Storage», dos This Heat, e a disponibilidade da «Buddha Machine», dos FM3. Mais do que «melhores do ano» são edições históricas. A obra dos This Heat há muito que esperava por esta reavaliação. É um monumento à creatividade musical, ao inconformismo, e continua a ter força para tocar a vida de quem dela se aproxime. A criação dos FM3 contém em si a simplicidade que lhe irá assegurar a longevidade (a prova está no facto de ser vendida em lojas de design), a radicalização filosófica do conceito de suporte para a música e o encantamento dos sons que guarda em forma de loops. É uma obra de arte completa e perfeita. Ambos são acontecimentos raros. Que tenham coincidido em 2006, fazem deste um ano muito especial

(semanário Expresso)

Discos:
Herbert «Scale» (!K7)
Cool Hipnoise «Cool Hipnoise» (Metrodiscos)
Lindstrom «It’s A Fidelity Affair» (Smalltown Supersound)
Sam The Kid «Pratica(mente)» (Edel)
Radio Citizen «Berlin Serengeti» (Ubiquity)
Coldcut «Sound Mirrors» (Ninja Tune)

Mais discos… Singles:
Âme «Rej» (Defected)
Buraka Som Sistema «Yah» (Enchufada)
DJ Shadow «This Time I’m Gonna Try It My Way» (Island)
Herbert «Something Isn’t Right» (K7)
Cool Hipnoise «Dois Dias» (Metrodiscos)
Sam The Kid «Juventude É Mentalidade» (Edel)

As listas de melhores do ano são sempre irritantes. Acabamos de as fazer e lembramo-nos de mais um disco que podia/devia figurar ali. (Sim, lembrei-me de mais um.)
Gostei de 2006, não porque a colheita musical tenha sido extraordinária (não foi) mas porque foi diversa. Sairam bons discos de electro, de techno, de minimal mas também de hip hop, de pop, de nu-disco, de jazz, e, mais que tudo, há dois discos nacionais na minha lista de melhores do ano. Isto deixa-me particularmente feliz. Não porque o nacional tenha que ser bom à força (como se tem tentado impor de há uns anos para cá) mas porque é mesmo.

(revista Dance Club)



 5 álbuns:
TV On The Radio «Return To Cookie Mountain» (4AD)
Kode9 + The Spaceape «Memories Of The Future» (Hyperdub)
The Knife «Silent Shout» (Rabid)
Burial «Burial» (Hyperdub)
Spank Rock «YoYoYoYoYo» (Big Dada)

5 discos Lusos:
Buraka Som Sistema «From Buraka To The World» (Enchufada)
Sam The Kid «(Pratica)mente» (Edel)
Double D Force «Enforce The Funk» (Loop)
Rafael Toral «Space» (Staubgold)
Carlos Bica «Believer» (Enja)

5 singles que se colaram aos ouvidos:
D4L «Laffy Taffy» (Atlantic)
Justice «Waters Of Nazareth» (Ed Banger)
Peter Bjorn And John «Young Folks» (Wichita)
Justin Timberlake «Sexy Back» (Jive)
Clipse «Wamp Wamp» (Zomba)

5 ideias e várias pessoas:
Ambientes apocalípticos (TV On The Radio, Burial, Kode9, Knife, Various).
Por trás de um sucesso pop há um produtor top (Justin Timberlake/Timbaland, The Clipse/Neptunes, Nelly Furtado/Timbaland, Girls Aloud/Xenomania, Gnarls Barkley/Danger Mouse).
Faça-você-mesmo-mas-mesmo (MySpace, YouTube, CD-r, Cassetes, vinil).
Obliquidades (dubstep, ‘disco cósmico’ e músicas regionais globais).
Nunca se ouviu ao vivo tanta música em Portugal em tantos espaços. Sem eles o ano tinha sido mais árido – Buraka Som Sistema, Sam The Kid, Kode9, Final Fantasy, Justin Timberlake, Rub N’ Dug, Pedro Gomes/Nelson Gomes.

(Y/Público)



A família é imensa, e, como se percebe pelo MySpace, é uma honra ser parte do grupo de amigos de X ou Y. A música é quase sempre feita por pessoas, e essas acabam por se tornar especiais para nós. Eis algumas que nos fizeram sentir mais perto do centro.

Desta vez, para ser diferente, pensei em fazer uma lista de discos do passado que neste ano tiveram muito significado para mim. Alguns ouvi pela primeira vez, outros já tinha mas por algum motivo nunca fizeram clic até este ano.

Hosono Haruomi «Paraiso» (Alfa, 1978)
Roberto Musci & Giovanni Venosta «Water Messages On Desert Sand» (ReR, 1988)
Flying Lizards «Fourth Wall» (Virgin, 1981)
Chris Darrow «Artist Proof» (Fantasy, 1978)
Mark Spoelstra «This House» (Fantasy, 1971)
Norman Greenbaum «Back Home Again» (Reprise, 1972)
Sibylle Baier «Colour Green» (Orange Twin, 1970-73/2006)
Todd Tamanend Clark «Nova Psychodelia» (Anopheles, compilação de 2005)
Ronnie Lane & Slim Chance «Anymore For Anymore» (GM, 1974)
Sugar Babe «Songs» (Niagara, 1975)

(Vetiver editaram «To Find Me Gone» na Fat Cat e estiveram em Portugal para dois perfeitos concertos: ZDB e  Casa Da Música.)

Álbuns:
Shinedoe «Sound Travelling» (100% Pure)
Vários «Mobilee Back To Back» (Mobilee)
Dapayk Solo «Impulsion Paradise» (Mos’ Ferry)
Andy Stott «Merciless» (Modern Love)

Singles:
Microfunk «Pecan» (Remote Area)
Audion «Mouth To Mouth» (Spectral Sound)
GummiHz «Isolate - Sebo K remix» (Mobilee)
Theo Parrish «Falling Up» Carl Craig rmx (Third Ear)
Depeche Mode «Sinner In Me - Ricardo Villalobos remix» (white label).

Eventos:
Air Festival (Suíça).
Awakenings (Amesterdão, Holanda).
tournée Back To Back da Mobilee.

(Dirige, a partir de Berlim, a Mobilee, editora que em pouco mais de um ano se tornou indispensável no circuito techno – confirmar na compilação dupla «Back To Back», um CD compilado e outro misturado por Anja Schneider, tudo a partir do catálogo da Mobilee.)

Melhor música:
Todd Terje «Italian Stallion» (Full Pupp)
King «Love & Pride» re-edit (Rune Lindbæk demo cd-r)
Altz «Max Motion» (Lastrum)
Crue-L «Port Of Notes - Idjut notes» (Crue-L Future)
Sunburned Hand Of The Man LP (Smalltown Supersound demo cd-r)
Toy «Black Sedan Through Tunnel» (Smalltown Supersound 7″)

Melhores eventos:
Skurkeklubben, todas as semanas no Café Opera em Bergen.
Toy House-Organ Big Band ao vivo.
Losjen em Bergen, 5 de Dezembro (a ser editado parcialmente como EP em 2007);
Tournée de dez dias pelo Japão, em Novembro.

Melhores eventos perdidos:
Mad Professor ao vivo em Bergen.
Palestra de Bill Drummond na Academia de Arte em Oslo.

Melhor comida:
Sashimi de carne de cavalo.
Ttudo o que o meu amigo Pekka cozinha.

(Com dois maxis neste ano, Björn Torske conseguiu 100%: são ambos incríveis. «NY Lugg» na Smalltown Supersound e «As’besto» na Sex tags Mania.)

2006 voou e mal tive tempo para recuperar fôlego – tanto para fazer, mas o dia não tem horas suficientes! Destaque pessoal tem de ser a minha viagem à Austrália em Outubro para a Red Bull Academy, complementada com um trio de datas como DJ em Melbourne, Adelaide e Sydney. Este foi também o ano em que comecei o meu programa de rádio online na Samurai FM, «Time Capsule», seguindo os meus passos de há 30 anos (www.samurai.fm/timecapsule).

Os projectos gravados este ano incluíram Young Dog Alien e Redux001, mais remisturas para SugardaddyBen Onono e Spektrum. Disponíveis ainda no final do ano um 12″ de edição limitada na Equip («XXXO», de 1983 – nunca antes editado) e a remistura de Teenage DJ para «Day One» dos Cut Hustlers. Para breve, mais vinil de Young Dog Alien e Teenage DJ. Mantenham-se também atentos a uma série de remisturas que tenho feito para Groove Armada e Sugardaddy mais, claro, a edição de «Credit To The Edit Vol. 2».

Espero ansiosamente regressar à Austrália e Estados Unidos em 2007, e ainda, se tudo correr bem, ao Japão.
10 de 2006:
Spirit Catcher «Move Closer» (Winding Road); Ray Mang (& Foolish Felix) «Disco Dementia» (Smash Hit); LSB «Original Highway Delight» (Eskimo); Sugardaddy «Hypnotise / Keep It Comin’» (LP); Otterman Empire «Private Land» (Whatever We Want); AN-2 «Diva» (Theomatic); Escort «Starlight» (Escort); Elektrons «Get Up» (Genuine); Mudd «54b» (Rong); Kraak & Smaak «Keep On Searching» (Jalapeno).

(Segunda vida para Greg Wilson, após o pioneirismo como DJ em 82/83. No centro da cena electro-funk da época, Wilson criava também os seus próprios re-edits. Alguns deles são reapresentados em 2006 na compilação «Credit To The Edit».)

Melhor de 2006:
LCD Soundsystem «45:33» MP3 (Nike) – trabalho absolutamente espantoso de James & DFA. O som, as canções, a ideia/conceito: tudo é perfeito :o)
Studio «West Coast» LP (Information) – incrível pedaço de vinil gravado em Gotemburgo.
Todd Terje «Eurodans» 12″ (Full Pupp) – tanto quanto me lembro, este tema saiu no início de 2006 e tem sido um favorito desde então.
120 Days »120 Days» CD (Smalltown Supersound) – álbum fantástico pelos novos deuses do krautrock norueguês.
Rub-N-Tug «Better With A Spoonful Of Leather» CD (aNYthing) – óptima DJ-mix com montes de temas antigos estranhos tocados em rotação lenta e drogada.

(Total relevância com uma série de maxis que ajudam a mudar outra vez a face das pistas de dança («Contemporary Fix», «Another Station») e, a coroar uma série vencedora, a compilação «It’s A Feedelity Affair» na Smalltown Supersound.)

Melhor Comida: perogy ucraniano feito em casa.
Pior Comida: um milhão de sandes ensopadas de queijo e fiambre na Holanda.
Melhor Momento em Tournée: Tom dos BugBrand making us a replacement electronic slinky in Bristol
Pior Momento em Tournée: a banda inteira com problemas intestinais durante 5 dias (ver Pior Comida) e chegar ao hotel na Holanda às 3 da manhã e nós os três ficarmos num único quarto com casa-de-banho sem porta.
CD mais ouvido: Simon Bookish «Trainwreck/Raincheck» (Use Your Teeth).
Melhor Instrumento Musical: gravador de Baixo.
País favorito; Polónia ou Marrocos.
Melhor site: www.ubu.com.
Palavra menos favorita: Folktronica.
Melhor Animal: Peixe-espada bebé.
(«The Forest And The See» foi editado na Staubgold ajudando a editora de Colónia a ser uma das mais importantes casas de discos deste ano.)



Esta é a minha lista de coisas de 2006:
Lo-Fi Fnk.
Xiu Xiu «The Air Force» (5RC/Acuarela).
Chopin tocado por Vladimir Ashkenazy.
Ratface Dreamangel mix CDs.
Metroid Pinball.
Cozinhar com massa folhada.
Exercício.

(Final Fantasy editou o seu segundo álbum, «He Poos Clouds», na Tomlab; tocou no festival Sudoeste em Agosto e, posteriormente, em Outubro, em Lisboa, Leiria e Famalicão. O disco e os concertos estão nas listas dos bons acontecimentos deste ano.)

5 faixas:
Mala «Left Leg Out» (DMZ)
Loefah «Ruffage» (DMZ)
Justin Timberlake «My Love feat. T.I.» (Jive)
Villalobos «Fizheuer Zieheuer» (Playhouse)
Cat Power «The Greatest» (Matador)

5 discos:
Sir Richard Bishop «Fingering The Devil» (Latitudes)
Sei Miguel «The Tone Gardens» (Creative Sources)
Fish & Sheep «Double Banana» (Ruby Red)
Comets On Fire «Avatar» (Sub Pop)
White Magic «Dat Rosa Mel Apibus» (Drag City)

gigs @ ZDB – Fish & Sheep com o Alan Silva a uivar e a fazer air guitar no backstage; Black Dice [supremos] + Panda Bear; Family Undergorund + Frango, trip escura da boa onda deste ano; Sir Richard Bishop x2, irreal, com o Galissá fantástico a abrir da segunda vez; Chris Corsano solo; os Skaters a rebentarem com o sol e a lua; Manuel Mota solo, Keiji Haino [o diabo] e o zumbido ainda no ouvido esquerdo um mês depois; Kimi Djabaté & primo em bafalon e voz, Keith Rowe [mestre]; Comets On Fire.

ATP - comunhão absurda de gente num comprimento de onda fraterno + gigs de Wolf Eyes [massivos, em PA de arena], Flaherty/Corsano/Yeh [recital free], Dead C [hora e meia da mais catártica e recompensadora hora de tortura que já vi sair de um palco. lendário], Mouthus [novo boogie c/ crooner], MV & EE w/ the Bummer Road (c/ Afonso Simões e Chris Corsano) [trip-out psicadélica do ano com os manos na percussão. MV = génio e se tivesse ouvido o «green blues» que acabou de sair de certeza que estava na lista dos discos], Comets On Fire c/ Corsano, Yeh e o gajo dos Awesome Color no freakout final, Brötzmann/Bennink [masterclass free], Sun City Girls [show de bola], Hair Police [terror em movimento], No-Neck Blues Band [a virarem o mundo ao contrário devagar].

Chris Corsano no particular e em geral – a controlar, expressar e agir a partir de todas as músicas ao mesmo tempo, sempre.

Outros gigs – Magda das 3 e tal até às 7 @ Lux; Tropa Macaca @ Mercado; Colleen @ EMEs, Palmela; festa Kanye West @ jardim fixe em Oeiras; Blood Stereo @ Casa da Música; Cat Power @ Aula Magna – a alma, a voz, os sapatos e o feeling positivo; Sei Miguel – Cosmic Reality Stream @ Left, imaculado; feira medieval Loosers @ Caixa Económica; Gala Drop @ Mercedes, Porto, que só ouvi na aparelhagem há bocado; Digital Mystikz Vs. Loefah
feat. MC Sgt. Pokes @ Ateneu, bass e elevação; Comets On Fire @ Nasti Club, Madrid com descarga e montagem de material & line-check em menos de 10 minutos + os 50 minutos do rock mais demolidor do ano.

Descobertas fora de prazo ’06: as páginas do «Bass Culture» e a jamaica em geral [mais uma vez] + as viagens para a praia a ouvir Tubby e Scientist; Cheb Khaled; «Monotonprodukt07»; Nelson Ângelo & Joyce [disco homónimo] quase todos os dias do ano; ver consecutivamente o documentário do Scorsese sobre o Dylan; Kim Fowley; Rhythim Is Rhythim; JB’s «Doing It To Death» e o homem a morrer uns dias a seguir a ouvir esse som pela primeira vez; «Cenas Da Vida Conjugal» do Bergman; Noah Howard «Black Ark» e encontrar mais uma série de outros discos em que o Mohammed Ali toca (o baterista, não o outro).

Cumprimentos à família que foi para longe: mano Alface em Londres, beijinhos; mano Jorge nas Américas, beijinhos. um ano de poucos discos, muitas jams, bangers e concertos.

(Pedro Gomes é membro dos Caveira; editaram neste ano «Cena Espírita» (CD-R, edição de autor),  «Quebranto» (CD-R Rafflesia); colaboraram no split CD-R «Caravana do Estrilho» com Fish & Sheep e Tropa Macaca; escreve no Y/Público; e foi programador da ZDB)




2006:
O reconhecimento internacional de Sei Miguel ganhou uma dinâminca irreversível em 2006.
A fabulosa programação da ZDB.
O festival Out.Fest.

Ao vivo (sem ordem):
Keith Rowe (ZDB)
Pan Sonic (ZDB)
Black Dice (ZDB)
Braço (ZDB)
Lê Quan Ninh (Gulbenkian)

(«Space», o início da sua caminhada espacial, foi editado no fim do Verão na Staubgold. É um dos discos do ano para a Wire e aparece no nosso pódium de 2006. Em Outubro mostrou «Space» ao vivo no tríptico Garden:Space:Beyond no Negócio da ZDB; toca regularmente com Sei Miguel, de quem aconselha a audição de «Tone Gardens» como companhia perfeita e essencial a «Space».)









…. bom ano de 2007.


/ / Etiquetas: , / / Comentar: aqui »